[INTERATIVO] TigerHall

[font=Palatino Linotype][center]TIGERHALL[/align]

[center]Entrada do TigerHall[/align]

[tab=30]Conhecido como TigerHall, o salão data a época de fundação da cidade e é a parte mais antiga do Palácio Azul, que foi construído em seu entorno. Nos primórdios da cidade, era usado pelo falecido Marquês Kranen da Arca Perdida para atender os nobres. O TigerHall é conhecido como tal por sempre ter possuído tigres em sua pintura.
[tab=30]O TigerHall também era usado, em tempos mais recentes, pelo Conde de Windhelm para fazer seus despachos, decretos e também atendimento à nobres e à população em geral, como gabinete da extinta Intendência Imperial de Windhelm, mas recentemente, após a construção do Palácio Azul em seus arredores, o TigerHall tornou-se parte da estrutura do palácio, tal como passou a servir hall de entrada para o Palácio Azul.
[/font]

Richard Caçador chega à sede reformulada de Windhelm e, identificando-se, solicita uma audiência com o Conde Medeiros.

O Conde de Windhelm passou rapidamente pelo TigerHall e foi para o seus aposentos.

Pela tarde, a Condessa e o irmão do Conde chegaram ao TigerHall, sendo recebidos pelo Conde de Windhelm e pela antiga tenente da extinta Armada Imperial, Rita Dunn, sua secretária. O Conde os abraçou, visivelmente alegre e os apresentou o Palácio, seu gabinete e os cômodos.

Pela manhã do dia 07, um homem vestido com um terno preto e segurando uma maleta preta aguarda ser recebido.

Pouco após seu desjejum, o Marquês desce ao TigerHall para cumprimentar alguns funcionários e se depara com o visitante, que é levado por ele para o seu gabinete.

O Velho Conde e a Condessa de Saint-Depoux cordialmente solicitam uma breve reunião com o Marquês.

Por ser uma reunião fora da agenda, há um tanto de atraso, mas após terminar alguns despachos, o Marquês diz para a sua secretária Rita Dunn, levá-los para o seu gabinete.