Gabinete do Presidente

[quote]
[size=150]Neste local o presidente do Partido Liberal publica as novas decisões partidárias, faz despachos, faz comunicados inter-partidários, como também recebe membros do partido e autoridades imperiais.

- Presidente:Alexandre Larraya de Vigo [/size]

Depois de terminar seus trabalhos, o Comendador sai do prédio e o fecha e volta para casa.

Chegando em seu Gabinete, o Comendador cumprimenta Samantha, que diz que os voluntários contratados pelo Comendador já foram para a Praça Hans, o Comendador ouve aquelas palavras com um sorriso no rosto e põe-se a trabalhar em futuros projetos políticos do partido.

O Comendador chega na Sede e começa seus trabalhos.

O Comendador acaba seus trabalhos, depois de passar da meia noite no partido, o dia foi tranquilo e teve certo movimento de pessoas interessadas pelo Partido. Depois de sair do Prédio, o Comendador o tranca e sob em sua carruagem dirigida por Pedro e vai para sua residência descansar, pois no próximo dia, terá mais trabalho no Partido.

Depois de alguns dias gripado, o Comendador volta a Sede do Partido, onde começa seus trabalhos diários.

Chegando no Gabinete, o Comendador pede para João se sentar, e pergunta:

  • O Senhor gostaria de um Whisky?
  • Sim, por favor. - João responde enquanto olha seu relógio de bolso. Espera receber o copo da bebida e observa a coleção de livros que o presidente do partido possui.

O Comendador volta com dois copos e uma garrafa de Whisky, se senta e enche os dois copos até a metade, entrega um dos copos a João e diz:

  • Bem, meu caro, eu te chamei aqui para conversarmos, eu gostaria de saber mais sobre vós, e porque deseja se filiar ao Partido, poderia me dizer?

João bebe um gole do Whisky.

  • O que deve saber sobre mim é que eu sonho em ser alguém de importância em Gesébia, lembrado por grandes feitos, não revelarei meu passado e muito menos o que me trouxe aqui. Estou em busca de um cargo público, seja ele qual for, portanto que eu tenha poder! - João falou um pouco mais alto no final , bebeu o que havia de sobra no copo e o colocou na mesa.
  • Interessante, meu Caro, mas você deve saber que o jogo político em Gesebia e um verdadeiro jogo de poderes e interesses, uma verdadeira lástima…enfim, eu gostaria de te dar uma posição no Partido, mas antes preciso falar com algumas pessoas…bem, meu Caro - Diz tomando todo o Whisky de seu copo - Creio que isto é tudo, tenho trabalho para fazer e creio que o Senhor também é não quero ocupar vosso tempo, tens algo a falar a mais comigo?

João se levanta da cadeira.

  • Obrigado pela atenção, estarei ao aguardo de sua resposta.

João se retira do gabinete.

  • Adeus, meu Caro, foi um prazer te conhecer, saiba que já estas no Partido, sinto que vós terá um futuro grandioso.

Depois que João saiu, o Comendador pergunta a Samantha se o Telegrama que ele escreveu ontem já foi enviado. O Comendador continua seus trabalhos, e depois ira falar com certas pessoas sobre o novo membro do Partido.

João entra no Gabinete pondo sobre a mesa do presidente alguns papéis.

  • Eis três projetos de lei que pensei gostaria que fossem a votação:
    Projeto de lei que visa diminuir a pena de criminosos que dedurarem seus comparsas.
    Art. 1º da Lei: Todo violador das leis de Gesébia ao ser julgado terá opção de escolher ter diminuição da pena ao entregar o(s) outro(s) participante(s) do(s) crime(s).
    § 1º: A redução será de no máximo 60% do tempo.
    § 2º: Se baseará na quantidade de comparsas dedurados: A cada um dedurado, serão entre 5% a 10% de redução, 5% caso o comparsa entregue não tenha cometido tantos crimes quanto o delator. E 10% caso tenha a mesma quantidade de violações ou mais.
    I - Para criminosos presos por violar o sistema financeiro, a pena seria reduzia em 5% a mais do que em outros crimes, ao contrário de 5% pelos que forem entregues e tiverem menas violações, serão 10% De redução, e assim por diante.
    II - Caso seja uma organização criminosa cujos atos preparatórios ou executórios ocorram com intenção de: “Quebrar” o sistema econômico de Gesébia, fazendo tais manobras financeiras com intenção de provocar Déficit em Gesébia. Estes criminosos não terão esse direito.
    § 3º O inciso II do § 2º não se aplica à conduta individual ou coletiva de pessoas que fizeram isso como vingança á uma autoridade específica que seria prejudicada com os resultados das manobras fiscais.
    Art. 2º: Dos prisioneiro que foram entregues na delação, não terão esse direito de escolher estregar ou não, serão presos sem segunda chance ou redução.

Depois de um tempo arrumando uns arquivos, Jose volta para casa.

O Comendador adentra a Sede do Partido e põe-se a trabalhar em seu Gabinete, depois de bastante tempo sumido.

Após sua entrada na sede do partido, Yuri segue ao gabinete do Presidente.
-Boa tarde Presidente,Voltarei a Dunnord hoje a noite,pensei que gostarias de falar sobre algo comigo. - Diz Yuri abrindo a porta do gabinete.

- Sim, sente-se, gostaria de um whisky? Eu queria falar algo bem rápido com o Senhor, eu quero o nomear Representante Oficial do Partido em Dunnord, sendo assim, o Senhor sera o responsável pelas ações do Partido em Dunnord e terá como função, convocar passeatas, fazer panfletagens e reuniões. O Senhor aceitas? Me diga, pois quero fazer outra pergunta ao Senhor.

-Seria interessante, Aceito um café se tiver. Acho que Dunnord precisa de mais apoio político, é tão esquecida, só é lembrada quando falam de portos ou transportes.