Informações úteis para Victoria 1

Segue uma lista de informações acerca do jogo e a sua jogabilidade, curiosidades, dicas, etc, que podem ser muito úteis:

-Embora os pontos militares e industriais sejam importantes, é o prestigio que determina o vencedor;
-Para conseguir grandes quantidades de prestigio, basta que das 5 primeiras vezes que se for a desenvolver perquisas, todas sejam culturais (funciona bem com países com altas taxas de alfabetizados, de preferencia grandes potencias);
-Em condiçoes normais, os três primeiros classificados serão EUA, Alemanha e Reino Unido;
-É bastante normal a França chegar a 1936 praticamente sem caminhos de ferro;
-A China civilizada é a nação mais forte do jogo.
-A melhor maneira de controlar uma revolta é usando cavalaria - o seu valor de choque é melhor a baixar o moral do que a matar o inimigo;
-A produção vertical é extremamente importante, poupa muito dinheiro;
-O maior modificador de combate são os tanques, o segundo os “stormtroopers” - bem mais importantes que o gas;
-A partir de 1970, ter cavalaria só serve para duas coisas: roubar provincias que não tenham inimigos lá, ou combater revoltas;
-A artilharia é raínha no campo de batalha, principalmente nos últimos anos - produzir artilharia será sempre um bom investimento (grandes potências principalmente);
-Perder “capital ships” em batalha, faz perder prestígio;
-O badboy é o segundo pior inimigo do jogador - o pior é a bancarrota;
-Só dá para verificar o badboy usando o cheat “badboy” na consola, F12;
-Um mau oficial do exército é sempre melhor que nenhum;
-Jogando de Rússia, o pior erro do jogador é provocar a Guerra da Crimeia (a não ser que seja um às, ou que jogue em very easy);
-É melhor perder o prestígio e esperar para dar cabo do Imp Otomano sozinho, e fazer deles satélite - para tal basta conquistar todas as capitas deles e dos seus aliados na Europa;
-A partir de 1890/1900 convém (mesmo) ter várias reformas sociais;
-As melhores reformas sociais são o “health care” e “unemployed funds”;
-As piores são os limites de horario de trabalho, e regulações de segurança, pois vão baixar a eficiencia industrial;
-A fábrica mais importante do jogo é de aço;
-Os clerks são a POP mais importante: aumentam a eficiencia das fábricas e os “research points” aparecem mais depressa;
-O “lasser faire” é bom no final do jogo, quando o país tiver muitos capitalistas - no ínicio, ter “state capitalism” é o mais indicado;

  • A Áustria tem mais de dez culturas no seu país: germanicos do sul, checos, eslovacos, italianos, eslovenos, croatas, servios, montenegrinos, romenos, polacos, ucranianos, moldavos, bosnios, hungaros…

Em actualização.

Bacana,você deveria ter postado isso 1 ano atrás quando eu ainda jogava ehehehe.

É interessante também pra ver como muita coisa mudou no VIC2,você precisa de uma estratégia totalmente diferente para sobreviver no jogo.

lol eu ainda jogo, pois não me adaptei ao novo, nao sei porque