Dúvidas Gerais sobre o Europa Universalis IV

Postem aqui as suas dúvidas sobre o jogo!

Onde aparece a população da província?

E na demo uma revolta em uma província africana juntou 17 mil rebeldes.
No que esse número poderia estar baseado?

Tem como conquistar províncias indígenas sem acordo de paz igual ao que acontecia nos outros Europas?
Eu não consegui…

Tem auto-save após cada decisão, e um auto-save mensal também.

Minha sorte é que troquei de PC meio que recentemente, então tô com um processador bom e os saves são rapidinhos aqui. Imagino que deve ficar sofrível para quem estiver jogando com uma maquina mais antiga ou low-end. D:

O meu rodava Crusader Kings 2 de boa, o EU IV rodou até mais rápido que ele.

Agora esse Ironnman mode é simplesmente genial, excelente idéia.

Como funciona o sistema de tecnologias agora? não tem mais os sliders para você definir onde quer se focar?

Pelo que entendi, agora você “compra” as tecnologias com pontos de Adm, Diplom. e Milit. Estes, por sua vez, aumentam de acordo com seu Líder e alguns outros fatores que não lembro agora.

Alguém sabe me explicar como funciona o novo sistema de infâmia e onde posso ver a minha? Eu estou perdido nesse quesito. ):

Meu CK2 roda normal, o EU4 tbém roda normal, mas por minha paca de vídeo ser um pouquinho abaixo das specs, tem uns bugs estranhos no mapa, tipo umas sombras em lugar errado e coisa e tal, mas fora isso dá pra jogar tranqüilamente :slight_smile:
(e, sim, faz um ano q eu digo q vou comprar outra placa, eu ia especialmente pro EU4 mas queimou meu monitor semana passada e tive que comprar outro :frowning:)

achei interessante o fato de você poder reduzir a inflação no 3 só dava com a ideia National Bank, agora ficou melhor.

sofro do mesmo problema com as sombras, por isso jogo com elas desligadas rsrs

CAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAALMA pessoal, um de cada vez, façam fila! :hihi
Pra tentar explicar um pouco melhor, nada como umas screenshots, right? Vamos lá, então:

Ricardo: Não há mais população nas províncias, os rebeldes são baseados na “chance de rebelião” mostrada na aba de rebeliões, mas, pelo que percebi até agora, é um número meio randômico baseado nessa chance e no Tax Value. Não entendi essa de conquistar indígenas sem acordo de paz, tu sempre precisou fazer acordo de paz, ñ qr dizer o flip de colônias de um país pro outros? Isso acho q ainda dá pra fazer.


Jord Fox: Cada monarca tem 3 stats: Administrative, Diplomatic e Military, que variam de 0-6 (grande Henry VI da Inglaterra no início do jogo, 0-0-0) que são add ao pool correspondente, +3 base + bônus dos Conselheiros - quaisquer penalidades (como não ser do grupo western, ou ter mais relações diplomáticas que o limite, ou ter mais líderes militares que o limite). Esses pontos no pool vão se somando mensalmente, e eles serão usados para: comprar tecnologias, compras Ideas, anexar províncias, contratar líderes militares, sufocar rebeliões, aumentar a estabilidade, criar cores, etc etc etc. E ainda temos uma Idea que dá o National Bank pra diminuir a inflação, bem como conselheiros q a diminuem, a diferença é que agora você só ganha inflação ao pegar empréstimos e por ter Gold Mines.

Reinhard: Infâmia foi abolida e substituída pelo OverExtension (extensão excessiva) que você ganha quando conquista/herda algo sem possuir core (mas basta vc criar o core que elimina essa penalidade) e pelo Agressive Expansion (expansão agressiva) que é um modificador de relações com os outros países (varia de país pra país) e que diminui com o tempo. WarExaustion continua praticamente igual ao do EU3, com a diferença que agora diminui 0.10 ao mês quando em paz (como a Infâmia no Vic2).





Aproveitando, pq sei q vão perguntar xD vou explicar o novo sistema de Siege:


A parte central (que nos interessa) tem os seguintes ícones e o q significam:
O “contador cinza/verde” mostra quanto tempo falta pra passar uma fase do cerco (30 dias padrão ± modificadores)
O relógio mostra em qual fase do cerco estamos (aumenta conforme forem sendo cumpridos os requisitos, vai até 12)
A luva é o modificador de Siege do Líder do exército que está cercando
O canhão é o modificador da artilharia do exército que está cercando
O navio é o bônus/penalidade de bloqueio naval (se for uma província litorânea, é claro)
O castelo é a penalidade pelo nível da fortificação da província
A brecha no muro é o bônus por ter brecha no muro (ocorre quando se tira 14 na rolagem dos dados)
Os dados é a última rolagem dos dados (dãã)

Explicando: a cada fase de cerco um dado é rolado, e seu resultado (varia de 1 a 14) é somado com os modificadores explicados acima = fase do cerco + líder + artilharia ± bloqueio - fortificação + brecha + rolagem de dados, quando a soma resultar em um valor acima do mostrado no tooltip, o cerco avança e se ganha um ou mais níveis de fase do cerco (relógio).
Exemplo: Nessa imagem, fase do cerco (7) + líder (1) + artilharia (0) ± bloqueio (0) - fortificação (-2) + brecha (0) + rolagem de dados (12) = 18. Pela tabela, um resultado de 16-18 significa que defensores desertaram. Pra vencer o cerco na próxima rolagem, preciso de um 14 pra alcançar os 20 pontos necessário. Por isso quanto maior a fase do cerco (relógio), Siege do Líder (luva), artilharia (canhão) e, com a sorte de tirar um 14 e abrir uma brecha nos muros (que dá +3 ao cerco), maior a chance de se alcançar um 20 na soma e vencer o cerco. A porcentagem, ao contrário do EU3 q mostrava o quanto faltava pro cerco ser vencido (subindo até chegar em 100%) agora mostra a chance de, a cada fase de cerco, você tirar o valor necessário na rolagem dos dados pra vencer o cerco (se tem 50%, quer dizer q vc tem 50% de chance de tirar o necessário).

Aqui nem isso adianta :frowning:

Sem screens pq to na aula HAHAH
Vamos as respostas:
Ricardo: A quantidade dos rebeldes é baseada na taxa base da província. Além disso, o número de cidadãos foi tirado e no lugar a taxa base fica mesmo como fator importânte! :smiley:
Sobre o motivo de ter rebeldes, tente entrar no revolt map mode de então deixar o mouse sobre qualquer província pra ver os motivos exatos! :smiley:

Reinhard: Como o Hiryuu disse, a infâmia se tornou um modificador negativo nas relações de vocês, mas o interessante é que ela fica mais fraca com a distância da província conquistada, o que significa que se tu pegar uma província que faz border com um país, esse país vai ter um grande redutor ctg, enquanto um país que está lonje daquela província nem vai perder relação. Muito mais real e inteligente! :smiley:

Spartacus? :confused:

Dafuk? HAHHAHA
Minha memória pregando peças, Hiryuu, atualizei lá :B

O Casus Belli ´Dishonarable Scum´ como se ganha? Pelo elevado número de Agressive Expansion?

Cara, não vi ainda nenhum caso de guerra com esse CB, mas é pra ser assim sim…
No arquivo de CBs tá assim:

[code]# Super Badboy
cb_super_badboy = {

prerequisites = {	
	has_opinion_modifier = {
		modifier = aggressive_expansion
		who = FROM	
	}
	NOT = {
		has_opinion_modifier = {
			modifier = aggressive_expansion
			who = FROM
			value = -49
		}			
	}
	NOT = {
		has_opinion = {
			who = FROM
			value = -99
		}
	}
}

war_goal = superiority_punitive

}[/code]

Mas como eu faço pra saber a taxa de queda desse modificador? Não quero acabar ficando com má fama entre meus amiguinhos, sabe? Preciso da ajuda de alguns deles pra conquistar o resto. rs

O Agressive Expansion não é fixo, varia de país pra praís, de acordo com o tamanho do país e distância entre vocês dois. Pra ver o número exato e a taxa de decay é só olhar na diplomacia com o país, como nesse screenshot q eu postei antes:

É, acabou que eu reparei isso pouco depois quando fui jogar e esqueci de avisar que já tinha visto. Obrigado novamente. (:

Eu gostei. Sempre joguei sem usar o save para refazer algo, mas eu prefiro jogar sem “Lucky Nations”,…bom… pelo menos é o “Historical”; não “Random”