Akihito expressa remorso por papel de seu país na 2ª Guerra

[center]Imperador do Japão expressa seu “remorso” por papel na II Guerra[/align]

[center]O imperador Akihito e a imperatriz Michiko, no sábado em Tóquio. / KIYOSHI OTA (EFE)[/align]

[size=150][justify]O imperador japonês, Akihito, abandonou neste sábado seu discurso habitual no 70º aniversário do fim da II Guerra Mundial na Ásia. Em uma aparente correção a seu primeiro-ministro, Shinzo Abe, que na sexta-feira expressou “o mais profundo pesar”, mas não pediu desculpas expressas pelo papel do Japão no conflito, o soberano declarou um “profundo remorso” pelos atos de seu país naquele tempo.

“Refletindo sobre nosso passado e tendo em conta os sentimentos de profundo remorso sobre o conflito passado, espero sinceramente que os desastres da guerra jamais se repitam”, declarou Akihito na cerimônia em memória aos mortos no conflito, 70 anos depois de seu pai, Hirohito, anunciar a rendição de um Japão abalado pelas bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki.[/align][/size]

Mais em: http://brasil.elpais.com/brasil/2015/08/15/internacional/1439618472_856432.html

[center][BBvideo 640,400]http://www.youtube.com/watch?v=qiVtEvY9x1I[/BBvideo][/align]