11 Animes que Passaram dos Limites

[web 100%,700]http://www.einerd.com.br/otaku/11-animes-que-passaram-dos-limites/[/web]

fonte: einerd.com.br/otaku/11-anime … s-limites/

Quando li Fullmetal Alchemist tive excitação nerd!!! Agora a maioria desses animes nem vi e alguns vi alguns episódios e deu, não me motivam.

Vamos concordar que a maioria dos animes nostálgicos não tem um enredo incrível, mas na época deram pro gasto e funcionaram muito bem. Mas agora, eu acho patético ter que ver a mesma sequência em vários animes: o protagonista tem que vencer o vilão, treina um monte, derrota o vilão, se torna o mais poderoso, aparece um vilão mais forte ainda, ele treina de novo, e aí vai…

Para falar a verdade, os melhores animes que já vi não tinham mais que 30 episódios.

Esse tá na minha lista para ver, mas dizem que o Brotherhood é melhor por ser mais fiel ao mangá. É vero?

Realmente eu não sei como alguém tem saco pra assistir um anime com mais 200 episódios… o único que fiz isso foi Bleach, contudo pulei todos os fillers.

Dizem que é sim mas como eu não li (e nem leio mangás) e não me preocupo com isso, tanto faz pra mim. Lembro que as primeiras vezes que vi sobre o Fullmetal não me chamou atençãp, nem os primeiros episodios mas depois não consegui para de ver.

Alguns dos melhores animes que já vi ultrapassam os 100 episódios. DB, CDZ, OP, Yu Yu e HxH (Não assim, até por que DB e CDZ ocupam o primeiro lugar na minha lista :hihi )

Com toda a certeza!
One Piece: Não merece estar nessa lista;
Naruto: Ótimo anime/mangá, mas enrolações do autor e fillers da produtora enchem o saco;
Death Note: Nunca assisti/li;
Gundam: Idem do de cima;
Samurai X: Depois da Shishio os fillers estragaram;
Yu-Gi-Oh!: DM e GX são legaizinhos, o resto nem vi nem verei;
Pokémon: Parei pela repetição e não pretendo voltar.
Dragon Ball GT: Depois daquela MERDA DE FILME LIVE ACTION essa é a segunda maior merda que envolve essa maravilhosa obra.
Sakura Card Captor: Que porra é essa? Nunca vi.
Digimon: Só vi a primeira e foi boa, não posso falar do resto.

Eu gosto por que geralmente a história tem um final melhor ou ela se desenvolve melhor. Além de ter menos fillers, como é o caso do Naruto. O problema é achar toda a coleção em livrarias. :s Eu sei que dá pra ler online, mas perde um pouco do feeling de ter que dobrar as páginas xD

Eu não me animo muito (nem tenho paciência pra isso) e na minha cidade é plenamente inviável mangás. O único que eu li inteiro (pelo pc) foi a saga de Hades do CDZ, se só vejo o anime.

A única cosia que sei, é que desses animes contemporâneos o que já extrapolou os limites do tolerável a muito tempo foi o One Piece. Certo que os flash-backs do Naruto enchiam o saco mesmo, ainda lembro de qndo sofria assistindo ele no B&C do SBT xD

Animes curtos que são fodas bagarai na minha opinião…

Street Fighter, Devil May Cry, Bersek, Dragon Quest e Afro Samurai

É verdade que tem animes longos (alguns até de mais) que ficaram ruins e deveriam ter parado quando estavam no auge, mas não é necessário generalizar.
No caso dessa lista:
Naruto: me irritei com tanto filler e parei de ver, era melhor fazerem o que fazem com o Gintama quando chega aonde ta o mangá eles param um tempo e depois volta.
Death Note: de fato não considerei o Nier digno de vencer o Kira (admito que apoiava o Kira) mas teria sido melhor ver o L vencer ele.
Gundam: admito nos últimos anos tem vindo séries ruins e outras legais com outro foco, mas achei que ele desmereceu até demais tem muita coisa a ser explorada ainda só no universo original, de um certo ponto de vista falar que Gundam deve acabar é o mesmo que dizer que Star Trek e Star Wars também no EUA (sem conta com o que a Sunrise e a Bandai ganham em cima dele).
Samurai X: não opino porque mal me lembro dele preciso rever.
Yu Gi OH: devia ter acabado no original, no máximo no GX porque depois de 5D as regras mudaram tanto que cartas famosas de nossa época se tornaram fracas e inúteis a própria Konami não bani as cartas que deveriam.
Pokemon: até Johto tava legal, Hoenn mediano, mas depois despencou de vez acho que todos concordam que não querem mais ver o Ash perdendo Liga atrás de Liga. Mas fazer o que é para promover os jogos.
Dragon Ball GT: entrou vilões tão fortes (ou apelões) que fizeram Majin Boo, Freeza e Cell que eram os mais temidos e amados virarem nível Saibaman.
CDZ: anos atrás sabíamos que não haveria continuação e que a Saga de Hades era pra fechar com chave de ouro, não foi o que aconteceu e embora o Lost Canvas (só o anime não vou cita o mangá) tenha sido ótimo, as apostas no Omega e Legend of Sanctuary não deveriam ter acontecido, atualmente temos o Soul of Gold não digo que é “aquilo” que foi a Saga do Santuário, mas é bom rever uma história nos 12 Dourados.
Sakura Cardcaptors: nunca vi ele para ser um dos grandes shoujos da época como Sailor Moon foi, mas também achei exagerado, de um certo ponto de vista se não era focado só para um publico feminino era também para as crianças então não precisa ser tão duro.
Digimon: Adventure 01 sempre será o melhor seguido de Adventure02 e Tamers, o Frontier (no caso o 4) não sei porque ele achou confuso, o que tinha nele tinha no Tamers, no meu ver desandou tudo o 5 que voltou a ter um humano e um monstro e mesmo assim não foi muito bom, 6 então melhor nem lembra, no fim achei que foi mais para causar intriga essa parte entre fãs de pokemon e digimon. O mais zuado é ele citar Power Rangers, sendo que hoje ta horrível também.
One Piece: não vou opina porque to na metade ainda.

Naruto - Fillers e muita enrolação. Eu parei no início de Naruto Shippuden. Bleach padece do mesmo mal.

Death Note - Apesar de tudo, fez o que foi proposto.

Gundam - Nunca assisti. Não sou fã de mechas.

Samurai X - Vi muito pouco. Não dá pra ter uma opinião clara.

Yu-Gi-OH! - 5D’s criou uma legião de gente arrogante e estúpida que eleva um simples jogo de cartas a um patamar divino. Fora que se você não tem essas invocações novas que vieram (Synchro, Xyz e Pendullum) você é visto como fraco. Praticamente dinamitaram as cartas que fizeram o anime ser popular.

Pokémon - Eu vejo que estava no caminho até a Quarta Geração, mas mesmo nessa época clamavam por mudanças. Pode-se continuar nessa proposta de ser infanto-juvenil, mas ao menos mudem o protagonista ou deem um pouco mais de realismo. Ninguém aguenta mais ver o Ash dando descarga no cérebro em tudo o que aprendeu a cada temporada.

Dragon Ball GT - Desnecessário. Sem mais. E o anime atual tá indo no mesmo rumo.

Digimon - Perdeu-se com o tempo. As coisas já vinham mal a partir de Tamers. Data Squad tentou resgatar coisas antigas e misturá-las com novas, mas ficou esquisito. Xros Wars foi quando Digimon resolveu ser tão ou mais infantil que Pokémon e se tornou uma bagunça.

E sobre Power Rangers: acabou na Força do Tempo.

Sakura Cardcaptors - Vi há muito tempo atrás e nem vi todo. Sempre esteve dentro do que propôs. Nunca teve muitas ambições.

One Piece - Sempre teve a pretensão de ser muito longo. E sim, o anime tem muita enrolação. Eu gosto do link que eles fazem com coisas do mundo real.

Outra coisa que me passou despercebida que peguei agora relendo a matéria, 10 mil minutos = 1 ano? 8) xD :hehe
10 mil minutos são quase 7 dias!

Realmente, viagem total do escritor.

Na verdade ele fala q “Cada episódio tem 20 minutos. Ou seja, 500 episódios totalizam 10 mil minutos, que são iguais a mais de 150 dias – 166,6 e mais alguns decimais pra ser mais exato. O que quer dizer que, quando o anime chegar à sua conclusão – depois do milésimo episódio, pelo visto -, os telespectadores já terão gasto mais do que um ano da vida deles” ou seja, q 20.000 minutos seriam um ano… o erro de cálculo foi q 10.000 minutos seriam 167 dias, quando na verdade são 167 HORAS…