[DES] - Como escapar da Síndrome Alemã e ganhar o jogo.

Pois bem, eis a resposta que todos queriam, méritos e desenvolvimento de Nader, Gaz e Bison (assim ninguém fica trsite rs). Vc precisará se utilizar de um bug do HOI 3, ou não como quiserem, pra mim é BUG, pra alguns não é bug, se não for, seria nerfing, ou explorar uma decificiência do jogo e é assim.

Para escapar da Síndrome alemã é bem simples, não importando quem esteja de URSS. Os passos são simples:

  • A Alemanha só pode dar uma única DOW em 37 no UK
  • rapidamente anexar o UK, isso é muito importante o UK deve ser anexado e não ido para exílio, ele tem que ter dado GIVE UP
  • o pulo do gato é ele dar Give Up, e para forçar o UK a fazer isso, é preciso atacar os allies cedo, onde só há a França como allie decente para adotar o UK em exílio e a França deve ter sido derrotada e aceitado a Vichy
  • tb é preciso quebrar a cadeia de eventos que envolve o Sudetland e o Danzig or War, senão ocorre um eveto de give up, e o UK sai da guerra antes de ser anexado, neste momento outro país grande como a França ou os EUA assume a alliança e o exílio do UK
  • uma vez o UK anexado, e SEM UM PAÍS PARA LIDERAR A ALIANÇA E ACEITAR O EXÍLIO DO UK, os allies desfeitos, para o jogo não existe a aliança allies mais. E aí ocorre o aprisionamento da URSS

A URSS ainda não pode dar DOW neste momento, está tentando a abaixar a neutralidade e aumentar o treath e neste momento ocorre a maravilha. Deste ponto em diante qualquer nação que entrar em guerra com a Alemanha será “forçadamente”, sem opção de escolha para o player sociético, a entrar num front unificado com o Comitern, isso que dizer que a URSS lidera a guerra, mas não recebe um aliado.

Por exemplo: Ger DOW na Polônia, Polônia puxa a URSS pra guerra contra a Alemanha, Polônia + URSS estão unidas na guerra contra a Alemanha, mas não são aliados era o “In War together” do HOI 2, nesta situação, a Polônia não pode receber mais DOW na URSS, não há a opção, mas também não age como um aliado, e não supri as tropas soviéticas. As tropas soviéticas nesse caso em cima da Polônia primeiramente, seriam supridas por Moscou. A URSS ainda pode se expandir, somente após ultrapassar o território polonês e conquistar um alemão.

Entretanto e se a GER der DOW, no mundo ? Desta forma a URSS nunca mais expandirá seu território, se não for contra um axis, a URSS nunca anexará a China por exemplo, pois ela estará em front unificado com o Comitern , contra a Alemanha, mesmo não tendo nenhum front terrestre com a GER. Usando desse artifício, a GER então dá DOW em toda a Ásia e literalmente tranca a URSS em seu próprio território, algumas vezes nem sequer o suply de Moscou chega, aviões e naviões tb costumam ter problemas. Se o aliado de front unificado estiver overseas, suas tropas nunca receberão suplies, nem seus nem do “aliado”.

Fazendo este jogo e explorando essa deficiência é possível travar a URSS e sair pelo mundo afora, de Alemanha conquistando tudo, sem sequer receber uma DOW da URSS, easy mode gentlemen. Entretanto, só possível num MP onde UK é AI, um player de AI conseguiria defender a ilha pra começo de conversa e tudo continuaria bem.

A solução: tecnicamente só a URSS sozinha não é possível solução, mas se for considerando isso um exploit, a solução é o edit do save onde o UK seria dado como exilado num país qualquer, como a França na África que ainda existe e tb editar a aliança allies e deixá-la como alive, “live=yes”. Aí sim tudo daria certo. É difícil uma HR pra isso, o melhor seria edit mesmo.

Legal… mas é Bug.

E uma HR simples é não desembarcar na ilha antes de Gibraltar e Suez controlados (se for AI).

BISON tive a pensar nisto e…

Até faz lógica!
Na segunda guerra mundial os países por serem atacados alinhavam contra o eixo apoiando as facções que estava contra Aliados ou comité e é uma realidade que quando terminou a guerra os países que foram atacados. Á medida que a URSS avançava na Europa contra o Eixo os países continuavam a existir. Jugoslávia, Republica Checa, Polónia.
Agora o que pode ser feito pelo o líder da facção é declarar guerra nos países da mesma facção e anexação ou união de recursos. Como se formou a URSS.

gostei da solução em atacar o UK primeiro, mas o resto é exploit da engine do jogo, nem tem graça usar isso.

e sobre HR

danen-se HRs

HR só serve para direcionar o jogo para situações especificas, chatas e geralmente desbalanceadas.

Por isso q tô esperando o Abismo.

vcs se apegam demais em numeros

quando na verdade, num MP com alguns jogadores, o que devia levar em conta são as seguintes equações:

*quais players estão no jogo
*paises dos players em questão
*diplomacia off-game

Olha Gaz, nessa divisão mundial, a URSS tem vantagem de manpower de longe, sei disso porque URSS + leste Europeu + China + Índia dá uma ganho de uns 160 de manpower e o resto do mundo não consegue ultrapassar 70, de leadership a Alemanha tem uma vantagem, mas sabemos que a Escandinávia cai, e aí fica mais para a URSS. De qualquer forma Gaz, a gente sabe que o mundo não vai ser dividido assim,só se for feito um mod, etc, mas não vejo graça nisso, entretanto voltando mais a realidade, eu acho que no nosso save temos que puxar mesmo o EUA pros allies oque estraga o jogo mas , só achei essa solução.

Andei pensando, em várias coisas vejam oque acham. Nunca se falou tanto em GER vs URSS e equilíbrio como no HOI 3, e minha posição é deixar o jogo realista, ou seja, não é para ter equilíbrio, uma nação deve ser boa numa coisa e outra em outra, deixando as nações mais atreladas ao que eram mesmo na época da WWII, e se isso significarque a URSS seja quase imbatível, que seja, eu não vejo o problema nisso. Estive jogando o DH, e vendo uma diferença que talvez esteja criando tanta discução. No HOI 2, quando uma nação se expandia, ela fazia de forma mais lenta, seus recursos aumentavam em média 25% do que conquistava, inclusive o IC, e não havia ganho em pesquisa, + o efeito no TC e partisans, meio que obrigava o cara e escolher nações puppets a liberar, no HOI 3 não é assim.

No HOI 3, aproveitamos % bem maiores do potencial das terras conquistadas e ganhamos leadership tb com isso, oque acontece no meu ver, é uma progressão geométrica muito desequilibradora, por exemplo o ponto de desequilíbrio é ultrapassado muito rápido, em questão de anos o jogo meio que está definido. Por exemplo, se a Alemanha tem que enfrentar um player de UK bom, a Alemanha é meio obrigada a barganhar com a URSS no leste, e assim que barganha forçosamente e a URSS pega o leste e a Escandinávia, o resto dos players tem pouco tempo pra tentar virar a situação, senão não dá mais. Na minha opinião o maior problema não é o equilíbrio, é o ritmo do jogo e essa possibilidade de avanço em progressão geométrica.

Outro problema do HOI 3, é que no HOI 2, havia diferenças fixas entre os exércitos, os soviéticos sempre tinham um exército com menos organização, e uma produção com mais gear bonus, o alemão tinham bem mais organização e mais tecnologia, no HOI 2, a URSS não conseguia fazer uma blitz, no HOI 3 ela consegue, no HOI 2 os alemães tinham como fazer blitz , no HOI 3, com o tamanho do front não mais. o HOI 3 , está mais complexo, mas ao mesmo tempo num MP mais simples, é estranho. MP com o HOI 3 está difícil. Acho que nõa teremos uma solução nem a médio prazo.

Fala assim Lost: “O Bison é uma mãe! E o Nigo a avó” (ele que achou primeiramente rs)

http://forum.paradoxplaza.com/forum/showth…ario-Conversion