Dúvidas Gerais - Stellaris

Título do tópico bem intuitivo, tópico este destinado a solução de dúvidas por parte da comunidade aqui do GSB.

Para uma boa inauguração: Quando vocês ocupam um outro planeta de outra raça por meios militares, a tendência de vocês é expurgar a outra raça? Se não, como vocês agem? Eu ocupei uma raça vizinha e depois tive muito problema com as facções pedindo independência, tive que expurgar geral, me senti um Hitler do espaço :astonished:

Não cheguei a fazer guerra ainda Lenno… vou passar seu questionamento.

Na real eu queria fazer uma observação e um questionamento sobre a área do império. Vc expande a área, com colonias, tecnologias e entrepostos militares né?

Uma coisa chata é que o entreposto militar custa 200 de influência política e a cada entreposto ele gera um custo de -1 desta mesma influência, o que me deixa sempre com um limite máximo 3 entrepostos, que é a base do meu império +3 de influência por mês.

E eu não consigo gerar mais que estes 3 de influência no mês, então fico no 0x0 e acaba minha expansão.

Até hj só consegui uma vez ter um líder que deu +1 de influência mensal.

Como vcs estão lidando com esta questão?

Se eles começam a incomodar demais, eu liberto como vassalo…
EDIT: Tem construções q dão Happiness, mas a maioria depende da ética e de recursos Estratégicos…

Até tem como “comprar” os líderes pra acalmar eles, o ruim é q isso consome Influência, o q nos leva à questão do Phil…

Techs, Techs, Techs… rsrs Mais especificamente, as de Sociedade:
Colonial Centralization: +1 Influence Mensal
Planetary Unification: +1 Influence Mensal
Galactic Administration: +1 Influence Mensal
Além disso, cada império declarado como Rival dá +1 Influence Mensal, até o limite de 3 Impérios. E tem os líderes q dão Influence, tbém, como tu citou.
E tem a construção Empire Capital-Complex q tbém dá +1 Influence. Fora alguns eventos e anomalias q dão uma quantidade de vez.
Ah, estar em uma Aliança “come” 3 pontos de Influence… não façam como eu q descobriu da pior maneira - cair de +6 (+9 mas com 3 Editos ativos) pra +3 do nada não foi legal :confused:
Então, acho q o máximo deve ser 3 (base) + 3 (Techs) + 3 (Rivais) +1 (Líder) +1 (ECC) = +11/mês
Sobre a expansão… até agora eu só fiz um entreposto militar, e só pq no sistema tinha um planeta com Betharian Stone, que é usado na Betharian Power Plant (que gera o dobro de enegy Credits das Power Plants normais), mas como tbém tô nadando em ECs, acho q vou mandar esse entreposto pro espaço… até pq Influence é BEM importante mais por mid-game (como pra anexar vassalos)…

É, eu mandei expurgar e a galera de toda a galáxia começou a me olhar torto… Hahahahahaha Acho que começarei um novo jogo agora com essas novas dicas. Agora quanto a expansão fronteiriça, tem uma tec que aumenta em 20% o tamanho das suas fronteiras também, graças a ele consegui pegar um Pulsar e um Buraco negro. E acredito que deva ter uma outra forma de ter mais influência tirando tech, até porque formas de governo com eleição de 5 em 5 anos consome muita influência, o jeito mesmo é eu continuar com meus impérios despóticos.

Pra retirar um pouco o peso dos pontos de influência, ao colonizar + de 5 planetas, é possivel setorizar os planetas excedentes. Colonização tbm aumenta a fronteira do Império.

Mas ainda tenho a sensação de que este jogo sempre vai querer jogar na nossa cara de que conquistar tudo é contraproducente kkkk’!

Como assim setorizar? Estou com seis planetas dum máximo de cinco e estou tomando penalidade.

Na tela de Império tem a opção "criar novo setor’. Clicando nela você pode selecionar planetas para entrarem no seu novo setor. Basicamente, todos os planetas no setor são controlados pela IA, mas ao mesmo tempo eles ainda fazem parte do seu império. Eles também não tem exército. Faz isso e acaba a penalidade.

Exato. É a mesma coisa q ter mais demesne q seu máximo no CK2, onde vc dá o excedente pra um vassalo. É quase o mesmo no Stellaris, onde um setor é governado pela AI, dentro de regras pré-estabelecidas por você, e pode ou não pagar uma % de sua “renda” pra vc. Consegui entender bem isso no DevDiary, ficou até tão bem explicado q não senti dificuldade nenhuma :slight_smile:
viewtopic.php?f=364&t=16278

Só estou tentando não criar setores muito “poderosos”, já q Facções tendem a se fixar por setores… mas acho q não cheguei nesse ponto, o máximo q cheguei foram 20 planetas, acho…

Eu evito ao máximo criar setores, já que a IA deles e beeem ruinzinha. Até mesmo aqueles ‘focos’ mão foram muito úteis(pelo menos pra mim). Pior que eles foram apresentados como a solução do micromanegement. Na vdd eu bem que preferia ser um “super ditador” e ter controle sobre tudo, mas…

Nesse ponto concordo, sempre gostei de estar de olho em tudo, mas eles são interessantes pra vc se focar nos seus planetas primários. Pelo menos dá pra retirar planetas de um setor, ao custo de ±25 Influence.
Uma coisa q faço é, se tiver Minerals suficiente, criar uma mega lista de construção no planeta, daí criar/dar ele pra um Setor, proibindo q substitua as construções.

Fora isso, tem a Tech de Sociedade Administrative Efficiency, custo base 1500, repetível com custo aumentado, que add +1 planeta possível ao Core Sector. E upgrades no sistema de governo tbém add +1 ao Core Sector, se não me engano…

EDIT: Só uma coisinha q lembrei… pense assim: vc é o IMPERADOR de um império galáctico… vc vai se preocupar se a fazenda hidropônica lá em um planetinha nos confins do império foi atualizada ou não? Contanto que o setor pague suas taxas, que se dane como o povo tá vivendo lá :hihi Exceto, claro, se eles decidirem se rebelar… Nesse ponto, costumo criar setores para raças conquistadas, já q elas divergem da ética do resto do Império.

Faz sentido… assim como o HRE não tá ligando pra um baronato qualquer em um condado de um vassalo de um vassalo.

Obrigado pelas explicações. Eu não tinha visto esse diário de desenvolvimento em particular e nem atentado para a opção nos menus.

No caso eu conquistei um império e fiquei com seus três planetas. Dois planetas eu conquistei primeiro e eles criaram uma fação que queria independência e chegaram a se revoltar, mas como eu vi que o poder da fação estava grande enchi os planetas de exércitos de defesa e de assalto e a rebelião foi derrotada. Por fim conquistei o terceiro planeta. Se eu colocar os três em um setor separado isso não aumenta o risco de uma fação grande surgir e querer independência?

Acho melhor vassalizar.

Em tese, sim. Mas se eles estiverem dando muito trabalho, liberta como vassalo, depois de 10 anos pode reanexar (mas ao custo de Influência).

Vale a pena virar protetorado de um império bem mais poderoso, mesmo sabendo que após atingir 40% da tecnologia do seu Overlord, vou virar vassalo e quem sabe até ser anexado?

Eu pensei em aceitar, mas vou esperar a diferença tecnológica ficar maior.

Eu acho q isso nunca é lá mto bom xD Mas se não há outra opção…

ja existe algum mod na steam que retira essa necessidade de se criar um setor(ou seja limite maximo de planetas pra colonizar)

e se eu coloco por exemplo um planeta X em um setor, isso significa que eu não posso construir mais nada nele e nem construir naves militares ?

PS: não comprei o jogo, mas pretendo em breve e vendo gameplays eu acabei ficando essas duvidas

Deve ter, mas vai por mim… mal cuidando das bases militares q coloco em cada planeta (isso vc ainda controla, bem como o q elas constroem) às vezes eu passo meia hora com o jogo pausado só conferindo isso e as colônias :confused: Como disse, gosto de ter controle de tudo, mas quem jogou Master of Orion, Endless Legend, ou mesmo Distant Worlds Universe, chega um ponto onde tu tem 50 planetas e controlar a construção de cada um se torna maçante… agora, imagina em um multiplayer, se cada um for querer fazer isso… mas é opção de cada um, afinal…
Enfim, sobre a questão da construção, sim e não. Vc não pode construir nada NO planeta, mas pode construir o espaçoporto, expandí-lo, dar ordens de construção de naves e, claro, construir qualquer outra coisa no sistema estações de pesquisa, mineração, estações militares, etc.

Hiryuu

Estou com meu primeiro setor já, mas eu queria saber se o setor constrói sua própria nave de construção e se com esta vai construindo as estações de mineração e etc dentro dos seus limites?

Pelo que estou observando ele não faz nada disso… apesar que na automação dele eu escolhi que ele deve construir as bases militares necessárias para sua defesa e adquirir os recursos necessários para mante-las… e olha que eu já dei 1000 de créditos e 1000 de minerais para o setor, fora q tb deixei marcado para ele auto gerir as construções, podendo troca-las e etc conforme for seu gosto/necessidade.

Estou justamente em busca de menos micro gerenciamento, pois já estou com 10 planetas

Olha, essa é uma boa pergunta ¬¬| Eu normalmente desmarco a opção de permitir reconstrução e marco a de seguir o tile… e dxo focus em pesquisa… por isso não sei t dizer ao certo… até pq geralmente quando um planeta é colonizado eu já tenho as estações de mineração no sistema construídas… de acordo com os DevDs e a wiki era pra eels construírem, por conta própria, estações de defesa e exército de defesa, mas ACHO q estações de mineração não entra nessa conta… teria q fazer um teste, construindo uma nave de construção no espaçoporto de um sistema (naves civis construídas em um setor pertencem ao setor, inclusive naves de colônia) e ver, in loco, se eles construiriam postos de mineração… deveriam, acho eu :confused: