Gabinete do Reitor

Aqui o Reitor da U.M.B. receberá e fará despachos naquilo que lhe concerne além de receber todo aquele que desejar ter com o mesmo.

[offtopic]Quem seria o reitor? um player ou NPC, e por estar dentro da Romania eu poderei interceder (participar) em algumas coisas?[/offtopic]

[offtopic]

Se não me engano o Tiberius foi escolhido… se vai assumir é outra história, rsrs… e pode sim, claro…[/offtopic]

[offtopic]E não era ele que era o comissário?[/offtopic]

[offtopic]Agora é o Anibal, que anda sumido.[/offtopic]

[center]Carta enviada do Palácio Legislativo[/align]

[offtopic]Vou deixar pra fazer um edit só no primeiro tópico, como o livro ainda não está concluido, iria ficar muito edit se cada vez que eu postasse um capitulo eu tivesse que dar um edit.[/offtopic]

[offtopic]Julio, eu não deixei claro lá, mas pode postar como quiseres: 1 post por capítulo (ao estilo de AAR), etc. Faças do jeito que achares melhor, mas como estás a fazer não está fora das regras. :wink:[/offtopic]

[tab=30]O Barão, após passear pelos corredores da Universidade, chega à seu gabinete. Lá ele larga sua mala, e lê a papelada que estava sobre a escrivaninha.

O Barão guia seus colegas pelos corredores até o gabinete.

  • Cá estamos, o que há de importante para falar, ficará a salvo aqui…

-Bom vossa excelência possivelmente já tem conhecimento sobre discussão entre o chanceler e o presidente, ainda teve consequência sobre o presidente. Na minha opinião isso não deveria ser altitude do mesmo, temos que fazer alguma coisa, acho que vossas excelências tem conhecimento sobre o artigo 19 da constituição.

-Estivemos pensando sobre a possibilidade de fazer o Presidente do Senado renunciar devido à sua imperícia e suas contendas. -Divilly torna-se agora para Darkson, com o olhar um tanto fixo. -Lembro, no entanto, que essa é uma atitude de último caso, e que devemos pensar muito antes de aplicá-la.

  • Bem, já que essa legislatura começou dia 06/11, o nosso Presidente só poderá permanecer até dia 06 do primeiro mês do ano que vem… E sim, já tomei conhecimento do atrito entre o Chanceler e o Presidente… é uma decisão difícil…

-Pretendo ter um conversa com Carlos, avisá-lo sobre os riscos, admoestá-lo a tomar mais cuidado com suas ações, e dá-lo uma sugestão para evitar outros problemas em relação às propostas e PEC. -Divilly toma a iniciativa e expõe sua ideia, sentando-se de frente para o Reitor. -Eu, que pouca experiência tenho no Senado, tomo os procedimentos do Presidente como referência, mas não posso fazê-lo se esses procedimentos forem incorretos.

  • Sim, entendo-te, o Sr. Carlos Magno não é um bom exemplo a se seguir… por acaso os senhores contam com algum apoio a mais dos outros senadores?

-Ainda não sabemos, mas o Samn Balian não é do mesmo partido do presidente então.

-Tenho certeza de que o almirante Victtorio estará ao nosso lado.