[CK]Champagne - A ruína dos Mouros

Configurações do Jogo:

Crusader Kings: Deus Vult

Configurações:

Por enquanto é isso pessoal logo posto o 1° capitulo, vou jogar mp civilization com o Tony por isso só posto amanhã.

Opa!!!

Cheirinho de AAR boa novinha, saindo do forno.

Acompanhando.

Preimeira vez que vou ver uma AAR de CK.

Acompanhando.

Acompanhar-te-ei nessa campanha.

Ano 1066 Consolidação de Champagne Mouros. Na Península Ibérica, esse nome representa medo e desespero, mas oque nós podemos fazer? Eu digo a vocês: Nada, os mouros são extramamente fortes, e a cada dia um navio desembarca na Prenínsula Ibérica abarrotado de arábes... Mas há uma solução para expulsarmos os Mouros da costa, e conquista toda parte norte da África... Unir o mundo europeu, que está dividido e guerreando entre sí enquanto os mouros invadem condados, ducados, destroem reinos inteiros... Mas eu! Eu vou mudar isso e quem sou eu? Eu sou o Duque de Champagne claro. Nosso ducado está com uma ecônomia enstável, mas ainda tenho medo em que entre numa crise, para acumular tesouros ordenei uma pilhagem!

*** Nossas terras concedidas pelo Rei da França é modesta. Pequenas vilas, um pequeno castelo. Ninguém espera que esse pequeno ducado irá conseguir uma extensão territórial enorme... A costa da Península Ibérica, e o norte da África. Descrição... Creio que vocês querem conheçer a história do nosso ducado, mas creio também que queiram saber como ele é. Terras: Nosso ducado e rodeado por florestas, e pastos verdes, um orgulho para os fazendeiros locais, que tiram o seu sustento da terra. As árvores tem galhos altos e fortes, com folhas verdes, os troncos são duros como pedras, existem vários rios em nossas terras, onde existem muitos peixes, a unica coisa que posso resumir é: Terras pequenas, sim pequenas. Mas ricas. Castelo: Não é um castelo grande, nem todos são. Suas muralhas são feitas de rochas negras, com um portão não muito grande de madeira. E quando você passa pelo portão você se depara com um grande espaço ao ar livre onde se ver uma forca. Mas na maioria dos dias há muitas pessoas aqui. Vendendo mercadorias, e vendo alguém ser decepado. Nos lado há escadas para os guardas irem para as muralhas, indo mais para o norte, você ver outro portão, entrando nele há um corredor iluminado por archotes. Indo mais a frente á uma parede sólida, mas dos lados esquerdo e direito, existem duas escadas. Subindo pela direita, você se depara com uma sala luxuosa, com vários móveis e comidas. Um arco pleno-cintro. Lá fica meu quarto. Mas é claro não descreverei ele pra vocês. Subindo pela esquerda, você se depara com uma sala não muito bonita, aqui é onde ficam os empregados do castelo, não tem quartos, eles dormen no chão.

Muito show Lacto, boa narrativa, boa criatividade.

Enquanto estiveres editando, post um mapa da peninsula, ou do lugar em que seu pais se encontra, pra eu poder me localizar.

Hmmm, guilhotina foi inventada na Época do Terror, na Revolução Francesa.

Capítulozim modesto demais.

Acompanhando heim! Acho que AAR do Ck é uma boa heim. Precisamos de mais completas. É dureza mas aguente firme!

Brigado pelo apoio, jogar CK é realmente complicado, ainda mas eu que num sei jogar direito. Vou editar o primeiro capitulo hoje. Falar sobre os vassalos e sobre a familia do meu Duque. O mapa total, postarei no 2° cap, não se preoculpe Couto xD. Essa aar vou demorar um poquin pra atualizar, vai começar os testes… Denovo, estudar se não eu posso reprovar.

É, bom, acompanhando. Espero que essa seja a primeira de CK terminada (já teve uma?) xD*

Mestre de um Porco. Meu título é: Duque de Champagne, mas meu título verdadeiro é: Mestre de um Porco.... Devem está se perguntando quem é o maldito porco... Eu digo quem é, ele se chama: Geoffroi, um maldito conde que está pouco se importando se o mundo vai ser dominado pelos Mouros, a unica coisa que ele faz e comer, e dormir com prostitutas, apesar de tudo... Suas tropas são bem treinados, são de extrema importância para uma batalha. Um desafio grande... confiar minha vida as suas tropas, que o obedecem como se ele fosse um Deus, mas a hora dele chegará um dia... Vassalo: Geoffroi: Agora escrevo neste pedaço de papel, uma das partes mais inúteis e fedorentas de minha empreitada:

A minha linda e maravilhosa família:


*Um homen com uma camisa verde escuro, meio manchada... Talvez do tempo, e uma calça vermelha listrada entra na sala onde o Duque está escrevendo e relata a seguinte notícia: '' Senhor um de seus filhos... Está brincando com uma criança ér... Da massa, oque devemos fazer?'' O Duque fica pensativo... Mas não pode deixar isso ocorre, se um de seus herdeiros de envolver com um da massa, seu prestígio caíra... Ele ordena que ele seja separada daquela criança imediatamente.


Hohoho! Uma novidade: Um de meus filhos, ele começará a estudar mas em que? Que tipo de educação devo dar a ele?
O Duque pensa em seu filho e sobre oque ele gosta e finalmente da um sorriso e volta a escrever.
Os cleros cuidaram dele, que Deus o abençoe...

Termino aqui o primeiro capítulo do meu livro.

Boa Lacto, gostei da sua AAR. Uma iniciativa legal. Agora só evite usar muito as reticências (…) e fazer frases muito longas. Não tenha medo do ponto final.

Geoffroi, é um conde não duque. além disso ele parece ser leal. mas se vc ficar usando as tropas dele muito ele fica desleal

Muito legal Lacto, estou muito empolgado com sua AAR, ainda mais por umn game diferente, que eu nunca tinha visto.

Bem legal Lacto, só tente padronizar a fonte das letras.

No mais ta show.