Ajuda sobre os vassalos e leis.

Bom, eu estou aprendendo a jogar este game, assisti muito conteúdo no YT mas quando estou jogando o jogo simplesmente vira uma bagunça, não consigo aumentar a opinião dos vassalos para cmg, fiquei com metade da irlanda dominada por uns 20 anos (sem guerras, focado nos caras) e a opnião dos caras sempre -30 pra mais, até que uma rebelião tomou conta do meu pequeno ducado, e no fim fiquei como conde. Tem alguma coisa que melhore isso? Ah, lembrando que dei uns lugares no conselho para eles, e tipo mais me prejudicou isso pq eram muito ruins para estar lá. Preciso de dicas, pf.

E sobre as leis, não entendi como controlar elas direito, como funciona a de eleição? Como faço meu herdeiro ter um bom relacionamento com os caras também?

Aconselho veementemente a dar uma lida na enciclopédia online do jogo. A respeito de vassalos, eles têm este ótimo artigo. Sobre eleições, confira este.

A leitura pode ser mais entediante que os vídeos, mas torna as engrenagens e táticas do jogo bastante claras.


Agora, falando do meu ponto de vista concreto: não se importe muito com opinião de vassalo. Principalmente quando seu personagem ainda está no início do reinado -é natural que os vassalos não gostem de vc.

Basta, em todo caso, mantê-los fracos o suficiente. Isto é, evitar a concentração de condados em famílias específicas ou nas mãos de vassalos específicos. Em relação a eventuais conspirações: tranquilize-se com um bom spymaster, habilitando a função de parar automaticamente os plots. Também pode ser útil colocá-lo para investigar no condado-capital.

Sobre conselhos: evite nomear energúmenos apenas com o fim de agradá-los. Isso gera um spam de outras pessoas querendo assumir a posição do conselheiro inepto, com as quais você inevitavelmente perderá opinião.

Lerei sim.

Sobre o conselho, sei lá é muito bugado, ou tu agrada os caras, ou eles se rebelam, aquela função de tirar os caras de facção até agora não notei nenhum funcionamento.

Você se refere a desencorajar vassalos a participar de facções, através do spymaster? Eu já utilizei essa função algumas vezes, em geral com vassalos mais poderosos. Produz resultado de vez em quando.

Em geral, no entanto, isso não é importante. Se os envolvidos na facção têm poucas tropas, você não precisa se importar em agradá-los ou contê-los. Deixa a rebelião estourar, force o warscore até 100% e aproveite para revogar alguns títulos no final.

Se a facção tem membros fortes, então evite gastar com construções e guerras externas. Farme o bastante para contratar mercenários por uns 6-12 meses. Assim, a rebelião pode ser sufocada sem grandes problemas.

Também busque aprisionar vassalos que possam oferecer no futuro perigo. Excomunhão e plots são duas desculpas boas para se prender sem tirania. É óbvio que na maioria das vezes você não vai conseguir simplesmente prender o cara. Ele vai se insurgir, mas geralmente o faz sozinho. Após sufocar a insurreição, revogue tudo e entregue para outra pessoa ou, melhor, mande o vassalo para prisão domiciliar -assim ele vive bastante e permanece inofensivo, pois continua preso havendo sucessão de suseranos.

Claro que tento usar o spymaster, um cara com 800 de tropa, segundo os números sobre o condado dele, do nada me declarou guerra com 3k, perdi tudo, fiquei só com um condado. Muito obrigado pelas dicas. Já estou progredindo, formei o reino da irlanda, com quase 200 anos de game :s E ultima pergunta, compensa forçar vassalos? jogar em cima de clain tem dado dor de cabeça (200 anos um reino pequeno, e nem com todas as terras de direito)

Olha, não mto… todo caso, sempre é bom tentar usar a faquinha… cara já t odeia mesmo, q diferença faz se descobrir q tu tentou matar ele? rsrs

Às vezes eles contratam mercenários, às vezes são tribais (e assim possuem reforço dos vassalos), às vezes são pagãos (pegam tropas extras por prestige/piety), às vezes são as famigeradas “event troops”. Essas são as mais terríveis: spawnam de repente durante as rebeliões, e em grande número.

Por tal razão é bom manter 1-2k retinues na fronteira com o carinha beligerante, a fim de esmagar as tropas assim que surjam, mesmo que numericamente superiores (têm baixa moral).

Com “forçar vassalos” você se refere à nova CB que veio que a dlc Jade Dragon? Bem, eu não possuo essa dlc, então não sei como funciona ou se é viável. Mas existe a opção diplomática de “oferecer vassalagem”, que eu acho muito útil uma vez atendidos os requisitos -o mais determinante é ser suserano de direito.

Duas dicas: tente transferir vassalos diretos que estejam dando problema para outros vassalos, superiores. E tente casar seus familiares com os familiares de vassalos influentes, a fim de conseguir um tratado de não agressão (o que os impede de se juntar a facções).

Obrigado pelas dicas, já estou progredindo. E comecei a usar esse negócio de casar meus filhos (para mim eles eram úteis em diplomacia externa tanto que uns morriam sem casar com ngm :s). Uma última pergunta :s asjfdmkl… Desculpe, mas como funciona usar clain de pessoas que chamo de outra corte (sei usar) mas eles não se tornam meus vassalos, e nem aceitam se tornar mesmo eu sendo de ranking maior… Ah, sou tribal,será que é isso?

Só um cara morreu pela faquinha, armado por mim e morreu no momento errado adjsfkma ¬¬|

Ao declarar a guerra é possível observar as condições para que o claimant se torne seu vassalo -a própria caixa de diálogo explica.
É o seguinte:

O pré-requisito básico para que exista vassalagem é que o novo título do claimant seja inferior ao seu.

Cumprido esse pré-requisito, passemos às condições propriamente ditas:

  1. O claimant ser da sua dinastia; ou
  2. O claimant já ser vassalo seu; ou
  3. O novo título ser parte de jure do seu reino/império.

Agora nem importa, perdi meu reino, por causa de um Herdeiro sem a menor capacidade, todo mundo se rebelou e perdi a guerra ajfmafsdf, ficar uns dias sem jogar, só assistindo

:hehe :hehe :hehe

Acontece…

Sim kkkk… comecei outro game de condado, na frança 22 anos pra uma claim, o rei entrou em guerra com o hre, e perdeu… resumindo fui anexado e perdi o game asklafsal, frustração hard

Começar de conde é o melhor… Tem um ali pelos Alpes q já fiz uns jogos legais…

Sim, gostei de jogar de conde, o problema é essas claim saindo em 22 anos, 20 anos, no outro game que formei um reino, uma claim passou por 3 reis pra conseguir