[INTERATIVO] Hospital-Geral Marquês D'Arca Perdida

[font=Palatino Linotype][center]HOSPITAL-GERAL MARQUÊS D’ARCA PERDIDA[/align]

[center]Vista frontal do Hospital-Geral Marquês D’Arca Perdida[/align]

[size=150][justify]O moderno Hospital-Geral Marquês D’Arca Perdida, instalado no bairro de Monte da Arca, em Windhelm, capital da Cisalpínia, é a quarta maior instituição hospitalar de todo o Império.
Inaugurado em 16 de Outubro de 1891, as instalações apenas da ala de internação e outras centenas em áreas de recuperação. O Hospital-Geral Marquês D’Arca Perdida projeta-se como referência em especialidades médicas diversas em nível provincial, que vão desde cirurgia à pediatria, tem convênio direto com o Hospital da Santa Misericórdia, em Gardignon, a Capital Imperial, e com o Centro Médico Belugha, em Firgen, capital da Dracônia.

É a segunda grande obra inaugurada e mantida inteiramente pelos fundos públicos da Intendência de Windhelm. Este hospital dispõe de espaço para analisar a origem e forma de transmissão de moléstias e infecções simples ou mesmo severas. Dispõe ainda de considerável material médico e remédios conhecidos armazenados em depósito esterilizado.[/align][/size]

[center]Principal ala de recuperação com dezenas de leitos e equipe de enfermagem responsável[/align][/font]

[font=Palatino Linotype][size=150][justify]Durante os últimos dias, o Secretário de Obras e Planejamento Urbano bem como o Secretário do Patrimônio Histórico e Cultural do Governo-Geral da Gardenha percorreram por diversos edifícios antigos da capital de Cisalpe. Sua meta era fazer valer o decreto do Intendente de Windhelm, que havia despachado assertivas para a construção de um hospital.
De modo a preservar a memória predial da antiga cidade de Windhelm, procurou-se um edifício abandonado, contudo, que estivesse em boas condições e fosse de amplas dimensões.

Um edifício, que outrora servira como uma antiga empresa de comércio ultramarino, foi escolhido. Assim, através de um esforço de mobilização e direcionamento de recursos financeiros, tiveram início as primeiras obras para construção do Hospital-Geral Marquês D’Arca Perdida.

[/align][/size][/font]

[font=Palatino Linotype][size=150][justify]Depois de eficientes trabalhos de construção, inaugura-se o Hospital-Geral Marquês D’Arca Perdida.

O Intendente de Windhelm, Victtorio S. W. Medeiros esteve presente na cerimônia que durou grande parte da manhã e cortou a faixa vermelha que estava na entrada do hospital, simbolizando sua inauguração.[/align][/size][/font]

  • Luciano Wilt? Sim, ele está no quarto 16. Teve uma forte febre e está se recuperando, o médico disse que segunda ele terá alta.

Assim, o policial sai e vai informar o delegado sobre o paradeiro do jovem.