[INTERATIVO] Forte de Áquila

[font=Garamond Bold][size=150][center]FORTE DE ÁQUILA
2º Divisão de Fortificações do Exército Real[/align]

[tab=30]Localizado entre a Ponte das Águias e a costa, o Forte de Áquila fora construído com o intuito de servir como primeira linha de defesa no caso de uma invasão Dugardenhana ou algum tipo de desembarque ao norte da Capital Real.

Comandante: Coronel Maxwell Schroeder
[tab=122]Estratégia: 1 / Lealdade: 1.

Efetivo:
[spoil]500 soldados de Infantaria Regular.[/spoil]

Equipamento:
[spoil]20 Peças de Artilharia.[/spoil]

[/size][/font]

[spoil][i][size=150][font=Times New Roman][justify][tab=30]Tendo chegado ao Norte de Áquila, próximo à fronteira com o Arquiducado da Dugardenha no início da manhã, os operários da Nova Roma Infraestrutura iniciaram a demarcação do lote, assim como a alocação de materiais, preparando o solo para receber as estruturas do alicerce. Estimava-se que o tempo de construção seria rápido, estando a obra concluída nos próximos 6 dias.

[/align][/font][/size][/i][/spoil]

[font=Garamond Bold][size=150]
[tab=30]Com a conclusão do forte e instalação das peças de artilharia, a 2º Divisão de Fortificações se instala no Forte e inicia patrulhas em torno do mesmo, assumindo o estado de alerta que vigora em toda a nação.

[/size][/font]

[font=Garamond Bold][size=150]
[tab=30]O Coronel Schroeder estava inspecionando a artilharia quando recebeu um comunicado, guerra. Isso não era uma surpresa para ele, mas também não lhe daria nenhuma alegria, mesmo assimile fez questão de soar o alarme e reunir pessoalmente as suas forças.


[tab=30]Em poucos minutos a artilharia estava sendo reposicionado, focando-se na estreita faixa de terra à leste do Gardennay e na Ponte das Águias, enquanto isso os soldados se aglutinavam nos muros, atentos a qualquer movimento.

[/size][/font]