Dúvidas gerais Victoria 2

Como aumentar capacidade e exército?

Isso é relativo à quantidade de Soldiers na sua população. Cada 1000 soldados de mesmca cultura e religião em uma província permitem q se treine uma brigada. Vcs pode incentivar que mais pops se tornem soldados deixandobo slider de Military no máximo e usando o National Focus para Soldados nas suas províncias mais populosas.

Meus amigos, vocês poderiam sanar uma dúvida cruel minha que não consigo ficar em paz: O que diabos significa o símbolo do “machine parts”?
Eu olho, olho, e nada! Não consigo compreender, oque a ilustração significa. Naqueles pixeis minúsculos.

Esse troço aqui ?
Teoricamente são peças como engrenagens, parafusos, pistões e afins… Exatamente o q é pra estar “desenhado” tenho nem idéia… Parece uma chave de boca, apertando um motorzinho com uma lâmpada em uma espécie de base ¬¬| xD

Caraca, parece mais um desenho estilizado! kkkk

Descobri que revolt risk é a chance diária para que uma rebelião ocorra. Não é mensal.

reddit.com/r/victoria2/comm … they_work/

R$8,74 na Steam, sem DLCs, ainda vale a pena?

Só o jogo base? Bah, tipo… o Vic 2 vanilla é meio… fraquinho, na verdade… Sem o Heart of Darkness até vai, q ele adiciona praticamente mudanças nos combates, novo sistema de colonização e as crises, mas sem o A House Divided fica complicado, pq não tem como criar CBs… Que dá, dá… só fica meio sem graça (tanto q eu desisti de jogar ele antes de sair o AHD, quando fui dar outra chance e comecei a jogar).
Olha, o base + as 2 expansões tá 35 pila na Steam, praticamente o mesmo preço normal do vanilla… Acho q compensa pq o jogo fica mto melhor com elas…

É possível, jogando com o Brasil sem mod chegar em #1?

Creio que sim, se for bom jogador. Já consegui uns 3 anos atrás, hoje não sei nem onde vai de tão enferrujado :hehe

Eu cheguei a ficar em 2o no meu melhor jogo com o Brasil, por acaso foi no meu Let’s Play xD
[BBvideo 640,400]http://www.youtube.com/watch?v=hQHrX3mTaY0[/BBvideo]
Como falo no final do vídeo, o q matou foi a indústria dos EUA, quase 7x a minha pontuação, e olha q sempre começo a industrialização no day one :confused: Mas EUA tem um bônus absurdo de imigração, o q complica… Ainda assim, fiquei “só” 1600 pontos no total atrás deles. Então, talvez sendo um pouquinho mais belicoso, deve ser possível.

Já fiz a inscrição no canal. Vou acompanhar os vídeos pra aprender mais. Valeu.

:amor :amor :amor

Olá veneráveis mestres de estratégia!

Tenho umas dúvidas:

-Uma cultura não aceita (non acepted culture) paga impostos (taxes) tanto quanto uma cultura aceita? É possível ter burocratas de uma cultura não aceita?

-Quando é a hora de construir fábricas?

-É necessário pesquisar algumas tecnologias primeiro para melhorar o desenvolvimento da indústria, antes de construí-las?

-Vocês aconselham construir fábricas no início do jogo?

-Quanto de tariff vocês colocam para não prejudicar a indústria nacional? 10% ou 20%? Qual a percentagem ideal de capitalistas numa província?

-Vocês deixam de taxar os capitalistas para que eles tenham dinheiro para investir em indústrias, ou vocês taxam capitalistas em 100% e constroem vocês mesmos as fábricas?

-Qual a prioridade de pesquisa de tecnologias que vocês seguem? Eu primeiro invisto naquelas que melhoram a literacy e a pesquisa, para depois pesquisar medicina, depois a que melhora a tatics e organization do exército, depois dinheiro, depois fábricas e volto ao começo pesquisar o nível 2 de cada coisa.

-No meu jogo, frança e Áustria são aliados e tornaram todas as nações italianas em seus satélites. Como não tem como mais se aliar a um para atacar o outro, ainda dá para formar a Itália jogando como piemonte-sardenha? Devo reiniciar o jogo até que eu fique em um em que França e Áustria se tornem inimigos?

  • O que vocês fazem quando estão com a infamy alta e não podem mais entrar em guerra? Tipo, o que vocês fazem durante esse período em que ficam sem guerra, vocês esperam e esperam?

Buenas! Vamos tentar responder:
1 - Sim, pagam impostos normalmente, mas… não, Burocratas apenas promovem de culturas aceitas. Aí que entra a Cultural Assimilation, que torna pops de not accepted para accepted culture. Alto literacy, Luxury Needs satisfeitos, baixa militância e baixo desemprego aumentam a taxa de assimilação.
2 - A maioria prefere depois que as techs e invenções q melhoram o output sejam disponíveis, mas se vc tiver dinheiro “sobrando”, pode manter subsídios q as impedem de fechar. Assim, as pops mantêm o emprego (e conseguem pagar taxas, além da questão do desemprego para assimilação) mesmo q ela dê prejuízo. Eu procuro construir desde cedo, mas é opção do jogador.
3 - Ajuda bastante ter as techs pesquisadas e as invenções descobertas, bem como ter boa infraestrutura (ferrovias), pois ajudam a diminuir o input (quantidade de matéria prima necessária) e a aumentar o output (bens produzidos) , facilitando assim q a fábrica tenha lucro.
4 - Acho q respondi sem querer no 2 já, rsrs
5 - Em geral é bom manter impostos dos capitalistas baixos, assim como as tarifas (caso a matéria prima tenha q ser importada), pois além de construir/manter abertas fábricas eles tbém controem ferrovias. Não q eu faça isso sempre, mas é o aconselhável.
6 - Acho q depende do país. Países com alta produção primária inicial (como o Brasil e a maioria fora da Europa) as techs q melhoram a produção de fazendas e minas é essencial. Em geral, priorizo techs de pesquisa e educação, seguidas das de produção, as que melhoram o crescimento (como medicina) e daí as militares/navais. Também tento manter todas meio “niveladas”.
7 - Situação meio complicada… Se tornar Great Power (e assim contar com Garibaldi pra unificar a Itália, junto com o esferamento) sem conseguir aliar a um desses dois é difícil… talvez contando com Otomanos e Prússia/North German Federation seja possível, mas ainda assim seriam guerras complicadas…
8 - Infâmia é mesmo o maior limitador do jogo… Ter azar de pegar alta infâmia num casus belli pode amarrar o jogo por um longo tempo… Mais adiante, quando tiver ao menos umas 100 brigadas e techs militares on date, já coloca certo freio nas outras nações de quererem intervir caso tu acabe estourando, embora certamente vá perder quaisquer aliados daí… Sendo GP ainda tem a opção de fazer a “guerra diplomática” focando em esferar outras nações, mas o principal q se pode fazer até a infâmia baixar é industrializar e treinar soldados mesmo…

Espero ter ajudado :slightly_smiling_face:

Amigos, me SALVEM!!!

Estou utilizando um mod para converter o cenário do EUIV para o victoria II.
Pretendo jogar com os Timuridas.
O mod converte bem o arquivo, até entra no jogo, mas no final do carregamento o mod trava e aparece a mensagem na barra de loading: “Map Properly Initialised”.
Eu até já procurei nos fóruns e exclui o arquivo “Time” que fica na pasta cache, dentro da pasta map, tanto nos meus documentos, quanto no mod e no jogo base. até apaguei a pasta cache. mas nada parece funcionar!
Socorro, por favor! :fearful:

1 Curtida

@mrKwast Nem sabia que tinha :sweat_smile:
É o converter do idhrendur?

Isso mesmo, amigo!
A conversão até que dá certo. Só que trava no loading do victoria II no “Map Properly Initialised…”

1 Curtida

Eu vou ter q dar uma testada nisso aí… Mas, sendo um mod, a primeira coisa q me vem à cabeça é: a versão do jogo é a correspondente ao que o mod pede?

Então…acabei de dar uma olhada aqui! :frowning:
Parece que eles estão tentando desenvolver uma versão estável para o patch 1.29.
Se eu deletar o Names.csv, o mod entra, mas fica meio bugado.
Acho que vou ter de voltar a versão do jogo e tentar com algum converter que seja mais estável!

Pessoal, muito obrigado! :stuck_out_tongue:

1 Curtida