[ESTATAL] Empresa Romaniana de Motores - Filial I

[center]Empresa Romaniana de Motores (ERM) - Filial I[/align]


[size=150][font=Times New Roman][center]Vista do complexo industrial.[/align]

Histórico Empresarial[/font][/size]
[spoil][center][/align]

[font=Palatino Linotype][tab=30]Fundada no Reino da Tomênia em 1864 por Leopold von Braun, que havia iniciado seu trabalho como pequeno metalúrgico e produtor, as Indústrias Braun possuem um grande papel nas indústrias alemãs, onde é uma das líderes em construção de locomotivas, tijolos, armamentos e derivados. Com a vinda de parte da família Braun para Gesébia, o dono da empresa, Tiberius von Braun, finalmente inaugura-a em Gardenne pela alta demanda vinda da construção das ferrovias gesebianas.
[tab=30]Iniciando em Gardenne com uma pequena fábrica de peças de locomotivas aos arredores da capital, as I.B. visam trazer todo o complexo e tecnologia industrial de sua sede principal. Nosso principal objetivo é industrializar o Império Gesebiano, visando uma indústria diversa e produtos de qualidade. Qualquer interessado em participar e/ou ajudar, manifestar-se aqui.
[/font]

[font=Palatino Linotype]Cargos:

[size=120]Presidente: Tiberius

Vice-presidente: Sir Wellington

Diretor financeiro: vago

Representante da empresa: vago[/size]

Política:[/font]

[font=Palatino Linotype]Para adentrar nas Indústrias Braun, deverá passar pela aprovação do presidente que, caso este não responda em 5 (cinco) dias, deverá passar pela aprovação do vice-presidente. Se qualquer empregado quiser representar a empresa em alguma empreitada, deverá também passar pela aprovação do presidente e se este não responder em 5 (cinco) dias, deverá passar pela aprovação do vice-presidente (VIDE 1ª frase deste parágrafo).

Fábricas/Empresas sob direção das IB:

[size=120]-Montadora de Locomotivas Mastodon 4-8-0(localização: Gardenne)
-Manufatura de Mauser Gewehr 98 e Mauser C96 (localização: Gardenne)

[center]Indústrias Hohenzollern & Cia. - Matriz[/align]

[tab=30]Fundada em 1864 por Leopold von Braun, as Indústrias Braun era líder no ramo de construção de tijolos, locomotivas, armamentos e derivados. Por problemas administrativos e por conta de uma crise econômica que atingiu o Império, as empresas acabaram falindo. Após entrar com o pedido na justiça para poder reabrir a empresa, Ivysson Luz Von Hohenzollern tem o pedido concedido e em 28 de Março de 1891 refunda a empresa, com o nome de Indústrias Hohenzollern & Cia. Estuda-se a possibilidade de fusão de todas as empresas do ramo da indústria do Grupo Empresarial Hohenzollern, mas essa é uma situação um pouco distante.
[tab=30]Neste momento de refundação, as Indústrias Hohenzollern irá se preocupar com a construção de locomotivas e vagões ferroviários, mas estuda-se a ampliação dos negócios para diversas áreas do ramo industrial, ainda mais agora que a atividade industrial no Império vem crescendo gradativamente nos últimos anos.[/size][/font][/spoil]

[size=150][font=Times New Roman]Dados Empresariais:
[spoil]

[/spoil][/font][/size]

Caro Nobre tiberius, é com imensa satisfação que venho lhe parabenizar por essa nova empreitada, assim que possível, gostaria de agendar uma reunião para encomendar as locomotivas e os vagões utilizados em nossa malha… no aguardo de seu contato

Att. Julio Cesar III

Nobre Tiberius,
Parabéns pela iniciativa, estou muito feliz por esta grande família prosperar em solo Gesebiano, meu caro irmão Conservador eu gostaria de conversar com o Senhor sobre a vaga de Vice Presidente pois eu desejo ajudá-lo neste projeto.

Meu Barão, sinto-me mui agraciado com sua vontade de ajudar! É claro que será bem-vindo! Como recusar um pedido de um compatriota e correlegionário como Sua Graça? Podes começar a qualquer momento e manifestar-se com ideias e críticas quando lhe bem entender.

Obrigado caro Tiberius.
De início acredito que devemos entrar em contado com a Empresa Kaiser que está encabeçando o Projeto da Malha Ferroviária, como somos á única construtora de locomotivas no Império eu acredito que uma parceria seria muito benéfica para ambos os lados, pretendo assim que possível me reunir com o Sr Julio pára discutir alguns assuntos e se concordares eu apresentarei uma proposta de parceria á ele.

Estou de acordo, conheço o Sr Julio e também acredito que uma parceria seri muito benéfica para ambas empresas. Agora, meu caro vice-diretor, eu estava pensando em assim que a primeira etapa da malha ferroviária for construída, iniciaremos a construção de uma fábrica de rifles Mauser Gewehr 98 e de pistolas semi-automáticas Mauser C96 para assim prover armamento tecnológico para nosso exército. O que achas?

É uma excelente ideia, com a consolidação da industria ferroviária poderemos ampliar os nossos horizontes e fornecer armamento de ótima qualidade para as tropas do nosso Grande Império.

Me desperto nessa manha preguiçosa de segunda feira, e sou recebido pela mensagem enviada pelo nobre Wellington, fico meio confuso de onde enviar a resposta da mensagem e decido deixar para descobrir depois, me levanto e decido antes de me dirigir ao escritório da Kaiser dar uma passada nas Industrias Braun, para agradecer o empenho no envio da primeira locomotiva e informar que estou ansioso pela chegada da mesma. Assim que adentro o recinto vejo como fui agraciado pela sorte já que Wellington foi nomeado vice-presidente das Industrias Braun, rapidamente pegou um rascunho e escrevo um bilhete do qual deixo com a secretaria das Industrias Braun:

[center][/align]

[center]1º ATO OFICIAL[/align]

[font=Palatino Linotype][size=120]Como presidente das Indústrias Braun, informo-lhes:

  • Declaro o início da construção de uma fábrica de armamentos Mauser Gewehr 98 e Mauser C96;
  • O fornecimento de 700 (setecentos) operários à Kaiser FL para a construção das Ferrovias Trans-Gesebianas (já concluído);
  • O fornecimento de 15 (quinze) engenheiros à Kaiser FL, mesmo motivo à cima (já concluído);
  • Renovação e expansão de alojamentos em Draco para os operários (já concluído);
  • Criação de acampamentos nos arredores de Draco para o restante dos operários (já concluído)
  • Mudança na política da empresa, que de agora em diante qualquer integrante que resolva fazer ações em nome da empresa (como: construir fábricas, fornecer operários, fornecer capital, etc) e entrar na empresa deverá passar pela aprovação do presidente;[/size]
    [/font]

[right]Tiberius von Braun
Presidente das Indústrias Braun, Senador Conservador,
Cavaleiro da Ordem de Gesébia[/align]

Um Mensageiro adentra o escritório com uma Mensagem de Anibal Romanov.

[hr]

[tab=30] Caro Tiberius, chegou a meus ouvidos a respeito da qualidade da comphania a qual Vossa Graça possui.
[tab=30]Gostaria de incomodar 500 rifles assim como munição para os mesmos, Tambem peças de reposição, entre pregos e parafusos, ao que se Sabe os navios Romanov I e Romanov II encontram-se no Porto, e seria terrivel sair sem nenhuma mercadoria para o Oriente.
[tab=30]Se for possivel tambem, movimentar alguns de seus engenheiros navais para reformar uma frota de 8 “novos” Navios que chegaram dentro de alguns dias, estes navios foram comprados em alguns países que visitei, e estão seriamente danificado devido aos anos de uso, porém a minha necessidade é urgente.

[tab=30]Grato desde Já…

[tab=30]Espero que vossa Graça possa me Fazer uma Visita quando Inalgurar minha Cabana, qual pretendo oficializar como minha residencia.

Atenciosamente.
Anibal Romanov.

[center][/align]

[center]2º ATO OFICIAL[/align]

[font=Palatino Linotype][size=120]Como presidente das Indústrias Braun, informo-lhes:

  • Fornecimento de 500 rifles Mauser Gewehr 98 e munição para 200 disparos para cada rifle que serão entregues ao navio Romanov I, localizado no Porto de Gardenne;
  • Mobilização de 40 engenheiros navais para reformar a frota naval que virá para o Porto de Gardenne;
  • Fornecimento de equipamento para a reforma, que será entregue junto com os rifles;
  • O pagamento será negociado assim que for aceito o sistema monetário gesebiano;[/size]
    [/font]

[right]Tiberius von Braun
Presidente das Indústrias Braun, Senador Conservador,
Cavaleiro da Ordem de Gesébia[/align]

[center][/align]

[center]3º E ÚLTIMO ATO OFICIAL[/align]

[font=Palatino Linotype][size=120]Como presidente das Indústrias Braun, informo-lhes:

A empresa estará FECHADA em virtude da crise econômica que se abateu em nosso império e da espera até a implementação do sistema financeiro.
[/size][/font]

[right]Tiberius von Braun
Presidente das Indústrias Braun, Senador Conservador,
Cavaleiro da Ordem de Gesébia[/align]

Alguns responsáveis pela empresa se reúnem para assinarem as papeladas que oficializarão a reabertura da empresa.

Reuniões e mais reuniões são realizadas a fim de acertar os últimos detalhes da reabertura da empresa. Espera-se que até o final desta semana, sua situação jurídica e administrativa esteja devidamente regularizada.

Após dias organizando as papeladas, as Indústrias Hohenzollern é reaberta oficialmente e, imediatamente, iniciam-se trabalhos para construção de alguns vagões para trens e para o futuro metrô, que está sendo construído na Gardenha,e que, possivelmente terá unidades na Romania. Durante reuniões para acertar todos os dados da refundação da empresa, alguns diretores sugeriram que a mesma ampliasse seus negócios para o setor siderúrgico e metalúrgico, a fim de suprir as demandas de materiais oriundos de empresas desse ramo. Apesar do entusiasmo de todo o quadro de diretores da empresa, fora decidido que por hora, a empresa se atentará apenas a construção de vagões e que em breve, terá uma reunião com o Sr. Hohenzollern para discutir a expansão da empresa para demais ramos da indústria.

[i][font=Times New Roman][size=150]Os primeiros vagões para o metrô da Gardenha começam a ser concluídos. No início da noite, operários da empresa concluem a construção da locomotiva, que movimentará todos os demais vagões.

[center]Locomotiva saindo da fábrica para fazer alguns testes[/align][/size][/font][/i]

[hr]
[right]Ivysson Luz Von Hohenzollern[/align]

Em reunião com a diretoria das Indústrias Hohenzollern & Cia. e a Fábrica de Máquinas e Motores Hohenzollern, foi decidido que ambas serão unidas. Prevalecerá o nome Indústrias Hohenzollern & Cia., bem como que a produção de ambas permanecerá a mesma.
[hr]
[right]Ivysson Luz Von Hohenzollern[/align]

Alguns trabalhadores colam, de forma ordeira, os seguintes cartazes na porta da fabrica:

Diretores da Indústrias Hohenzollern, ao lerem a cartilha publicada por alguns trabalhadores ao redor da empresa, montam uma comissão para iniciarem um possível diálogo entre as partes.
[hr]
[right]Ivysson Luz Von Hohenzollern[/align]

Durante os dias que se sucederam, os responsáveis pela empresa aumentaram o contingente de seguranças da mesma, com o intuito de evitar possíveis ações terroristas.
[hr]
[right]Ivysson Luz Von Hohenzollern[/align]