Barão de Mauá

[web 100%,600]http://www.e-biografias.net/barao_maua/[/web]

Sempre gostei do Barão de Mauá. Um visionário realmente, mas não deveria ter ajudado o inimigo financeiramente.

Como eu odeio esse filme… Na verdade, apesar de dizerem que ele era um visionário liberal, existem registros e relatos que dizem que ele não era tãão liberal quanto dizem. Como que ele colocava escravos para trabalhar nas fabricas, e que não exitava em puni-los severamente, sem falar que ele tinha intima ligação com o tráfico em si, através de sua ligação com a Carruthers & Co. que mantinha negócios com o maior traficante da época… Outra mentira é de que o Imperador tinha inveja dele e trabalhou ativamente pela falência dele. Na verdade, falências dele foram, mais provavelmente causadas por causa das praticas de incentivo estatal que aumentou a concorrência na indústria, portanto, Mauá deixou de ser monopolista na indústria. Além de que foi criado nas duas ultimas décadas do Império uma grande politica de austeridade e controle fiscal além de controle da economia, num caminho mais nacionalista. Isso foi um problema para o Visconde. Enfim, Mauá foi como Tiradentes, uma exacerbação post mortem.

Mas, de certo não sabiam que os negócios dele iam ficar difícis ou então falir, se o Império fizesse estes incentivos?

Os negócios dele ficaram piores, mas, as outras indústrias e empresas cresceram. Ele simplesmente lucrava muito da exclusividade das empresas dele. Quando novas empresas passaram a crescer e prosperar, ele não teve mais a exclusividade.

Acabei de ver no FB, hehe…

Sim kkkk eu adoro essas imagens, elas tornam mais ilustrativo o que muitos já sabem.
Antes de acreditar nos filmes da globo, o pessoal deveria ver o histórico da mesma.

E novelas…mtos juram de pés juntos e até brigam se alguém falar q a relação questão abolicionista/monarquia/republicanos não era como vista em Sinhá Moça…

Nem me fale, essa ideia de que monarquistas eram escravocratas, é a coisa mais idiota, a própria Família Imperial não possuia escravos e a própria Princesa Isabel solicitou em um de seus aniversários a soltura de 50 escravos.
O Grupo de Roberto Marinho é uma das piores coisas que já aconteceu ao Brasil, essa doutrinação deles me deixa enojado.

Somos dois então.

Para os que gostam, recomendo a leitura da biografia do Barão de Mauá escrita por Jorge Caldeira. O nome do livro é Barão de Mauá, o Empresário do Império, da editora Companhia das Letras. Um ótimo livro, garanto que irão adorar !

1 Curtida