[Batalha] A tomada de Aldeia Del Valle

[spoil]Segue as regras que o Phil postou e não estou bêbado, além disso, quem está em la luna não participa ou terá de deixar la luna para lutar aqui.O GM, por enquanto é o mazocam[/spoil]
[font=cursive][size=150] Na calada da noite a população de Aldeia del Valle se reúne na frente da guarnição da vila, a população local está revoltada com a falta de protecionismo com os produtos locais e com o fato de as importações de cachaça e de bovinos locais estar extremamente baixo e o imperador comprar apenas do exterior do império, deixando a vila falida.Mas os vilões não estão não apenas querem que seus produtos sejam comprados, eles já estão cansados; cansados de o governo nunca os ouvirei e cansados de não serem ouvidos por aqueles que disseram que iriam destruir o imperador mas não os ajudaram, decidiram então escutar uma voz dissente, Lord Loko um dos maiores filósofos do império, mas desconhecido por todos.Ele estava insatisfeito tanto com os rebeldes tanto com o império porque ele precebeu uma coisa:Segundo ele, os lideres políticos são sempre a mesma coisa mesmo que o governo mude: Há sempre um líder(chamado por LK de déspota) e “seu ajudantes”(senados,conselhos,etc) chamados por ele de Oligárquicos.Também, segundo ele, o povo nunca teria liberdade e sempre seria “escravizado” pelos déspotas, mesmo que entrassem por meio de uma revolução “do povo”.A solução seria criar uma “Zona Livre” em que a população se auto-gerencie e seja democrática, sem a intromissão do governo, apenas o povo faz suas escolhas.

Após a população destruir a guarnição, os soldados preparou-se para a batalha, construiu barricadas em todas as entradas e colocou vários canhões como defesa, ele também construiu 3 trincheiras externas e colocou lanças externas nas 2 primeiras, na 3 terceira mais próxima, ele colocou as novas 3 gatling guns que tinham chegado ha 3 dias atrás.As tropas(contando com os vários voluntários de outros lugares) somam-se como 500 homens para a batalha formados sem organização especifica, após algumas conversas, chegou-se ao acordo que haveria 3 batalhões de uma divisão maior.
Após isso os soldados gritaram e se preparam para a batalha.[/size][/font]]


As barricadas anarquistas

O povo ira até a liberdade ou a liberdade irá até o povo-Lord Loko

[spoil]Legendas:
Vermelho-Barricadas
Amarelo-Trincheira interna
Laranja-Trincheira do Meio(fora de escala)
Azul-Trincheira externa(fora de escala)
Rosa-Canhões
Roxo-Gatling guns
Marrom-Estruturas[/spoil]

[offtopic]Tá me explica, como é que uma aldeiazinha vai ter canhões?
Edit: Antes de começarmos precisamos de um GM, inicialmente será só eu e você Loko[/offtopic]

[offtopic]a guarnição recebeu canhões em caso de uma invasão, aldeia del valle tem valor estratégico[/offtopic]

[b][size=120][font=Century Gothic]

[/font][/size][/b]

Eu estava sentado na Les Ami tomando o meu desjejum matinal quando um Oficial da Gendarme adentra o local e ofegante me diz “Senhor recebemos o relato de que uma força hostil desconhecida tomou uma pequena aldeia chamada Del Valle na Província de Gesébia”, de imediato me levanto e ordeno ao soldado que reúna os 320 guardas, prepare os cavalos e coloque as 4 metralhadoras usadas na Intentona em um trasporte , alguns segundos depois me lembro de algo importante,“Soldado vá ao Quartel da Gendarmeria e mande os oficiais trazerem a berta, vamos marchar para Del Valle.”

[center]Gendarmes se preparando para Marchar para Del Valle.[/align]

Um batedor é enviado para uma patrulha em caso de reação. Alguns soldados se organizam na trincheira externa, outros na interna para usar as gatling guns e outros nas barricadas perto dos canhões para estar preparado para ação, pois é óbvio que há soldados vindo.

Após algumas horas nos colocamos em movimentação, pedi ao soldado que estava ao meu lado um relatório e o mesmo me deu uma folha com todas as tropas, “huum, ótimo todos os soldados estão preparados, os cavalos estão de prontidão, metralhadoras embarcadas e a berta está em posição, Soldado vamos para Del Valle, marcha padrão, mande 3 hussardos acelerado para a frente das tropas, quero que fiquem de olho pois o inimigo pode ter colocado armadilhas ou mandado batedores.”
Penso muito sobre a experiencia que adquiri com os combates em Gardennia e decido dar uma ordem ao capitão, “Capitão vamos inovar, quero que montem uma metralhadora em cima de uma das carroças de quatro rodas, se virmos algum rebelde poderemos atirar dela mas quero no minimo 5 soldados protegendo a.”

[center]Gendarmes marchando em direção a Del Valle.[/align]

Após algumas horas o batedor volta, ele avisa que há 3 hussardos vindo. Eu mando um esquadrão de 5 homens na cavalaria para o ataque.

Diário dia 2:
Continuamos a avançar, os Hussardos relatarem ouvir barulhos estranhos e encontraram alguns rastros, ordenei ao Capitão Forrest que mandasse mais 10 de nossos hussardos para a linha de frente e deixe os homens de prontidão pois em algumas horas chegaremos ao nosso ponto de comando, o Sargento Valdore relatou haver fumaça vindo da Aldeia, provavelmente os guardas resistem como podem a esse ataque covarde.
Os soldados estão respondendo como eu esperava, com dedicação e obediência, já traçamos uma estratégia que esmagará as defesas do sudeste e permitira um ataque direto a prefeitura, eles não saberão oque os atingiu.

GM - [font=Arial][size=110]Adendos:

Wellington;

  • Cuidado ao postar sobre o plano de ataque. Você não chegou a vila para saber como a mesma esta fortificada. Quando você menciona que já tem uma tática de ataque, parece que já esta a par de toda a situação.

Sobre o possível combate entre os 5 da cavalaria e os 10 hussardos. Imaginem a situação.

LordLoko; Descreva como são estes cavaleiros. Se portam lanças, se portam algum tipo de rifle. É importante.

Sobre o combate:

Ex de postagem:

Player 1

“Estava no inicio da tarde. O sol estava bem no centro do céu. Maldito era aquele campo aberto. Poucas árvores, a brisa vinda do mar mal refresca a mim e meus cavaleiros. A cerca de 1000 metros vejo um grupo de dez cavaleiros. Pareciam hussardos, cavaleiros armados com pistolas leves em punho. Conto dez, somos apenas cinco. Eles estão perfilados. Tudo o que temos são rifles roubados da Gendarmeria. Decido descer dos cavalos e logo meus homens o fazem. Carregamos nossos rifles, aguardando a aproximação de nossos adversários. O tempo era crucial. Atirar no momento certo poderia ser 5 inimigos a menos. Corremos até um pequeno elevado de terra, próximo a estrada. Deitamos na grama e apontamos nossas armas para os inimigos da revolução”

Player 2

" Seguíamos perfilados em duas colunas de cinco cavaleiros cada. Com armas em punho, cavalgávamos atentos a qualquer movimentação. O campo aberto poderia nos livrar de uma emboscada, mas seríamos alvos fáceis de possíveis atiradores. Algo a centenas de metros a minha frente chama a atenção. Vejo alguns cavalos soltos, mas devidamente selados. Montarias. Mal tenho tempo de gritar - Alto… - E o zumbido de tiros de rifles cortam o campo. Abaixo no dorso de meu cavalo, mas três hussardos mal tem tempo para algo e caem no chão, feridos. O barulho assusta os cavalos, que relutam em manter se quietos. - Malditos! - Exclamei, e sem delongas - Avançar homens, avançar! - E saíamos em trote, correndo a frente. Os atiradores só poderiam estar a nossa frente, seria o mais provável. O pequeno monte de terra próximo aos cavalos seria o mais provável. Atiramos com nossas pistolas enquanto avançávamos. Ferozes, não poderíamos morrer ali. O império precisava de nós."

Player 1

" Derrubamos três, mas restam sete. E avançam com fúria em nossa direção. Malditos rifles. Antigos, até recarregarmos eles já estariam sobre nós. 5 contra 7 era injusto, mas melhor do que 5 contra 10. Atiraram sem sucesso com suas pistolas, não nos acertaram. Acertaram dois cavalos, malditos sejam! Só nos resta pegar nossas lanças e esperar. Atacar uma cavalaria treinada seria suicídio. Meus homens, “cavaleiros” não passavam de cidadãos que sabem montar. Os cavaleiros estão a poucos metros. Com nossas lanças, subimos a pequena elevação de terra e corremos contra eles com a lança em mãos. Mas, seria suicídio?"

Player 2

" Loucos, só posso pensar nisto. Cinco homens com lanças nas mãos correndo contra nós. Alvos fáceis. Descarregamos nossas pistolas sobre aquele pequeno grupo. Tão próximos estávamos, que somente tenho tempo de puxar a rédea de meu cavalo, mirar e atirar. "

Player 1

" Fomos presas fáceis. Fui atingido, na barriga. Caio no chão, com as mãos sobre o ferimento. Aquela lança, improvisada, de nada nos serviu. De relance, vejo meus companheiros caírem ao meu lado. Sinto muito, meu líder… Falhamos "

Player 2

" Com todos os atacantes no chão, descemos de nossos cavalos. Ordeno a um de meus soldados que verifique se há alguém vivo. A outro aponto os cavalos que ainda estavam perto, para que os buscassem, para levar ao nosso comandante. Além do mais, levariam os feridos. Há apenas um vivo, ou que julgamos que poderia sobreviver. Amarramos suas mãos e pés e colocamos sobre o dorso do cavalo. Iriamos voltar. Outros três cavaleiros montaram em seus cavalos e partiram para ver a condição dos hussardos feridos. Quando me aproximei deles momentos depois, estavam todos mortos. Levaríamos seus corpos de volta. Assim como qualquer coisa que poderia ser usada por forças rebeldes. Nem mesmo as lanças deixamos. Os corpos dos quatro rebeldes mortos deixaríamos ali mesmo. Com o rebelde ferido, levaríamos ele até nosso comandante. Talvez ele queira colaborar, isto é, ele têm que cooperar. "


Este é o RP Interpretativo. Leva em conta a realidade da situação. Hussardos levam armas leves, como pistolas e um sabre. Rebeldes, já que não há descrição de como são, é mais provável que usem o que provavelmente tem em mãos. Levar a postagem anterior em consideração. Se o adversário esperava o momento certo para atirar, tome para si este fato, já que esta esperando você se aproximar. Você se aproximou e aceitou o dano, assim como o adversário tomou o dano também. Não é sempre ganhar e sempre perder, é se adequar.

___________________________________________[/size][/font][/b][/b]

[offtopic]Gente… esta quest não tem autorização dos GMs do IG para ocorrer, pelo que sei. Ou tem?

Aldeia Del Valle fica no meu Ducado… e ela não é assim como descreves e não esta passando por tais coisas.

Assim não conseguiremos organizar o IG. Temos que definir um monte de coisas ainda, e precisamos da colaboração de todos… demarcar as terras, aferir as distâncias, explorar tudo e cartografar…

Isso é importante para o RP futuro…[/offtopic]

[offtopic]Verdade Phill, se o Loko concordar irei apagar está quest ou move la pro arquivo para outra hora retomarmos.[/offtopic]

[offtopic]ok, pode mover para o arquivo,não tenho nehum problema.
EDIT:mas coloque alambiques, alambiques são legais[/offtopic]