HoI3 o melhor jogo de estratégia injogável

Povo,

Tô chegando a essa triste constatação…

É inviável controlar tudo. E olha que o tudo nem é tanta coisa assim.

A quantidade de janelas beira o absurdo… e se vc desabilita alguma, parece q a AI se aproveita disso. Um exemplo, eu tava controlando todos os combates aéreos de Alemanha e os Ingleses só tinham me bombardeado estrategicamente, uma vez. Tirei o aviso, e em menos de um mês, pelo log, me bombardearam mais de uma dúzia.

Ok, ativamos as janelas de novo…

Então criei fronts para não ter que gerir TUDO, alguns deixei paradinhos lá e outros ‘achei’ que iam trabalhar bem sozinhos… quando vejo, a AI empilha tropas numa província perto do fim do mundo… só deixou lá, olhando a praia na França com os Ingleses já libertando Paris. E eu lá, atolado na URSS.

Não dá pra jogar 3, 4 horas e mal passar um mês.

Como é que se controla tudo isso???

Credo.

Então, a AI me irrita muito… jah fechei o Golfo da Finlânidia e afundei tudo que tinha gente dentro ou em cima e a AI ainda me deixa divisões nas praias.

Crachou o jogo aqui (na verdade o NB ferveu e desligou) quase no fim do mês quando eu ia tentar algo novo, criei um front no meio da Alemanha, sem tropas, mas ia dar as terras para ela, hehehe… quem sabe assim eu liberava mais de 30 divisões. É frustante a AI em ofensiva com tropas paradas em Stokolmo agarrando as Suecas…

  • Aconselharia a organizar suas tropas em um padrão. Olhar o mapa do terreno e dividir elas da melhor forma possível. Não usei a AI em nenhum momento. Tentei uma vez quando estava enfrentando a URSS e não deu muito certo, somente na força aerea, para conter alguns bombardeiros sovieticos, mas acabam transferindo meus aviões para a Africa… Enfim, nunca mais usei a AI. hsauhsauhsa.

  • Mas bah, jogar de alemanha é fácil, principalmente se começar a atacar minors europeus o quanto antes, pra poder usar o bonus de guerra.

  • O louco, duas horas para um mês? xD

  • Sobre as artilharias, a rebocada deve ser pra infantaria, a propulsada pra infantaria mecanizada ou blindados, assim como pode ter uma AT, rebocada ou propulsada.

  • Sobre a Inglaterra, usava minha marinha só pra ganhar tempo e aproveitava e desembarcava um monte de tropas na ilha, cerca de 300k homens. Criava linhas de suprimentos e fazia de tudo para mante-las. Usava paraquedistas para tomar os portos e assim fazer a marinha inglesa mudar de posição e assim ia…

  • Mas essa questão do tempo achei muito estranha… o-o

A melhor estratégia para a GER é:

  • Diplomacia e inteligência e pegar a Áustria em 36 após isso descer a
  • Começar a aumentar o pratical/produção de Indústria, Tanks, Motorizado, alguma infantaria, Interceptor em reserva e chegar a 500 Brigadas.
  • Fazer uma paulada de divisões rápidas TANK+MOT com combine-Arms, em 38 fazer umas 10 divisões 4x Montanha.
  • Disparar os eventos todos até 39 exceto o Molotov nem puxar qualquer país para o Eixo.
  • Criar um stock grande de Rares e Metal negociando com a Holanda e Suécia.
  • 39 Deixar a Polônia anexar a eslovaquia e depois devora-la.Segurar a Linha Maginot. Ao mesmo tempo acaba com a Dinamarca
  • Invadir a Suíça colocar uma paulada de tanques e entrar pela suíça e avançar para paris, a linha maginot por ser ameaçada por bolsão retira-se para paris e fica livre para avançar.
  • Acaba com a França e dispara a vichy, depois anexa Bélgica, iugoslávia e pegar a Itália
  • A itália vai demorar um pouco mais, mas se tudo for bem feito consegue-se até 40. Em 40 pega-se Balcãs, Escandinávia, Bálticos , Espanha e começa-se a preparar o frente Russo.
  • Entretanto com poucas divisões e depois de fechar Gibraltar, invade-se a Inglaterra, ganha-se leadership e pesquisa-se as doutrinas terrestres. que em 41 estaram prontas para iniciar o front com a Rússia.
  • A melhor maneira de derrotar a Russia é segurar o Front Sul e não pegar Kiev e pela Finlândia e Bálticos fazer uma frente norte até Moscovo, após isso avança no sul e acaba com rússia.
  • O mediterrâneo fica fechado e a GER Ganha a Guerra em 42/43… PONTO

Bom dia.

Sou novo na comunidade e estava lendo alguns posts e este me chamou a atenção.

Jogo wargame em tabuleiro a bastante tempo, inclusive alguns “fabricados” por um grupo de jogadores.

Bom para quem já está acostumado aos esquemas de tabelas de uma wargame de tabuleiro e em alguns casos a “loucura” que é verificar e “calcular” tudo, o HOI 3, que foi a que conheci, é um achado.

Primeiro podemos jogar sozinhos, nem sempre é possível reunir os jogadores para uma partida, que no mínimo durava umas 4 horas, e as possibilidade e variações do jogo são incríveis.

Ainda me considero um iniciante do HOI, mas me apaixonei pelo mesmo, é difícil jogar todos os dias, mas procuro jogar com certa freqüência.

Mas é realmente complicado, e exigente em termos de estar constantemente verificando suas unidades ao redor do mundo.

Não gosto muito da IA por isso controlo tudo, ou quase, só libero para a IA a espionagem, mas como limito bastante a pesquisa nesta área não tem muito problema, o comercio também deixo automático, o resto, controle na mão.

Uso muita pausa para estar verificando os fronts e distribuindo ordens, depois companhia por um tempo.

Deixo o tempo no máximo no segundo nível de velocidade…

Até aqui considero um ótimo wargame…

Abraços