[INTERATIVO] II Quartel do Exército Arquiducal

[center]2º Quartel do Exército Arquiducal[/align]
[font=Times New Roman][size=140]

[center]Arquiduquesa Selma I[/align]

[center]General-de-Divisão Juca Cai[/align][/size][/font]

[justify][tab=30]O II Quartel do Exército Arquiducal, sediado em Puy, tem como objetivo o treinamento de recrutas a servirem na defesa da cidade e de toda a região leste do Arquiducado. Em sua lotação, o quartel abriga a 2ª e a 4ª Brigadas de Infantaria, comandada pelo General-de-Divisão Juca Cai; e o 3º Regimento de Engenharia de Combate, comandado pelo Coronel August Benjamin Fontaine.[/align]
[center]Contingentes[/align]
[size=140][font=Times New Roman]- 2ª Brigada de Infantaria / Efetivo: 1.200 Soldados / 10 Metralhadoras Willer Death Gun .12

  • 4ª Brigada de Infantaria / Efetivo: 1.200 Soldados / 10 Metralhadoras Willer Death Gun .12
  • 3º Regimento de Engenharia de Combate / Efetivo: 500 Soldados[/font][/size]

[center]Uniformes[/align]
[spoil][center]Uniformes da 2ª e 4ª Brigadas de Infantaria[/align]
[center]Uniformes de Serviço[/align]


[center]Uniformes Cerimoniais[/align]

[hr]
[center]3º Regimento de Engenharia de Combate[/align]
[center]Uniformes de Serviço[/align]


[center]Uniformes Cerimoniais[/align]
[/spoil]

[center]Histórico do Prédio[/align]
[spoil][font=Palatino Linotype][size=130][center]Base da II Tropa de Caçadores Gardenhos[/align]

[justify]Reinstituído em 1890, o Corpo de Caçadores da Gardenha é uma unidade militar regional inspirada na tradição militar da Antiga Gardennia, a região que conquistou e unificou o atual Império.

A base da II Tropa de Caçadores Gardenhos se localiza em Puy, cidade interiorana no noroeste do Município Neutro de Gardignon. Com quase 100 mil habitantes, a cidade é um importante ponto nesta região da Gardenha, por ser próxima à fronteira com a Dracônia. Tal posição foi decisiva para a instalação do contingente como condição para a garantia representativa da soberania regional.[/align][/size][/font]

[center]Homens da II Tropa de Caçadores Gardenhos[/align]

[justify]II Tropa de Caçadores Gardenhos
Estabelecida na Cidade de Puy, no Município Neutro de Gardignon
Duzentos soldados de Infantaria Regular
40 metralhadoras Willer Death Gun .12[/align][/spoil]

[font=Palatino Linotype][size=150]

[/size][/font]

[size=125] Apos ter saído as 6 horas da manha da base da terceira companhia junto com dois patrulheiros para a cidade gardenha de Monteumart em seguida para Puy, na viagem cheguei Monteumart que almocei junto com dois companheiros da patrulha e depois alimentado os cavalos com o comercio local, depois partimos para Puy.
Chegando na cidade, vejo espanto das pessoas ao ver que não era cavalaria gardenha, chegando na base vejo dois sentinelas, tanto eu e dois companheiros paramos, rapidamente venho mais três caçadores gardenhos que se aproxima com intuito de pegar rédeas do cavalo, desmonto em seguida e os tres caçadores leva os três cavalo para estabulo da base, rapidamente um oficial vem que vem fala comigo.

-[i]Porque três patrulheiros vieram a Puy?[/i]

-[i]Sou Hoken Lokisson ou comandante Lokisson da Companhia Dragão Negro da Patrulha Draconiana, tenho Assunto extremamente importante com comandante dessa tropa.[/i]

Em seguida o oficial adentra no oficial para fala com mesmo.[/size]

[justify]Após adentrarem no quartel, o comandante encontrou o Sr. Lokisson e foi com este até seu gabinete. Lá, inquiriu-no:

  • Comandante Lokisson, o que fazes na Gardenha? - Perguntou o Capitão Giraud, comandante da II Tropa. - Não fui informado pelo Governo sobre esta visita, e, até onde sei, os homens das forças regionais estão proibidos de mudar de região quando estão em serviço. Diga-me então…[/align]

[size=120] -Na verdade apenas estou fazendo visita rápida. - Olhando ao lado, olha para algum soldado e falou - por favor, alguém traz mapa do império - Giraud concorda com cabeça e em poucos minutos é trazido algum mapa e estendido na mesa.

[center]

[/align]

  -[i]Bom comandante[/i]...

  -[i]Giraud[/i].

  -[i]Bom, os pescadores da vila Saerima foram atacados em alto mar ... digamos por pirata, que os mesmo falava uma lingua estrangeira - apontando no mapa a vila Saerima com dedo. -Mas se observamos bem, existe muitas vilas gardenhas costeiras como Leyden, Gembloux, Genape, Nordignen. Eu sei tanto vocês Caçadores gardenhos e nos da Patrulha Draconiana não somos o almirantado, mas, se foi feito um ataque em alto mar, o que impediria de saquear alguma vila costeira do norte do império?[/i][/size]

[justify]- Estou ciente da situação e dos perigos, Comandante Lokisson. Infelizmente, a patrulha dos mares é de responsabilidade do Almirantado e a proteção das cidades é de responsabilidade da Gendarmeria. Não há condições dos meus homens e dos demais soldados dos Caçadores Gardenhos cobrirem uma área tão grande quanto a faixa litorânea. Neste sentido, estou de mãos atadas quanto a isso…[/align]

[size=125] -Certo, apenas vier informa isto, espero que passa essa informação ao conde. Terei que volta a Mryce. Pelo jeito é tarde, terei dormir na cidade. Ah, Tenha boa tarde.

Em seguida me retiro da base junto com meus companheiros da patrulho, fomos para um hotel da cidade para descansa da viagem e ainda prepara para volta de manha no dia seguinte.[/size]

[font=Palatino Linotype][size=150]

[/size][/font]

A tropa de Caçadores sediada em Puy é deslocada para as cidades fronteiriças com a Romania.

[font=Palatino Linotype][size=150]No inicio da Trade por fim as tropas chegam a Puy, as mesmas se apresentam na base II dos Caçadores… essas foram recepcionadas pelos oficias da base

  • Primeira tropa de cadetes de Gardignon se apresentando! Sou o capitão Dugarry

  • A vontade homens, creio que a viagem foi longa e cansativa… podem ficar a vontade.

  • Senhor viemos para participar do treinamento junto dos caçadores

  • Muito bem, amanha pela manhã começaremos os exercícios, estamos aguardamos apenas a chega da tropa da base III

Manfred aproveita aquele breve descanso para beber um pouco da’gua, ele balbucia algumas palavaras

  • Vamos ver que tipo de treinamento as forças armadas tem por aqui[/size][/font]

[font=Palatino Linotype][size=150][i]No segundo dia de traimento os cadetes testam suas pontaria em alguns alvos postos dentro da base, Manfred se destaca dentre eles…

O Oficial Dugarry fica espantado tamanha a capacidade do jovem[/i][/size][/font]

[size=150][font=Palatino Linotype][i]Os treinamentos em Puy seguem, e Manfred continua tendo um protagonismo exacerbado ante os demais cadetes

Todavia em breve os jovens aspirantes teriam de voltar a capital…[/i][/font]
[/size]

O treinamento na base dos caçadores de Puy esteva chegando aos seus últimos dias e os jovens cadetes vem apresentando um notável progresso, de fato serão grandes aquisições as tropas Gardenianas muito em breve.

[size=150][font=Palatino Linotype][i]Depois de vários dias de árduo e pesado treinamento, os cadetes encerram sua estadia em Puy, os mesmos partem rumo a capital de Gardenha mais uma vez…

Antes de parirem Dugarry chama Manfred para uma conversa…[/i]

  • Cadete, confesso que fiquei surpreso com seu desempenho, não esperava tanto… vc se destacou em todos os quesitos, sua diferença em relação aos demais foi enorme!

  • Obrigado, capitão

  • Vou indica-lo ao posto de oficial nos relatórios que enviar ao estado maior

  • Fico agradecido, confesso que os anos que fiquei no colégio militar, e os exercícios que fiz enquanto estava em Viena foram de grande ajuda para me destacar nesses exercícios junto aos caçadores aqui em Puy… contudo, estive todo esse tempo observando, quando chegar a capital reportarei tudo que vi aqui ao Conde Renan.

  • Essa sua indicação será muito importante para as minhas pretensões como militar aqui em Gardenha.

  • Do que está falando? não estou entendo cadete…

  • Em breve saberá…

E assim após a conversa Manfred se junto a formação e esse partem rumo a capital[/font][/size]

Algumas metralahdoras sofrem avarias e são reparadas.

13:02 de 20 de Agosto

Lars Hansson, volta a cidade indo a cavalo e tendo almoçando em algum restaurante qualquer da cidade. Ao chega na entrada da base, se aproxima lentamente, desmontar do animal e se aproxima lentamente, um soldado da guarita pega na redeas do cavalo e mesmo não vestindo uniforme de tenente o guarita reconhece o tenente e deixando o passar.

Apos vestir uniforme de tenente, vai gabinete do seu superior, Capitão Cássio Jesus, ao chega no mesmo, é anunciado ao mesmo em seu escritorio e em seguida o mesmo autoriza a entrada.

Ao adentrar no recinto, Lars presta continencia.

-Descansar. Em seguida Lars puxa cadeira.

-Senhor desculpe minha viagem a Suécia sem avisa, por pode rebaixar de patente, não porque sei ainda declaro como deserto.

-O que aconteceu?

-Perdi minha vó e tive que ir ao enterro dela em Goteburg. - Retirando o bainha com sabre e colocando na mesa.

Olhando para sabre e colocado na mesa ainda lembrando quem era seu sobrinho e pensando mais pouco por alguns segundo, decide falar. -Não irei fazer isso, fez ótimo trabalho durante mês de Maio e de Junho, inclusive, daria digamos ‘ferias’ mas o senhor partir sem aviso.

-Mas em relação ao treinamento, faltou poucos dias para terminar, iremos testar hoje

[hr]

16:52

Todo 100 homens que havia sido iniciado treinamento no mês de maio, estava em suas posições de tiro e separados em quatro pelotões, cada um 25 homens e comandando por um sargento. Lars que no momento estava montando em seu cavalo, olha para seu capitão.

-Senhor. Capitão dar sinal positivo com a cabeça, começo cavalgar pela formação e fazendo vistoria, ao chega na ponta e desmonto perto do capitão, o mesmo segurar as rédeas do cavalo e chego perto da tropa.

-Preparar. Grito e os quatro sargento repente o mesmo ao seus soldados.

-Atirar. O mesmo acontece, quatros sargentos repete e tiros acontece de forma perfeita, nesse momento lembra como foi primeiro bateria de tiro daqueles homens algo desastroso e percebe todo trabalho não em vão.

Lars se preparar para fica dias na base, continuando com mais alguns treinamentos da tropa e seguida ir para capital.

A Base começa a recepcionar os novos soldados bem como os civis que receberão treinamento.

Entre vários treinamentos físicos e de conhecimento básico em armamentos alguns dias são focados na escavação de trincheiras, inclusive com premiação àqueles que mais rápido escavam. As trincheiras construídas ao redor da cidade permanecerão após o treinamento dos soldados.

Treinamentos físicos são iniciados pelos homens da 2ª e 4ª Brigadas, sob ordens do comandante substituto do General Juca Cai, o Coronel Albert Simmens.