[Interativo] Sala para Visitas

[center]Sala para visitas[/align]

Uma das alas menos utilizadas da prisão, a sala para visitantes é de apenas de familiares ou advogados de internos que tenham bom comportamento ou boa posição social, bem como os que possuem autorização do Diretor da Prisão para tal. Todas as conversas são vigiadas por Gendarmes Prisionais, que interromperão a conversa ao menor sinal de atividade suspeita, tanto do interno quanto do visitante, tendo mandato especial do próprio Imperador para prender qualquer visitante em flagrante se o mesmo realizar qualquer atividade ilegal. A sala é pequena, com paredes de alvenaria grossas e uma pequena janela, protegida por grossas barras de ferro. Ao ar na sala é mais arejado do que o resto da prisão, por encontrar-se próxima a ala administrativa. Contudo, o ar úmido e frio torna-se um incômodo até para os Gendarmes que ali trabalham.

[center]Gendarmes guardando a Sala de Visitas
[/align]

Após uma longa jornada de 4 dias, chego para atender o chamado de meu cliente Hitler.

  • Trago boas novas meu caro. - Dou uma pausa enquanto entrego a publicação a ele:
  • Seu julgamento e do seu colega Gmax, foi marcado. O que o senhor precisa de mim?

[offtopic]A instrução de desconsiderar o tempo da viagem foi feita pelo proprio Stephano (Imperador) até que seja criada regras sobre isso, caso esteja fazendo errado desconsiderar e excluir esse post e me orientar a maneira correta[/offtopic]

  • Gostaria de saber se é possível conseguir a mim alguns privilégios aqui, pois há trabalhos forçados, e considero isto uma afronta a humanidade

Então meu nobre Hitler, eu posso tentar algo, mas não temos previsão legal com relação a tratamento desumano na prisão, e muito menos nenhum direito fundamental, como senador terei que ver isso. Existe algo mais que esteja precisando?

Antes que Hitler respondesse a indagação, um mensageiro do escritório Cesar Advogacia adentra a sala portando dois envelopes e entrega ao Dr. Julio, o mesmo analisa e passa uma folha para Hitler com as seguintes informações:

  • Pronto meu caro, fiz minha magica, o senhor está solto, cumpra apenas as medidas alternativas impostas e tenha uma boa e prospera vida em liberdade no império. Claro que o senhor pode recorrer da sentença imposta, mas eu aconselharia a cumpri-la e mostrar a todos os cidadãos que deseja ser um novo homem.

Julio se virá para o guarda na porta e solicita que traga seu outro cliente o prisioneiro 001.

Assim que o Sr. GMax adentra a sala de visitas, ele ve Hitler perplexo lendo um papel, olha para o Dr. Julio assustado, acredita ser a sentença de morte de ambos, Julio percebe o temor nos olhos de GMax e fala:

  • Calma nobre colega, tenho boas novas para vós.

Julio passa sobre a mesa uma folha para Gmax:

Cumpri o que te prometi meu colega, está livre, não deve mais nada para com seus crimes, agorá é um cidadão com total liberdade.

GMax olha incrédulo, para Hitler, os dois se cumprimentam e viram para cumprimentar o Dr. Julio que diz aos mesmos

  • É senhores nós vencemos.

Após alguns momentos de estupor, MAxwell se recompões e abre um sorriso para os outros dois homens na sala, seu ex-companheiro de prisão Hitler e seu advogado e agora companheiro Julio Cesar. Ele o cumprimenta fervorosamente, com uma alegria quase infantil:
Vamos, amigo, vamos comemorar! Gostaria de uma garrafa de whisky? Ou talvez um vinho? Podemos nos reunir na Les Amis de Sange, se não for pedir muito?

Claro uma bebida em comemoração sempre caem bem, podemos ir para Le Amis, tem um barco partindo daqui duas horas arrumem suas coisas, nos vamos pra capital, vamos acompanhar o Hitler para se apresentar na Gardemeria, vão arrumar suas coisas espero vocês no porto

[tab=30]Uma mulher de meia-idade conversa com um parceiro, transmitindo várias informações através de um código gestual enquanto conversam.