[INTERATIVO] Terminal Ferroviário de Udine

[center]TERMINAL FERROVIÁRIO DE UDINE[/align]

[font=Times New Roman][size=150][i]

[tab=30]Após vários dias de construção, o Terminal Ferroviário de Udine finalmente é concluído, sendo o ponto de ligação entre as ferrovias da Companhia Ferroviária Romaniana. Composto por cinco plataformas de embarque e desembarque, o Terminal será capas de possuir até dez trens em suas plataformas, sem atrapalhar o fluxo dos mesmos e causar transtornos aos passageiros.

Dados de Construção[/i][/size][/font]
[spoil][i][size=150][font=Times New Roman][justify][tab=30]Tendo chegado à Udine no início da tarde, os operários da Nova Roma Infraestrutura iniciaram a demarcação do lote, assim como a alocação de materiais, preparando o solo para receber as estruturas do alicerce. Estimava-se que o tempo de construção seria rápido, estando a obra concluída nos próximos 5 dias.

[/align][/font][/size][/i][/spoil]


[tab=30]Com a recente conclusão de uma nova siderúrgica no local, vários trabalhadores chegam nas áreas mais interioranas da cidade para buscarem emprego.


[tab=30]Redes de iluminação da estação são substituídas por novas, conferindo maior segurança aos passageiros que ali embarcam e desembarcam pela noite.

Um telegrama é entregue a um jovem.


[tab=30]Patrulhas são redobradas em todo o terminal, para garantirem a segurança de todos os passageiros.


[tab=30]Mesmo com uma leve queda nas tensões diplomáticas, as patrulhas no terminal continuam intensas.


[tab=30]Afim de garantir a segurança das tropas e deslocamento das mesmas e suprimentos, alguns homens colocam-se da defesa da estação.


[tab=30]Forças civis da cidade aglutinam-se em torno da estação de trem, formando barricadas na região e nas principais rotas de entrada, bloqueando várias ruas ao sul e a leste, de modo a ser a primeira linha de defesa contra os invasores.


[tab=30]As primeiras peças de artilharia e metralhadoras são embarcadas nos trens rumo à Bolzano. Enquanto isso, populares carregam diversos caixotes com armas, munições, vestuários e alimentos, para utilização dos soldados em todas as frentes de combate, embarcando-as também em tais trens.

Bolzano rapidamente é controlada por agentes governamentais contrários ao Rei Traidor, auxiliados por Corvos infiltrados.