[Gênero] Folk Metal

O folk metal consiste num estilo onde se mescla um estilo de heavy metal (tradicional, black metal, death metal, doom metal, power metal, Thrash Metal etc.) com elementos de alguma espécie de música popular de raiz (celta, eslava, escandinava, védica etc.).

É o estilo musical que mais tenho ouvido ultimamente estou viciado,curto o folk tradicional e rock então pra mim essa é a mistura perfeita. Abaixo algumas músicas do estilo que eu curto:

Folk Chinês

[BBvideo 560,350]http://www.youtube.com/watch?v=aEv_aEwVvak[/BBvideo]

Folk Finlandês

[BBvideo 560,350]http://www.youtube.com/watch?v=x6IyvCBK8dE[/BBvideo]

Folk Holandês

[BBvideo 560,350]http://www.youtube.com/watch?v=KBpDom4QWHE[/BBvideo]

Folk das Ilhas Faroe

[BBvideo 560,350]http://www.youtube.com/watch?v=SXjF9po2hYk[/BBvideo]

Folk Brasileiro
Eu sei que o Soulfly oficialmente não é uma banda folk mas eles tem músicas(como essa por exemplo) que são folk,na minha visão pelo menos.

[BBvideo 560,350]http://www.youtube.com/watch?v=9qdapNts8rY[/BBvideo]

Sempre escutei Folk/Viking Metal mas nunca achei parecido com Black. Te recomendo duas bandas: Ensiferum e Amon Amarth.

Tem uma banda BR (de Juiz de Fora) de Folk metal q eu acho mto boa, lançou o primeiro CD agora:

[BBvideo 560,350]http://www.youtube.com/watch?v=D8cEkVaBUYM[/BBvideo]

Gosto muito do Turisas. Os “concept albums”(não sei como chamar em pt) deles são bon demais. Essa música, então…

[BBvideo 560,350]http://www.youtube.com/watch?v=iH4pY0DvMrw[/BBvideo]

Já mais pro lado celta/irlandês, eu gosto bastante do Cruachan e de uma banda brasileira, o Tuatha de Danann. Uma pena que esta última tenha acabado. ):

[BBvideo 560,350]http://www.youtube.com/watch?v=54mhiW-xzjo[/BBvideo]

E por último, uma banda de Enka Metal, que nada mais é do que uma mistura do heavy metal com temas da cultura tradicional japonesa. Simplesmente fantástica.

[BBvideo 560,350]http://www.youtube.com/watch?v=bJaXzRLh4sw[/BBvideo]

Já conheço as duas hehe,acho elas fodas!!

Minha opinião sincera sobre essas bandas brasileiras de folk metal que usam temática europeias : Acho um lixo total,sério é ridículo FOLK como o nome diz é música do povo não faz sentido os caras ficarem fazendo música com a cultura dos outros,parecem bandas covers das bandas folks européias não tem nada de original ou de inovador,é triste ver esses caras pagando de celta com tantos temas fodas aqui na América do Sul pra criar música ORIGINAL e boa e eles desperdiçam talento fazendo cover de europeu. E eu adoro música folk e folk metal europeu e é por isso mesmo se eu quero ouvir ela eu vou procurar uma banda da região que faz uma coisa muito mais bem feita que esses caras.

Folk Metal sul-americano de verdade:

Banda Peruana Ch’aska:

[BBvideo 560,350]http://www.youtube.com/watch?v=XB8vPFektzg[/BBvideo]

Banda Brasileira Tierramystica:

[BBvideo 560,350]http://www.youtube.com/watch?v=bZKDqV1kqJM[/BBvideo]

Acho que até o Gangrena Gasosa faz um folk metal melhor que eles hehe

[BBvideo 560,350]http://www.youtube.com/watch?v=GvM6LmA5Buw[/BBvideo]

Particularmente, não acho que isso faça lá muito sentido. Se eu gosto de ouvir, por que eu não posso tocar? Eu sou brasileiro então tenho que tocar sobre temas brasileiros? Isso acaba com toda a lógica de uma globalização cultural.

Você pode tocar só que provavelmente vai ficar ruim ou vai ser simplesmente uma cópia de uma banda européia que já existe,vc precisa ter um conhecimento e uma vivência com a cultura que vc não pode alcançar simplesmente lendo um livro ou ouvindo uma música de tal região vc tem que viver nela,simplesmente imagina um americano fazer uma música sobre macumba? ou ele vai copiar uma banda brasileira ou ele vai criar uma coisa risível pra nós que vivemos e conhecemos essa cultura. Não sei se ficou claro pra vc hehe

As pessoas podem gostar de outras culturas mas o pessoal tem que parar de se iludir que ele pode fazer parte da cultura,eu por exemplo ando com um mjolnir no pescoço mas eu tenho noção que eu não sou escandinavo, e se eu fizesse viking metal sairia ruim por que eu não tenho um conhecimento tão grande sobre essa cultura que um cara comum na Islandia tem.

Guilherme tá parecendo o Edu Falaschi xD

MAS, seguindo pela sua lógica, nós teríamos que falar tupi, pq é da nossa região. Afinal de contas, o nosso jeito de falar o idioma portugues é risível aos olhos dos portugueses, que criaram o idioma. Afinal de contas, nós não temos contato diário com a cultura portuguesa, não temos conhecimento profundo da história deles, e não deveríamos utilizar nenhum pedaço da cultura, pq ia ficar uma merda.

Isso vale também pra quem fala inglês, italiano, alemão…

TUPI MAHY ETE, verdadeira cultura nacional.

E Viva a zuera, acima de tudo ahuahuahhuaua

Oh, agora entendo seu ponto. Ainda discordo um pouco dele, mas já entendo. E de fato, é bem provável que alguém de fora não consiga fazer algo tão bom quanto um nativo, mas não acho que isso deva ser um “jamais tentarei”. O próprio Tuatha, por exemplo, teve uma boa recepção quando tocou no Wacken, ficando inclusive na 2ª posição no Metal Battle e sendo a banda estrangeira que reuniu maior público dentre elas. Pode não ser um resultado estrondoso, mas é uma banda brasileira sendo reconhecida na Europa por tocar música europeia, o que pra mim já é um bom começo. Inclusive, acabo de descobrir que eles voltaram do hiatus no final do ano passado. :slight_smile:

Edit:
Só adicionando uma coisa, o Turisas é uma banda finlandesa que tem 2 álbuns sobre os Rus e daí descendo pra Bizantino. Tem uma ligação? Talvez, mas não tão próxima a ponto de eles serem uma cultura só. E oras, eles são bons mesmo assim. E você gosta. Realmente não vejo problema.

A uns cinco anos eu encontrei o Edu Falaschi quando fui comprar o God of War [Na época disco novo do Manowar]. Te recomendo Manowar também Guilherme, pode não ser Folk/Viking mas a temática é a mesma, na minha opinião os Reis do Metal. Escuta ai e diz o que tu acha.

O seu argumento não faz sentido pq nós vivemos na região tupi mas nós somos descendentes dos portugueses,querendo ou não nossa cultura é o fruto da mistura da cultura deles com a nativa e a africana e o idioma que falamos é fruto disso.

Eu conheço as músicas deles sobre esses temas e elas são ótimas,mas se vc prestar atenção as músicas sobre o Império Bizantino falam principalmente sobre a guarda varegue que era formada por nórdicos incluindo finlandeses, e os Rus eram um povo nórdico ou seja praticamente a mesma cultura.

Bom cada um tem seu gosto e sua opinião a minha é essa.

Na minha opinião o seu argumento também não faz sentido, então chegamos a um impasse. Pare de falar português q eu paro de ouvir Hagbard xD

P.S. Tecnicamente, os finlandeses não poderiam cantar sobre os nórdicos, visto que há uma separação cultural (nórdicos= suécia, noruega e dinamarca. finlandeses=finlandeses, karelia e países bálticos) e religiosa (nórdicos= religiao nórdica e finlandeses= suomenusko) entre eles. E não me venha falar em proximidade geográfica pq Espanha e Marrocos ficam bem perto geograficamente. :haha

Então uma banda brasileira também não poderia tocar rock, nem techno, nem hip-hop, nem soul…

Veja pelo lado bom… a gente pode invocar a chuva xD

Se eu entendi bem o que o Guilherme falou, o problema não é o estilo musical mas sim as letras que compõe as músicas. Se for assim não há problema em brasileiros tocando rock e afins.

Po, Tuatha de Danann arrebenta muita banda estrangeira por ai. Os caras tocavam bem e suas músicas tinham uma vibe bem original

A história e a cultura são tão próximas quanto as culturas aqui da américa do sul,entenda do mesmo jeito que um brasileiro faz música sobre os Incas um finlandês faz sobre os nórdicos.

E cultura não tem haver apenas com posição geográfica,vc que insiste nessa besteira falando que a gente não deveria falar português. Bom mas pra quem não quer entender não adianta explicar.

Hiryuu vc vai me ajudar a dar um bom exemplo do que eu estou tentando dizer,aqui no Brasil se faz muito hip-hop(rap) e o ritmo apesar de ser americano é adaptado ao Brasil,os Racionais fazem músicas sobre a realidade daqui sobre as favelas,carandiru e tals vc nunca vai ver eles fazendo música sobre o Harlem ou coisas da realidade dos afro-americanos,compreenderam?

Eu não insisto em falar tupi, só usei a mesma lógica que a sua. Em um mundo globalizado, cultura e religião tornam-se algo quase irrelevante, aos olhos dos cidadãos do mundo (polêmico mas verdade). O que me impede de fazer uma música sobre, digamos, Carlos Magno, se eu tenho fundo histórico o suficiente para tanto? Do mesmo modo que um europeu pode fazer a música sobre os Tupis, se ele tem fundo histórico o suficiente. Não é todo cidadão de um país que tem um PhD em história pra ficar criticando o trabalho dos outros, ainda mais musical. Se você tem esse preconceito, na minha opinião, risível, o problema é todo, absoluta e completamente seu. Pela lógica que você segue, seria ridículo o Rick Riordan fazer um livro sobre mitologia Greco-Romana (não que eu goste do trabalho dele), O Tolkien fazer um livro baseado na mitologia nórdica, e o Conn Iggulden fazer um livro baseado na história romana. Eles não são da cultura desses povos, o que não impede eles de fazerem uma pesquisa sobre o assunto, se aprofundarem. Claro que não vai ficar perfeito, nada é perfeito até a última casa decimal. Nós somos humanos, se fôssemos perfeitos seríamos deuses. Mas, voltando ao meu argumento principal, você acha que o fã de Folk vai deixar de ir ao show do Tuatha só pq eles são brasileiros e cantam sobre uma cultura que não é a deles? Poxa, como o Reinhard disse, eles foram bem recepcionados em WACKEN. WACKEN. Você quer alguma coisa a mais sobre isso? Se a música é boa, pra quê reclamar? Afinal de contas, não é a música o que mais conta na música?

P.S. Seguindo pela sua (i)lógica, Black Metal deveria ser uma cena do metal somente norueguesa, pq foi uma forma de voltar à religião antiga (por isso, eles queimavam igrejas).

P.S.S. O que você realmente está dizendo é a xenofobia generalizada, um preconceito bobo, ilógico e irreal (que não ocorre nos países nórdicos, eles tem o bom senso de ouvir antes de criticar cegamente), pelo menos no mundo moderno. Se você quer que cada local tenha sua cultura estática, acho melhor pegar o primeiro trem para 1938.

Um abraço.

Pode fazer uma música sobre Carlos Magno,ou até um album,fazer música sobre história não quer dizer que sua banda é folk metal pra começo de conversa,e folk normalmente não se concentra só em figuras históricas mundialmente conhecidas como Carlos Magno mas sim em pequenas coisas da cultura de cada região,isso é o problema,são coisas pequenas que vc só chega a conhecer tendo contato com esse povo,e eu acredito totalmente que se existisse uma banda europeia com temática(temática não apenas uma música ou duas) tupi ficaria tão tosco ou até pior que as brasileiras com temática celta. O problema é meu mesmo hehe,é minha opinião e meu gosto e meu preconceito,e eu acredito que não estou perdendo nada com isso.

A questão do black metal é tão simples quanto a do rap,gêneros que não foram criados aqui mas foram adaptados, eu pelo menos nunca ouvi uma banda de black metal brasileira que falasse sobre a religião antiga nórdica.

Eu admito que é um preconceito sim mas sobre xenofobia acho melhor vc pesquisar sobre o significado disso no dicionario pq não tem nada haver com oq eu estou dizendo.

Cara a gente vai continuar essa discussão pra sempre se quiser,música é gosto e apenas isso ficar discutindo mais sobre essa questão vai levar há lugar nenhum.

Concordo com você, melhor parar essa discussão, e ouvir mais Korpiklaani.

[BBvideo 560,350]http://www.youtube.com/watch?v=e7kJRGPgvRQ[/BBvideo]