[Interativo]Gabinete do Diretor da Prisão

Gabinete do Diretor da Prisão.

O cargo de Diretor da Prisão Imperial é de grande importância, tanto para a Nação quanto para seus cidadãos e seu ocupante, pois, além de cuidar da reintegração dos internos à sociedade, e de evitar possíveis fugas, requer a indicação do próprio Imperador. Com a recente mudança do principal centro de detenção do Império para o Marquesado da Arca Perdida, e com a inauguração da novíssima Prisão Imperial Artuniana, o antigo Curador da Torre Imperial, Ralvius, que já estava para se aposentar, fora exonerado de sua posição, deixando a Diretoria da prisão vaga para que outra pessoa a ocupe e possa renovar a administração, há tempos obsoleta. Alguém que, preferencialmente, não deixe prisioneiros escaparem sem cumprir a sua devida pena, como ocorria frequentemente durante a Gestão de Ralvius.

[center]Primeira reunião da Diretoria da Prisão. Sua Majestade encontra-se fora do enquadramento.[/align]

[center]É nesta sala que o Diretor da Prisão Imperial Artuniana irá receber convidados, requisições e correspondências. Ele despachará memorandos, ordens e tudo aquilo que compete a seu ofício.[/align]
Atual Diretor:

[center]IMPÉRIO GESEBIANO
Poder Judiciário
Juiz da Suprema Corte
Rio de Janeiro, 22 de Maio de 2014[/align]

[center]Despacho de Soltura[/align]

O Excelentíssimo Juiz da Suprema Corte, Nero de Bragança através deste despacho ao Ilustríssimo Diretor da Prisão Imperial ordena que: Os Presos Gmax ( Maxwell ) e Hitler atualmente lotados nas celas desta encarceragem sejam imediatamente SOLTOS, conforme decisão judicial : http://www.gsbrazil.net/forum/viewtopic.php?f=157&t=11986

[center]CUMPRA-SE, PUBLIQUE-SE, REGISTRE-SE.[/align]

Sua Excelência,

Nero de Bragança
Juiz da Suprema Corte Imperial Gesebiana

[size=150][font=Palatino Linotype]Após vários dias na Prisão, finalmente chega a ordem de soltura do Visconde Biller.

O diretor da Prisão chamou Biller pessoalmente para lhe dar a notícia. Ao informá-lo, o Visconde sentiu novamente alegria.

Seus pertences lhe foram entregues e ele foi escoltado até o portão de saída.

Era este o fim de seu Cárcere…[/font][/size]

O Diretor da prisão verifica quais são os detentos que seriam soltos nos próximos dias, entre eles estava o nome de Lucas Genaro. Logo o direto manda uma correspondência ao Comissário avisando sobre o fato.

  • Mas que merda é essa?! O Comissário pensa que isso é brincadeira? - esbraveja o diretor antes de sair e avisar seus guardas.
  • SENHOR! SENHOR!

  • O que foi homem?

  • Uma explosão no setor Norte!!!

  • Mande os homens para lá não podemos deixar que os malditos planos do Comissário me façam perder o emprego - diz o Diretor saindo de seu gabinete para dar ordens aos homens.

[hr]

[tab=30]Menos de meia depois o Diretor volta esbravejando pelo ocorrido, aparentemente a explosão foi uma grande bomba de fumaça e alguma coisa para fazer muita poeira e nenhum preso aparentemente havia sumido, embora algumas chaves houvessem desaparecido e alguns guardas foram amarrados e amordaçados.

  • Mas o que esses MALDITOS queriam? - diz o Diretor a um guarda ao entrar em seu gabinete.

  • Estarmos em seu gabinete… - respondeu um Praetoria sentado na cadeira do diretor e segurando um grande molho das chaves do setor Leste, com dois outros Praetoria ao seu lado em pé, todos trajavam vestes negras e tinham passado alguma espécie de creme ou pasta preta em seus rostos e mãos.

  • M-a-s q-u-e m-er-d-a é essa!?!?!?

  • Por favor venha e sente-se - indicando a cadeira das visitas - temos muito a conversar e algumas melhorias a fazer em seu presídio.

[justify][tab=30]- Finalmente vão julgá-lo? Já não era sem tempo…[/align]