[INTERATIVO] Avenida Silvanus

[font=Garamond Bold][size=150][center]AVENIDA SILVANUS[/align]

[tab=30]Tendo o seu início no Parque do Templo, a moderna avenida se extende do extremo norte da cidade até o extremo sul, passando por quase todos os seus bairros.
[tab=30]Nomeada em homenagem ao Deus Romano dos Bosques e da Pecuária, cujo principal templo fora erigido aqui no início do século XVII, a Avenida Silvanus é a mais movimentada da cidade, considerada por alguns como principal ponto turístico da região, seja pelas estátuas de Silvanus e Faunus ou pela longeva história.

[/size][/font]

Um telegrama é entregue a um jovem.

[font=Garamond Bold][size=150]
[tab=30]Durante a tarde vários movimentos patrióticos realizaram manifestações por toda a cidade, eles carregavam cartazes com frases como “Gardenha delenda est” e “Não abram a Fronteira,” todas as manifestações foram pacíficas do início ao fim e foram acompanhadas pela Carabinieri.

[/size][/font]


[tab=30]Mais protestos são realizados na cidade, onde populares vão as ruas contra o país vizinho, acusando-os de afronta a neutralidade romaniana, bem como a paz e a moral dos mesmos. Os cartazes exibidos por todos os lados das manifestações demonstram o apoio do povo à Sua Majestade e às Forças Armadas.

O Intendente da cidade recebe os draconianos com frieza, mas respeitosamente aceita a oferta, após a garantia de que todos os direitos dos cidadão seriam respeitados. Os pouco rebeldes na cidade são delatados e presos.