About the Arquiducado da Dugardenha category

Herdeiro direto do falecido Império Gesebiano, o Arquiducado mantém-se como uma nação mais cosmopolita do que suas vizinhas România e Dracônia. Embora tenha sofrido com uma grande emigração de romanianos e draconianos, o Arquiducado continua forte economicamente e a principal porta de entrada para estrangeiros vindos de fora da Ilha-Continente. O Arquiducado é formado pelas regiões de Dunnord e Gardenha, estendendo-se desde os Campos Noroeste na fronteira norte com a Dracônia, em seu ponto mais ocidental, passando por densas florestas e vastas pradarias, até chegar à belas praias, costas rochosas e diversas ilhas, banhadas pelas águas agitadas do Oceano Pacífico.
Dunnord tem vivido um declínio após o afastamento do Conde René Von Biller, que até então era o governante de tal região. Contudo, continua forte e pujante economicamente em razão de ser um grande centro portuário, bem como possuir madeiras de alta qualidade. Também é uma cidade privilegiada, por estar em um dos pontos mais boreais da Península Gesebiana, lhe concedendo um dos climas mais agradáveis da Península. Já a Gardenha é uma região de contrastes, com desertos de areia branca, montanhas altas o suficiente para que tenham neve, sol intenso, bosques cerrados, regiões de savana e pradarias extensas.
Embora não faça fronteira com os povos do deserto, o Arquiducado divide a posse da Baía de Kiribati com o Reino da Romania, o que pode gerar alguns conflitos futuramente.