[Civ5] IAAR: A Grande Jornada

Bem vindos á minha mais nova tentativa de criar um IAAR (Interactive After Action Report), ou simplesmente AAR interativo. A minha proposta é deixar que vocês, participantes, definam o destino de uma civilização, seja para sua glória ou destruição. A cada update, eu descreverei a situação da civilização escolhida (que no caso será o Brasil) e irei propor algumas escolhas, que definirão o rumo que o jogo irá tomar. Embora serei eu a jogar, cabe a vocês tomarem a decisão final. Votações serão realizadas caso vocês não cheguem a um consenso, e os planos propostos por mim podem ser modificados de acordo com a necessidade. Lembrem-se: Embora ganhar seja prazeroso, devemos manter, ao menos um pouco, um certo nível de Role Play.

[center]Índice[/align]

[center]Capítulo 1: O Início
Capítulo 2: Um Encontro Nada Amigável
Capítulo 3: Oligarquia: Um Governo para Poucos
Capítulo 4: Silêncio Diplomático
Capítulo 5: Assunto de Realeza
Capítulo 6: O Reinado de Henrique Silvano I
Capítulo 7: O Reinado de Guilherme Silvano I
Capítulo 8: O Reinado de Guilherme Silvano II
Capítulo 9: O Reinado de Olívia Ramos[/align]

[center]O Início[/align]

Durante muitos anos, um povo vagou pelo mundo, vivendo da terra e nunca estabelecendo um lar definitivo. Porém, um grupo de pessoas proeminentes surgiu entre eles, e os guiou até uma terra quente e agradável, ás margens de um caudaloso rio e próxima de belas prias de areia branca, cercadas por uma vegetação verdejante. Satisfeitos com sua descoberta, eles fundaram, no topo de uma colina, uma aldeia conhecida como Rio de Janeiro. E é aqui que a saga do povo brasileiro tem seu início…

Definições de Jogo: [spoil][/spoil]

Turno 0: [spoil]

Localização da Capital

Opções de Produção da Capital

Opções de Pesquisas

Políticas Sociais[/spoil]

A construção da nossa gloriosa capital, Rio de Janeiro, está concluída. Qual será o nosso próximo passo?

[center]Sugestão dos Guerreiros da Aldeia[/align]

Mineração deverá ser pesquisada com prioridade, seguida por Trabalho com Bronze e Tiro com o Arco. A unidade de Guerreiros deverá ser enviada para explorar o Leste. Rio de Janeiro deverá produzir um Trabalhador, depois um Batedor. Assim que possível, Brasil deve adotar Honra como Política Social.

[center]Sugestão dos Sábios da Aldeia[/align]

Cerâmica deverá ser pesquisada com prioridade, seguida por Escrita e Calendário. A unidade de Guerreiros deverá ser enviada para explorar o oeste. Rio de Janeiro deverá produzir um Batedor, depois um Monumento. Assim que possível, Brasil deve adotar Liberdade como Política Social.

[center]Sugestão dos Comerciantes da Aldeia[/align]

Criação de Animais Domésticos deverá ser pesquisada com prioridade, seguida por Cerâmica e Calendário. A unidade de Guerreiros deverá ser enviada para explorar o sul. Rio de Janeiro deverá produzir um Monumento, depois um Batedor. Assim que possível, Brasil deve adotar Tradição como Política Social.

Então, grandes líderes, que caminho o grande povo brasileiro tomará?

A decisão deverá ser tomada até quinta-feira, próximo update será na sexta-feira. As decisões aqui tomadas valerão por 15 turnos de jogo.

Devemos seguir a proposição dos Sábios.

Devemos seguir a sugestão dos Sábios.

A sugestão dos Sábios me parece mais… sábia. :hihi

Sugestão dos comerciantes xD

A sugestão dos sábios é a mais plausível.

Sugestão dos comerciantes

Para acelerar as coisas, vou adiantar o update para amanhã. Se não votou ainda, você tem até hoje para faze-lo!

Acompanhando, bela iniciativa

so uma duvida nos os participantes temos como propor certas alterações no plano de ações coisa como :

Invés de pesquisar cerâmica,calendário,escrita para cerâmica,mineração,calendário . Obviamente com o consentimento dos outros participantes e tals (algo bem democrático)

Respondi sua pergunta em outro tópico :slight_smile:

A Sugestão dos Sábios foi a mais votada. Esperem um Update logo. Lembrando que, na próxima votação, será possível mudar de planos, caso os sábios não tenham se mostrado tão sábios assim…

Cara grande IAAR , vamos ver onde levamos essa nação (a partir da próxima rodada eu posto oq acho, n tinha visto antes)

[center]Um Encontro Nada Amigável[/align]

Eis nossa pequena aldeia do Rio de Janeiro, no nascer do quarto milênio AC.

Subindo o rio, em direção a sudoeste, os guerreiros deram de cara com os Árabes.

Investigando ruínas, adquirimos a tecnologia de Criação de Animais, para a felicidade dos comerciantes da aldeia.

No extremo leste, os batedores descobriram uma tribo bárbara.

Cerâmica é finalmente descoberta.

Mais descobertas: Mapas indicando as terras a oeste, uma misteriosa porém abandonada cidade feita de ouro, e sobreviventes de uma vila em ruínas, que foram prontamente levados para habitar a Capital.

Os guerreiros encontraram batedores gregos, que prontamente chegaram nas ruínas á nossa frente, privando-nos de nosso prêmio.

Alguma diplomacia de fato ocorreu: os Árabes nos ofereceram um acordo (que foi prontamente aceito, visto a falta de políticas diplomáticas até então) e os Gregos encheram os sábios de consternação e ira, com suas denúncias infundadas e inesperadas. Logo eles, que roubaram nossas ruínas!

Turno 15, 3400 AC, Situação Atual: [spoil][center]Terras Exploradas[/align]

[center]Rio de Janeiro e Arredores[/align]

Nota-se aqui que eu iniciei (e já quase terminei) o recrutamento de outro batedor. Como esqueci de oferecer um terceiro item na lista de sugestões (erro meu, lamento) resolvi optar por isso por consumir poucos turnos. Jogando e aprendendo.[/spoil]

Certamente a denúncia dos Gregos pegou o povo brasileiro de surpresa. Alguns receiam que novos cursos devam ser tomados… Mas tal decisão cabe a vocês, líderes.

Nestes tempos de incerteza, pouco se sabe do amanhã… Escolham com cuidado, líderes brasileiros!

Próximo update na sexta-feira, portanto votem até quinta. Deixem também seus comentários, recomendações acerca da narrativa e opiniões em geral! Lembrando que os termos propostos pelas facções podem ser alterados, principalmente os que se referem á diplomacia, á sua própria conta e risco, embora eu prefira, no máximo, pequenos remendos e ajustes, caso contrário o sistema inteiro ficará bagunçado e confuso…

Sigamos a proposta dos Comerciantes.

Queria aproveitar a chance para dizer que vocês devem se sentir livres para nomear a geografia local… O rio próximo ao Rio, por exemplo :stuck_out_tongue:

Se não o fizerem, eu mesmo o farei, quando for necessário. Mas sou péssimo com nomes…

Sugestão dos comerciantes.

Proposta dos comerciantes. Mas reconciliação com os gregos só se não nos custar algo, se não devemos denunciá-los.

proposta dos comerciantes concerteza

Apoio os comerciantes e sou a favor da paz com os gregos.Pelo menos por hora…

[center]Urgente![/align]

O ciclo de 15 turnos foi interrompido do turno 21 (era para ter acabado somente no turno 30) pelas seguintes razões:

-Necessidade de escolher um Panteão para seguir.

[spoil]Escolham um desses. Chequem o primeiro comentário, porque lá há outros três (BNW)[/spoil]

-Necessidade de escolher a próxima política social.

[spoil]Aristocracia (+15% Production when building Wonders (any Era) and +1 Happiness for every 10 Citizens in a City) ou Oligarquia (Garrisoned units cost no maintenance and cities with a garrison gain +50% Ranged Combat Strength), sendo que esta última leva a Legalism que por sua vez possibilita Monarchy e Landed Elite.[/spoil]

-Necessidade de discutir a nossa posição diplomática quanto á recèm descoberta Cidade Estado de Tyre.

[spoil]Protegeremos essa Cidade? Tentaremos comprar sua boa vontade, ou realizar suas quests?[/spoil]

-Necessidade de rediscutir a produção na Capital (Rio de Janeiro), devido ao fato de ser impossível construir a Caravana.

[spoil]Não pude construir Caravana porque não há nenhuma rota comercial possível ainda xD. Passei para o próximo item da lista, Celeiro, e agora preciso que vocês redefinam o novo próximo item…[/spoil]

Depois destas questões serem resolvidas, postarei o update para que possamos seguir em frente com o jogo.