A Coluna Hitler

Ao mesmo tempo que o visconde Biller organizava a revolução em Gardenne, Hitler desaparecia do quartel da Gendarme. Seu sumiço dava aos seus antigos inimigos um temor, já que este foi o primeiro defensor da república. Os temores dos inimigos da revolução se revelaram verdadeiros, pois a figura de Hitler surgiu no centro de La Luna, ao amanhecer. A população reunia-se confusa com o que viam, não tinham certeza de quem era o homem, até ouvirem sua voz: Era o grande defensor de La Luna, Hitler, embora sua aparência não revelasse isto. Iniciou seu discurso:
''A monarquia gesebiana é um todo firmado pelos aros férreos da violência e do despotismo. Agora, que o maldito que mandava em Gesébia tomou a sua única boa decisão na vida, ao abdicar, temos a chance de arrebentar esses aros, e fazer em pedaços o sistema monárquico!
Os corruptos de Gardenne achavam que o povo gesebiano se apartaria para sempre, mas como eu mesmo vi em Gardennia, o povo se une para a república e para a igualdade! Para a glória do proletariado!
Em meu tempo na capital, conversei com o grande camarada Biller, o qual combinei esta revolução, e recebi grande acolho dele e de outros camaradas, isso mostra que no coração dos povos trabalhadores reside um desejo inabalável de combinar suas forças.
Então meus camaradas, venho como um filho de La Luna, um filho do povo, pedir a vós que se junteis a mim em uma revolução em nosso ducado! Marcharemos em direção ao palácio, tiraremos a maldita duquesa que abandona seu povo, utilizando seu cargo apenas para conseguir seus luxos e daremos o poder a população, então marcharemos ao sul para apoiarmos a luta de nossos camaradas na capital, em nome da Primeira República Gesebiana ! - Hitler proclamava eloquentemente, de maneira que uma parte da população se reunia a ele, pegando as armas que tinham em suas casas e invadindo a sede da gendarme, onde outro discurso eloquente do líder revolucionário fez com que o oficial da gendarme se unisse as forças de Hitler, armando os revolucionários, que agora se reuniam para a marcha ao palácio.

[center]Hitler discursando ao povo[/align]

Vendo a aglomeração, vou até lá ver o que havia acontecido, vendo tratar-se de Hitler, peguei em armas e fui com ele.

Ao ver os acontecimentos na praça, pus me a procurar minha pistola em casa, ao pegá-la, escondi em meu casaco e fui ao palácio, furtivamente e à distância da turma de Hitler, para passar despercebido.