[INTERATIVO] Estado da Campânia

[center]Estado da Campânia[/align]

[font=Times New Roman][size=150][i][justify][tab=30]Como forma de melhorar a administração no interior do Reino, aprovou-se, com base no Decreto 29/1892 do Poder Executivo, a divisão das Províncias Reais em Estados Administrativos.
[tab=30]O Estado da Campânia, cuja capital é a Cidade de Monte Bello, é banhando, em sua maior parte, pelo Oceano Pacifício. Uma das regiões mais poderosas no Reino, dispõe de uma grande excelência intelectual, com a existência de universidades e institutos que auxiliam no desenvolvimento e aperfeiçoamento de novos conhecimentos.
[tab=30]Fazem parte do Estado as Cidades de Monte Bello, Aosta, Udine e Bolzano com uma população, segundo o Censo de 12/1892 IRPER, 668.308 habitantes.[/align]

Governador
[spoil]

[/spoil]

Cidades e Seus Intendentes
[spoil]

[/spoil]

Edifícios e Prédios Públicos
[spoil]

[/spoil][/i][/size][/font]


[tab=30]Logo após a criação do Estado, uma junta governativa, indicada diretamente por altos funcionários públicos assumem a administração local. Até a escolha de um governador, o estado será governado por esta junta.


[tab=30]Com a aproximação do Dia da Liberdade, governador e intendentes locais organizam-se em uma grande reunião para arquitetarem uma enorme parada militar em comemoração ao feriado nacional.

[font=Garamond][size=150]
[tab=30]Ao longo de todo o estado intelectuais e magistrados fazem reuniões e paralisam os seus trabalhos demonstrando apoio a Frente Constitucionalista.

[tab=30]Em algumas cidades são colocadas faixas de apoio nas instituições de ensino e nos fóruns. Enquanto isso a população se mostra contrária ao movimento, havendo casos em que a Carabinieri é obrigada a intervir para garantir a ordem.
[/size][/font]