Dicas para o jogo?

Eae galera, paguei hoje meu M2TW que deve chegar amanhã ou depois, e queria dicas para joga-lo quando chegar (Provavelmente devo ir de Portugal, por que se não tem Brasil no jogo eu jogo de Portugal) e as grandes diferenças dele (alem do tempo histórico,gráficos,unidades,etc) pro RTW (único jogo da serie que jogo) :help

Sugiro jogar na sequência das facções liberadas: Inglaterra, França e, depois, se não me engano Veneza. Não joguei muito o Medieval (prefiro jogar o Rome) mas algumas diferenças são a existência de mercadores, que geram lucro quando posicionados em cima de ícones de produtos existentes no mapa. Conversão de regiões a uma determinada religião pela presença de teus sacerdotes. Construção de cidades ou castelos conforme o foco da região. Construção de unidades conforme o tamanho da cidade (cidades maiores podem treinar duas ou mais unidades a cada turno).

Pra começar, Inglaterra. “Esqueça” a França e “treine” contra os rebeldes nas Ilhas e contra a Escócia. Depois de pegar o jeito, um novo jogo aí sim encarando a França.
Há uma divisão importante a ser citada: muitas unidades (as mais fortes) só podem ser treinadas em Castelos, enquanto outras somente em Cidades; algumas construções também só podem ser construídas em um ou outro; vc pode converter um Castelo em Cidade e Vice-Versa, mas atente que Castelos = poucos impostos mas tropas melhores / Cidades = muitos impostos mas tropas inferiores.Ah, e o Papa adora excomungar o player se ele estiver em guerra com outro cristão. Mesmo se vc tiver sido atacado.

E o que ocorre se eu for ex-comungado? E que nem no CK2 e todos ganham começam a te atacar?

Quase a mesma coisa

Fica mais fácil algum inimigo teu chamar uma cruzada contra vc.

Bem, fui de Inglaterra e fali a Inglaterra (nem cheguei a ter guerras, eu fiquei com boas relações com Escocia e França e tinha tratado comercial com meio mundo), de Espanha perdi um grandioso exercito para uns rebeldes em uma cidade, ja de França deu certo :oba consegui unificar a França, a Inglaterra atacou um exercito meu isolado, dai eu ja comecei a atacar eles e fui EX-COMUNGADO PELO PAPA, que fez cruzada, por sorte só a Polonia e Milão(Que era aliado e traiu :angry: ) que se se uniram, dai mandei um diplomata para a Italia (O papa unificou tudo, ele ate ex-comungou depois a Sicilia so para unificar) e comprei a re-conciliação, dai eu continuei surrando a Inglaterra ate anexar ela toda (no final caiu York com uma ajuda do Rei Escocês que lutou ao lado de meu principe), dai ficou facil, faltava 4 cidades, fui ver e Milão foi ex-comungada, dei 10k pro Papa, cruzinhas lotou e pedi cruzada, foi Sacro-Imperio+Estados Papais e eu, mandei um exercito regular como cruzado (Não sabia como fazer, mas pedi ajuda para um dos membros aleatorios daqui que tem o jogo e ele explicou como transforma o exercito), dai recrutei uns templarios, uns fanaticos, chegando la um full SIRG e um full do papa mas não tinham cercado, aproveitei e cerquei, um turno depois os 3 invadiram e Milão caiu, apos isso me virei contra Portugal, tomei as 2 cidades que fazem fronteira e ao final ataquei uma cidade espanhola fraca e ‘‘zerei’’ de França
Pergunta: Todos os paises liberam quando vai de curta? Por que liberou pais pra caramba depois, ate uns que nunca contatei

Sim.

Como todos já basicamente disseram ali, a melhor opção para os jogadores que são novos ao jogo é a Inglaterra. Boa posição, você pode investir em portos e fazendas e fazer tratados comerciais com os países escandinavos e ibéricos. Inicialmente, você encontrará apenas a Escócia como inimiga direta, mas que se for tomada rapidamente não se mostrará um problema. Depois de controlar a ilha toda, você se preocupa em expandir ao sul, em direção a França. Sem falar nos míticos Longbowman!
Eu mesmo uso um sistema bem defensivo usado por alguns players, que é o “turtle” (tartaruga). Você escolhe uma facção e fica apenas defendendo e mantendo suas cidades, enquanto você dá upgrade nas construções. Quando você estiver forte o suficiente, você finalmente ataca. Eu não recomendo este método se você quiser ter um gameplay de ação.
Quanto à Ilha da Grã-Bretanha, ela mostra que a Inglaterra é uma das fáceis. Em uma das minhas campanhas com ela no Hard quem pisou os pés nela foram apenas os noruegueses (jogo com Stainless Steel, um mod), que foram meus primeiros inimigos. Depois foram os Dinamarqueses que só rondaram por lá mas nada fizeram. E depois foram os Espanhóis que estão lá fazem uns vinte turnos parados.

Como proceder? O Papa mandou eu fazer cessa de hostilidades,mas o pais inimigo não aceita.

Esse é o pior problema do M2TW… mesmo que a gente seja atacado, o Papa nunca excomunga a AI, só a gente :confused: E se a gente fizer um ataque pra tentar forçar a AI a aceitar paz, ele excomunga mesmo assim… Eu ignoro o Papa, continuo em guerra e o resto q se dane xD
Reza a lenda q mandando presentinhos pra ele desde o começo tem menos chance de acontecer… mas tenho melhores usos pro meu ouro 8)

Vc deve parar de atacar… se nao atacar pelo numero de turnos que o papa determinar, sua moral com ele sobe e a outra facção quase sempre e excomungada…