[AJE] Fórum

O Fórum

Para se obter peixes ou notícias frescas, o fórum é o lugar mais adequado. A balbúrdia aqui é incessante, com vendedores tentando vender seus produtos, cidadãos debatendo sobre os últimos acontecimentos, anúncios sendo feito a população e ocasionais brigas, apartadas pela guarda sempre presente. Local ideal para os senadores falarem com a plebe, assim como para se informarem do comércio. É no fórum também que os cidadãos debatem as leis e as políticas de Roma. Local ideal para os senadores conversarem entre si, para formarem alianças de frentes Há sempre também sujeitos sombrios vagando pelo fórum, dispostos a, por certa quantia, vender seus “serviços”…

Em uma bela tarde ensolarada, eu, o senador Gnaeus Calpurnius Ingenuus, caminho no fórum com o futuro de Roma na cabeça. Converso com os mercadores, com os cidadãos proeminentes da república e informo a todos as minhas ideias:

Roma necessita de uma economia forte para uma boa manutenção do desenvolvimento e de um exército forte. Também não podemos mais nos limitar às fronteiras atuais e devemos ter planos ambiciosos de expansão. A futura glória de Roma repousa com uma economia e um exército forte, um equilíbrio divino entre esses 2 poderes nos darão as recompensas territoriais que precisamos para levarmos nosso nome adiante e para mantermos o estilo de vida Romano.

Após minhas explanações, explico a todos que a frente fundada por mim: Roma Invicta, tem essa filosofia. E peço a todos que informem isso a todos os senadores e que peçam para que todos os que pensam como eu virem falar comigo. Com muito prazer aceitaria a todos que quiserem entrar na minha frente.

Além do mais, já deixo clara a minha intenção a todos a exercer o cargo de Quaestor em breve para tentar começar a impulsionar a economia romana e em breve voltarei ao fórum para, quem sabe, conseguir nobres e patriotas senadores que apoiem a minha candidatura.

Nobre Ingennus como outrora já fiz, mais uma vez aproveito para renovar meus votos de apoio a sua candidatura como Quaestor da república. Em breve esse intento deverá ser explanado em nossa Cúria Senatorial.

Lucius, estava andando pelo Forum quando ve o senador Gaivs Antonivs Vorenvs, e decide parabeniza-lo por seu novo cargo:

  • Gaivs me alegro ter competido com voce para o cargo de Consul, e venho lhe parabenizar por sua conquista e que traga gloria a roma, acho que fui muito prepotente me elegendo ao cargo quando um senador de tanto respeito ja estava competindo, mas mesmo assim, esperarei outro cargo para que eu tambem possa servir a Roma.

Apois assim Lucius conversa com Gaivs sobre uma possivel uniao das casas, quem sabe por uma aliança, para beneficiar as duas casas mutuamente ou quem sabe apenas uma boa amizade.

Tiberius Claudius Julius andava tranquilamente pelo Fórum a ouvir os anunciantes gritando sobre as qualidades de seus produtos até que viu Gnaes Maximius Magnus, e dirigiu-se a ele com os braços abertos dizendo:

Amigo! Foi uma pena que tu não trouxeste uma contribuição ao nosso Duodecim Tabulae, mas admito que fora uma boa competição, “uma competiçãozinha saudável não faz mal a ninguém”, já diria meu finado pai. Enfim, espero que não fique ressentido por não ter sido eleito, lembrando-o que tu terás mais oportunidades para eleger-te a algum cargo que estejas a aspirar. Agora diga-me, não achas que o preço do peixe vem subindo muito ultimamente?

E seguiram conversando…

Agradeço a saudação meu nobre colega… e quero que saiba que é mutuo o sentimento, é bom ver tanto impetuo em um jovem que descende de uma das mais nobres famílias de nossa republica, saiba que após o final do meu mandato e que com as bênçãos de Marte será com o fim da ameaça dos Etruscos terei um enorme prazer em apoiar seu nome em uma futura candidatura a um cargo militar ou administrativo o qual o mesmo almeje. E irei analisar a possibilidade de uma junção de nossas casa no senado em uma reunião interna com alguns patrícios que compõem minha frente.

Aproveito tmbm a oportunidade para parabenizar a conquista dos compatriotas Ingennus e Tiberius pela a ascensão aos cargos de Quaestor e Aedile da Republica, não poderia ter sido escolhidos nomes mais gabaritados para exercer tais cargos, nos veremos em breve na solenidade de posse que acontecerá na Cúria.

Salvete Amici!

Agradeço ao caro Cônsul pelos parabéns e aproveito para parabenizá-lo também junto com o nobre senador Tiberius. Tenho certeza que trabalhando em conjunto nós levaremos Roma ao ápice de seu poder. Manisfesto também meu respeito ao senador Lucius que foi candidato ao cargo de Cônsul, saiba que escolher em quem votar foi uma decisão muito difícil e eu optei pelo mais experiente, mas é claro que o apoiarei em eleições futuras. Já deixo claro que qualquer frente que queira se aliar a minha será bem vinda, já que todos nós queremos o bem de Roma.

Mas bem, informalmente, gostaria de requisitar ao nosso cônsul um relatório de nossa economia atual para que eu possa começar a planejar propostas para apresentar na Cúria sobre como vamos usar esse dinheiro.

-Meu grande amigo Gnaeus Calpurnius Ingenuus, não guardei rancor algum por ter escolhido Gaivs Antonivs Vorenvs como Consul, ate por que ja sabe que tenho grande apreço por sua candidatura e desejo que algum dia formamos uma aliança de nossas causas, para um dia quem sabe nos ajudarmos mutualmente, e espero sem duvida um grande trabalho seu como Quaestor da nossa amada republica, e como ainda sou jovem pretendo aprender com todos meus colegas senadores, agora vou indo grande Quaestor de roma.

Apos conversar com Gnaeus me viro para dar continuidade a conversa com Gaivs:

-Nao ache que minha familia e grande meu amigo, sou apenar um afortunado por ter recebido esse premio onde meus antepassados eram simples comerciantes de vinho, mais como meu pai sempre dizia " um homem tem que começar de algum lugar ", e me sinto muito alegre por receber a noticia de seu apoio e da aliança entre nossas casas, falarei com alguns amigos sobre nossa parceria e espero que esmague os etruscos, pois quando voltar sera agraciado com um banquete em minha casa se caso quiser claro, entao lhe desejo uma boa batalha, agora vou me retirar esta um dia muito quente e desejo me refrescar.

Assim Lucius vai para casa acompanhado por seu servente.

Após sua nomeação o Consul Vorenvs regressa para sua vila, mas ao chegar o mesmo é acometido por um mal súbito e sem explicação desaba desmaiado… Um medico é chamado com urgência, e após uma serie de exames e sintomas os quais o mesmo se submete e apresenta, Vorenvs é constato com um possível envenenamento!

O burburinho logo chega ao fórum. O Cônsul da republica foi envenenado! de imediato o mesmo é retirado de Roma, sua comitiva se dirige ao litoral por recomendação do médico. O mesmo constata que Vorenvs não morreu por pouco, ao poucos enquanto recobra sua conciencia o mesmo solicita uma pena e um papel a um de seus serviçais, nele ele escreve um despacho e pede há um de seus subordinados que encaminhe-a ao Senado.

- Uma comitiva adentra as ruas de Roma levantando muita poeira por entre as estreitas vielas, obrigando os transeuntes a desviar seu caminho. A mesma se dirige em direção ao Senado… Quem pode estar vindo em tal comitiva?

Após a aprovação de sua proposta na Cúria, o senador Gnaeus sai de lá e vê a comitiva passando em direção ao senado. Curioso ele começa a segui-la para ver o que aquilo poderá ser.

Apos sair do Panteão, Lucius decide ir para o forum, quando ve uma comitiva passando e decide puxar assunto com Gnaeus:

-Ola Senador Gnaeus , fiquei muito honrado em ter seu apoio em minha candidatura, e tambem muito tranquilo em saber que roma ja esta aos cuidados na questao financeira, entao ja sabe quem esta nessa comitiva?
-Mais acho que pela duvida irei retornar para o senado apenas para sanar minha curiosidade, ate mais ver meu querido amigo.

…antes de partir com a legião para o Campo de Marte

  • Analisando os relatórios financeiros executo de imediato o recrutamento das duas unidades da Hastati que irão compor o exercito na campanha de coalizão, requisito também aos engenheiros um relatório de onde pode ser erguido o nosso entreposto marítimo, peço também o quantitativo da mão de obra que será usada para execução de tal obra, requisito o envio desses papeis ao nobilíssimo Segundo Consul Lucius Claudius, o mesmo deverá inspecionar pessoalmente ao lado de nosso Quaestor o andamento da mesma.

Bem, como disse na Cúria quando apresentei meu relatório. O entreposto marítimo deve ser construído na província da Itália, há apenas uma cidade costeira atualmente em nossas mãos na província: Neapolis. E, como constava no relatório, o preço total da obra será de 1764 talentos, todo o preço da construção, incluindo mão de obra, foi incluída nesse valor.

… Antes de partir para Neapolis, para dar inicio ao entreposto maritimo, falo com Vorenvs:

-Lhe desejo sorte meu amigo, e que acabe com essa escoria que ousa desafiar Roma, ja sairei de Roma hoje a noite pois quero começar logo os preparativos para o inicio da construçao, e tambem quero contatar um construtor que conheço que ira dar um toque romano na construçao, estarei em Neapolis ate o termino da mesma.

-Meu querido Quaestor, irei cuidar de tudo, caso queri me informar e so me mandar uma carta, lhe desejo sorte ate mais ver.

Após o término da votação na Cúria, o senador Gnaeus Calpurnius Ingenuus anda pelo fórum, para onde se dirigiram a maioria dos senadores. Como quem não quer nada, ele começa a perguntar se algum senador que ainda não escolheu uma frente se interessa em entrar na frente Roma Invicta…

O senador Gnaeus Maximius anda despercebido no senado, de ouvidos atentos às novidades, e ele ouve sobre a frente Roma Invicta, interessado, se atenta mais e escuta que o líder da frente é o Senador Calpurnius, vendo que poderá se juntar vai e encontra o próprio, e pergunta se o mesmo poderia aceitar a participação de Maximius em sua frente.

Um servente do consul Vorenvs caminha impaciente pelo fórum em busca, do Senador Gnaeus Maximius, de repente ele o vê conversando com alguns populares e senadores da frente liderada pelo senador calpurniuus. ele rapidamente vai em sua direção e entrega um pergaminho.

- Meu senhor o nobre consul da republica Antonivs Vorenvs me pediu pra entregar isso:

[center]

[/align]

Era um relatório estrutural da província da Magna Grecia, a qual seria a partir de agora administrada por ele.

[offtopic]Como vc não tem o jogo Asdiar vou deixar pra vc em Spollier um guia rápido sobre as construções disponíveis na província ok? Ah sim vai estar em inglês.[/offtopic]

MINI-GUIA

[spoil][center][/align][/spoil]

O senador Gnaeus Calpurnius Ingenuus alegremente aceita a participação do senador Gnaeus Maximus na frente Roma Invicta! Seja muito bem vindo e te desejo muita sorte na administração da província da Magna Grécia! Que juntos levemos Roma ao topo!!!

Tiberius coloca-se num lugar mais alto e fala:

Senadores! Cidadãos! Irmãos! Somente unidos seremos fortes, somente juntos poderemos combater aqueles que duvidam do poderio romano! Juntem-se aos Populares, a onde juntos faremos um futuro, um futuro a onde os senadores não ficarão engordando enquanto a população morre de fome na calçadas em volta da Cúria, um futuro a onde o povo será sempre beneficiado, um futuro onde injustiças serão sempre punidas, um futuro de mudanças, de glória e de prestígio! Assim irmãos, unam-se aos Populares, a onde juntos faremos Roma ser a capital de todo o mundo conhecido!