[EMPRESA] Perfumaria D'Mil-Margaridas

A Perfumaria D’Mil-Margaridas foi criada por Sir Supah D’Mil-Margaridas representante de sua família em gesebia com o intuito de perfumar a crescente burguesia e nobreza gesebiana, perfumando assim com produtos de extrema qualidade os seus clientes, perfumes esses que são importados da Europa e outras regiões peritas em perfumes de altíssimo porte. Localizado no centro da movimentada capital imperial a perfumaria esta de portas abertas a todos que quiserem comprar um perfume de alta qualidade e superioridade europeia.

[justify]Dados Empresariais:
[spoil]Razão Social: Perfumaria D’Mil Margaridas
Conta-Corrente: J047-2
Tipo e Porte: Comércio Pequeno (2)
Matéria-Prima Necessária: Perfumes
Contratos de Compra: -
Importações: Perfumes
Serviço: Venda de Perfumes
Funcionários: -
Capital Social: 20 ações, sendo
Duque Alexander Di Draconi - 10 ações
Sir William D’Mil-Margaridas - 10 ações
[/align][/spoil]

[justify][tab=30]Alguns trabalhadores chegam à Perfumaria, após a reabertura, para reformá-la e retirar o ar de abandono da mesma.[/align]

[justify][tab=30]Um especialista vindo da França para auxiliar na criação de novas fragrâncias com base nas plantas e flores gesebianas começa a trabalhar.[/align]

Se inicia a produção de 3 novos perfumes nacionais, que serão produzidos com flores de Gesebia. Enquanto isso alguns pesquisadores vão em Busca de novas flores nacionais, para serem usadas para futuros perfumes.

O movimento na Perfumaria volta a sua normalidade aos poucos, e as expectativas de venda são boas.

[justify][tab=30]A Perfumaria tem uma boa movimentação na última semana, em parte graças a um carregamento de perfumes franceses que foi recebido no meio do mês.[/align]

Bernardo adentra o estabelecimento.

Boa Tarde, o gerente se encontra?

[justify][tab=30]- Jean Valjean, às suas ordens, senhor…?[/align]

  • Senhor Valjean, é um prazer conhece-lo. Não sabia que gesebia possuía uma loja com essa qualidade. Bom senhor creio que não deva ter tempo com os negócios corridos como estão. Bom senhor sabe como a capital tem se tornado um local pergicoso, eu e meus amigos estamos por começar um negocio de segurança, e vim até o senhor para apresentar nossos serviços, com um pagamento mensal o senhor ficará despreocupado que nada aconteça com sua loja e caso ocorra, acharemos o delinquente e traremos para o senhor decidir o que fazer com o mesmo. Podemos contar com sua colaboração?

[justify][tab=30]- Bem, isso é algo interessante. Heureusement nunca tivemos nenhum problema do tipo, mas tenho alguns amigos que já foram vítimas de assaltos. Durante le jour a situação é calma, com a presença dos gendarmes nas ruas, mas à noite… Très bien, qual seria o valor de tal contrato?[/align]

  • 50.000 estaria muito fora de seu orçamento?

[justify][tab=30]- Sendo sincero, meu caro, podes ver que somos une petit boutique, e inclusive tivemos prejuízo no mês anterior, embora neste as coisas tenham melhorado. G$s40.000 estaria de bom grado?[/align]

  • Então como mostra de que não queremos prjudicar ninguem, fechamos a 30.000, passamos para acertar a forma de pagamento.

[justify][tab=30]- Ora, fico feliz pela vossa compreensão, monsieur. Pagamento? Claro, claro, como preferes?[/align]

  • Estamos a avaliar ainda uma boa forma de pagamento, mando um mensageiro lhe trazer a informação, agora se me der licença preciso visitar outras empresas. tenha uma boa tarde

Um cartaz e colado em frente a loja, contendo a seguinte mensagem:

O Comendador e Jose chegam na loja, ela estava fechada e três homens estavam conversando em frente a mesma, dois eram pedreiros que foram chamados para a reestruturação e o outro e Jean Valjean, gerente da Perfumaria, ao ver o Comendador Jean o cumprimenta, seguido pelos pedreiros, depois de uma breve conversa ambos adentram a loja e os pedreiros verificam a situação do prédio e dão o valor da reestruturação da loja, que deve começar no próximo dia, depois de darem o valor o Comendador se despedi de ambos e pede a Jean que feche a loja e diz ao mesmo que se encontre com ele no sábado na loja. Então o Comendador e Jose vão em direção a Sede do Partido Liberal.

Neste sábado, o Comendador e Jean se encontraram na loja que estava em obras para sua reestruturação, os dois conversaram durante horas e decidiram colocar em pratica o plano que ambos tinham aprovado, plano este que consiste em promover a loja e contratar vendedores domiciliares, o plano devera ser colocado em ação depois da reestruturação da loja e do Império em si.

Depois da reunião, o Comendador sai da loja e decide ir no prédio em que mora o Sr.Magno.

A Reestruturação da loja estava quase no seu fim, e com isso, Jean decide re-abrir a loja, mesmo sabendo que o movimento seria muito baixo. A Reestruturação deve durar cerca de mais 3 ou 2 dias.

Um garoto entrega uma mensagem

[justify][tab=30]Apesar de ficarem sabendo da comoção no porto, os funcionários da empresa seguem trabalhando normalmente.[/align]