[EMPRESA] Companhia Willer de Armamentos

[font=Palatino Linotype][size=150][center]Companhia Willer de Armamentos[/align]

[justify]O crescimento do capital privado e das demandas internas por armamentos de alta qualidade e produzidos nacionalmente, levou a diversos homens a planejarem empreendimentos no ramo bélico. Todavia, nenhum outro se compara ao pioneirismo representado através do esforço do Marquês Victtorio Stewart Willer Medeiros que fundou uma empresa fadada ao sucesso!

Assim nascia a Companhia Willer de Armamentos.

A empresa desenvolve armamentos de diversos modelos entre revólveres, espingardas e rifles, para uso militar e civil, e metralhadoras, de uso estritamente militar. Apesar de ser erigida pensando nas demandas internas, a Companhia Willer de Armamentos dispõe de capacidade para exportação em larga escala e para qualquer parte do mundo.[/align]

[center]“A diplomacia sem as armas é como a música sem os instrumentos.” - Otto von Bismarck
Se quer paz, prepare-se para a guerra” - Publius Flavius Vegetius Renatus[/align][/size]

[center]Uma das linhas de produção do setor de munições, no complexo industrial.[/align]

Entre os diversos modelos de armas fabricadas, os mais famosos são os rifles Willer Annihilator, Willer Hunter e Willer Battle-Born, os rifles de precisão Willer Thunderstroke e Willer Hawkeye, os revólveres Willer Whitesnake e Willer Made to Kill, mais conhecido por sua sigla MTK, e a metralhadora Willer Death Gun.
Veja os modelos citados logo abaixo.
[spoil]


Rifle Willer Annihilator .44

Rifle Willer Hunter .44

Rifle Willer Battle-Born 7.92

Rifle de Precisão Willer Thunderstroke .22

Rifle de Precisão Willer Hawkeye 7.62

Revólver Willer Whitesnake .45 Edição Imperial

Revólver Willer Made to Kill .45 Edição Imperial

Metralhadora Willer Death Gun .12[/spoil]
[/font]
[hr]

[spoil]Dados Empresariais:
Razão Social: Companhia Willer de Armamentos
Conta-Corrente: J007-4
Tipo e Porte: Indústria Bélica Grande (8)
Matéria-Prima Necessária: Aço, Ferro, Pólvora, Chumbo
Contratos de Compra: -
Importações: Aço, Ferro, Pólvora, Chumbo
Produção: Revólveres, Rifles, Espingardas, Metralhadoras, Munição
Contratos: Governo da Dracônia (1)
Exportação: Revólveres, Rifles, Espingardas, Metralhadoras, Munição (7)
Funcionários: -
Proprietário: Victtorio Stewart Willer Medeiros[/spoil]

Um mensageiro enviado pela Kaiser adentra :

Com chegada a cavalo na cidade porem logo terei que parti para Firgen, vim rapidamente na fabrica apenas deixa essa carta.

[font=Times New Roman]

[/font]

Uma mensagem chega:

[offtopic]O rifle foi baseado no Mauser Gewehr 88, Ano Inicial de Serviço: 1888.

Maiores informações: http://www.militaryfactory.com/smallarms/detail.asp%3Fsmallarms_id%3D646&usg=ALkJrhiLKMopwSOzI2cVj3RNaBk-DbNi5Q[/offtopic]

[font=Palatino Linotype][size=150]Após receber a mensagem do Barão de Morais, o gerente e amigo pessoal do Barão de Firgen, Bill Custer leu à carta.

  • Interessante e ao mesmo tempo ambicioso o projeto do Barão de Morais. Vendo isto agora… então os rumores de que ele atirou como caçador na Guerra da Romania são verdadeiros![/size][/font]

[font=Palatino Linotype][size=150]O rifle pedido pelo Barão de Morais fora finalmente concluído.

  • Ficou com boa aparência! Vamos testá-lo. Cliff, coloque o alvo à 250 metros.

O alvo foi colocado na distância pedida, e o tiro acertou a cabeça, onde Bill havia mirado.

  • Está uma beleza, Cliff! Uma beleza! Mande que fabriquem mais, e avisem ao Barão Victtorio da novidade que temos aqui! Nosso sistema combinado com a ideia do Barão de Morais ficou uma maravilha! Mas apesar de ter ficado excelente, não podemos parar por aqui! Vamos aperfeiçoar a ideia! Mande que levem este… Willer Thunderstroke .22! Coloquem este na caixa para envio ao Barão de Morais!

[center]

[/align][/size][/font]

Uma carta telegrama chega a Companhia Willer de Armamentos na qual seria enviada do Ministro de Defesa.

[font=Palatino Linotype][size=150]Conforme ordenado pelo Grande-Almirante, fuzileiros da Base Naval de Dunord foram à Companhia Willer de Armamentos vistoriá-la.

  • Sr. Custer?
  • Sim?
  • O Grande-Almirante Medeiros nos mandou aqui para vistoriar a Companhia.
  • Fiquem à vontade senhores.

Após a liberação de Custer, a vistoria na Companhia Willer de Armamentos foi iniciada.[/size][/font]

[font=Palatino Linotype]A vistoria durou várias horas, e ao seu término, nada de irregular fora encontrado. O Capitão-Tenente Encausse, que encarregou-se pessoalmente da vistoria assinou e entregou à Custer o alvará de funcionamento.

Após a entrega do alvará, Encausse e os outros dois fuzileiros que acompanhavam-no cumprimentaram Custer e partiram para à Base de Dunord.[/font]

[font=Palatino Linotype][size=150]O Barão chegou à Companhia e dirigiu-se diretamente à seu amigo Bill Custer.

  • Quanto tempo, Bill!
  • Digo o mesmo, Willer! Vamos a minha sala, lá tem whisky para lavares tua garganta hahahaha
  • Estou precisando mesmo disto hahahahahahaha

Ambos seguiram para a sala de Custer, e lá tiveram uma conversa sobre o futuro da Willer.

  • Então é isso que planejas fazer… Bem que eu suspeitava.
  • Sim, facilitaria o acesso e abriria um maior mercado.
  • Bem, sigo-te à mais de vinte anos e tuas escolhas sempre me beneficiaram. Estou contigo.
  • Bom saber disso, velho Buffalo! Partirei agora, espero que nos vejamos em breve, velho amigo!
  • Idem, velho Tigre!

Após ambos se cumprimentarem, o Barão subiu em seu cavalo e partiu para a estação.[/size][/font]

Conforme os dias passavam, o progresso no desenvolvimento do novo rifle da Companhia Willer de Armamentos só aumentava, em breve o mesmo estaria pronto.