[EMPRESA] Casa di Biciclette

[spoil]Num pequeno sobrado é começado o processo para transformá-lo numa loja. Mas numa placa no chão é possível ver: CASA DI BICICLETTE[/spoil]

[justify][tab=30]Funcionando há uns quinze dias mas sem a devida regularização a Casa di Biciclette é destinada a fornecer um meio de transporte barato e popular para a população citadina de Gardignon, especialmente para a comunidade da Pequena Sicília.
[tab=30]Além de fabricar e vender bicicletas, também fornece todo tipo de peças de reposição, manutenção e conserto para as mesmas.[/align]

[spoil]


[/spoil]

[center]Os tipos de bicicletas vendidas na loja, sendo que esta última é a edição em comemoração a soltura do senhor Charlie Luciano Salvatore, a Liberi Lucky, mais cara mas bem mais confortável.[/align]

[spoil]Dados Empresariais:
Razão Social: Casa di Biciclette
Tipo e Porte: Indústria pequeno (2)
Funcionários: Giuseppe Della Rosa e seus filhos(NPC)
Custo Base: G$s110.000,
Bônus: -
Matérias-Primas necessárias: Madeira, ferro e graxa
Contratos de Compra: Madeireira Dunord; Fundições Finkles (retalhos)
Importação: -
Produção/Venda:
Contratos de Venda: -
Exportação: -
Proprietário: Comendador Richard Caçador
Conta Corrente J031-2[/spoil]

Indagando a alguns cidadãos da área, Divilly encontra outra empresa do Sr. Caçador. Adentra o sobrado e verifica os espaços, calando os questionamentos ao anunciar que tinha permissão para fazer aquilo.

[justify][tab=30]Uma dupla de gendarmes para para conversar com o dono da loja e alguns clientes enquanto fazem sua ronda habitual pelo bairro.[/align]

Um legionário chega a loja, vendo que a mesma estava fechada, deixa um bilhete na porta.

  • Venha cá, bambinho! - disse Giuseppe para seu filho caçula. - Leve questa biciclette para nuestro padrone.

  • Si, papá! - e o moleque foi deixar a bicicleta encomendado pelo Comendador de Wician-Dun.

Alguns clientes conversam enquanto esperam que suas biciletas sejam consertadas:

  • Soube de alguma notícia do senhor Salvatore?

  • Não mesmo! Dizem que ele se cansou de Gesébia após ser preso. Mas tem umas más línguas que dizem que a Gendarmeria estava em cima dele e ele fugiu.

  • Não acredito nisso, o senhor Salvatore sempre foi um bom homem.

  • Mas dizem que os ex-seguranças dele estão presos - intrometeu-se um terceiro homem.

  • Mas não quer dizer que seja algo que envolva o Salvatore.

E assim a conversa continuou…

[justify]Embora relativamente pequena, a cosntrução pouco sofreu com o tremo, apenas o maremoto inundou a parte térrea da construção. Contudo, concluída a limpeza das bicicletas, elas foram “vendidas” para algumas pessoas a fim de facilitar o trânsito pelas vias liberadas. O transporte de mantimentos era feito por esses carregadores, visto que toda população se ajudava, alguns diziam que na desgraça todos são irmãos e, na Pequena Sicília, isso não poderia ser mais verdade.[/align]

Invariavelmente alguns membros da família Salvatore se fazem presente na loja. Alguns tornam-se amigos dos seguranças da mesma, mas todos estão preocupados com o ataque sofrido no bairro.

Modelos inusitados de bicicletas fazem sucesso entre membros mais abastados do Império.

Os administradores estavam animados com as mudanças financeiras que ocorreram e ocorreriam após o desmembramento do Império.

Um novo modelo de bicicleta saía das pranchetas e começava a ser fabricado, comemorando o desmembramento do Império.

As bicicletas pouco vendem neste mês. É esperado que nos próximos dois meses as vendas retornem à média.

Com o desemprego atual, várias são as pessoas que vem pedir emprego, contudo sem êxito.

Os diretores da empresa estranham o baixo movimento, inclusive ocasionando redução nas receitas da empresa.

A Liberi Lucky é tirada do mercado mas outro modelo, Condessa, a substitui.

A modelo de bicicleta Condessa não tem um número esperado nas vendas.

A venda de bicicletas diminui neste mês.

Várias bicicletas vem para reparo, sobrecarregando os funcionários da loja, sendo necessário a contratação de dois ajudantes extras.

Além do aumento de vendas de bicicletas, um imigrante inglês solicita uma bicicleta motorizada, o que surpreende o proprietário.