[INTERATIVO] Trajeto Ferroviário do Interior

[tab=30]Com o início da construção dos terminais da Companhia Ferroviária Romaniana, operários iniciam a construção dos caminhos de ferros da Companhia. Inicialmente, derrubando algumas árvores e planando o terreno, para que não haja nenhum tipo de variação entre os dormentes e, em seguida, iniciam o assentamento dos dormentes dos caminhos de ferros.


[tab=30]A construção dos caminhos de ferro que ligarão as cidades de Forli, Pergamo e Padova, no Lazio, continuam a todo vapor. Diversos dormentes e vigas de aço são instaladas no solo, enquanto em outros trechos, os trabalhadores preparam o terreno, para que possam receber a construção.


[tab=30]Intensas chuvas acabam criando um tremendo caos em todo o trajeto ferroviário. Causando inúmeros danos e percas à Companhia, os trabalhos são suspensos, até que as chuvas diminuam e, definitivamente, cessem, para que a construção volte a todo vapor.


[tab=30]Após novo acordo realizado entre a Companhia Ferroviária Romaniana e a Hohenzollern Oil & Steel Co., novos caminhos de ferro começam a ser construídos, expandindo ainda mais o leque de atuação da empresa ferroviária.

[font=Times New Roman][size=150][i]
[tab=30]A construção de tal trajeto mostra-se algo extremamente difícil, uma verdadeira provação da natureza para com os homens. Desde o início das obras, diversos problemas tem afetado o progresso das mesmas, tais como a irregularidade do terreno, chuvas torrenciais e a demora na chegada de equipamentos e suprimentos.

[tab=30]As cidades mais próximas ficam a quilômetros de distância, dificultando o reabastecimento de um exército de trabalhadores, ávidos por melhores alimentos e condições. Mesmo assim, os trabalhos não param, mesmo com as inúmeras adversidades que se apresentam no caminho, causando certo descontentamento por parte dos operários.

[tab=30]Alguns engenheiros aproximam-se da tenda do Superintendente da Ferrovia, Otto Luz von Hohenzollern, segundo filho do Cônsul real.

[b]- Sr. Otto, trazemos ao senhor uma petição dos operários, eles clamam por melhores condições de trabalhos e mais suprimentos enquanto estão longe das fontes de abastecimento.

  • Eles estão certo… Essa empreitada vem-se tornando algo colossal, e impossível! Diga-os que reportarei ao Presidente da Companhia e solicitarei à autoridades reais auxílios para que possamos continuar os trabalhos. Senhores, está decretado folga de três dias![/b]

[tab=30]Abismados com a decisão do Superintendente, os engenheiros ficam sem reação. Enquanto isso, Otto encaminha vários mensageiros até as cidades próximas, solicitando auxílio com suprimentos.[/i][/size][/font]

[font=Times New Roman][size=150][i]
[b]- Sr. Otto, recebemos a resposta da Diretoria da Ferrovia…

  • Hmm deixe-me ver… Bom, comboios de suprimentos já estão a caminho, segundo a carta, amanhã pela manhã estarão aproximando-se de nós.

  • Muito bom senhor, posso ordenar que os operários retomem o ritmo acelerado de trabalho?

  • Calma, ainda tem mais… Decidiram que construiremos tudo de uma vez, ou seja, interligaremos todo o reino de uma só vez!

  • Mas teremos como e daremos conta disto?

  • Eu não sei, mas teremos que nos desdobrar. Agora ordene que os homens acelerem, mais trabalho vem aí.[/b][/i][/size][/font]

[font=Times New Roman][size=150][i]
[b]- Mensageiro!!!

  • Aqui senhor Otto.

  • Entregue esta mensagem na capital, na HOSC o mais rápido possível. E depois, encaminhe este outro informe à todas as cidades do Piemonte, expandiremos toda a ferrovia, e de uma vez só!

  • Pode deixar senhor, irei agora mesmo.[/b][/i][/size][/font]

[font=Times New Roman][size=150][i]
[tab=30]Debruçados em uma das tendas de engenheiros, Otto Hohenzollern reúne-se com diversos topógrafos e engenheiros da ferrovia, para traçarem os novos rumos da empresa.

[b]- Senhores, como está as obras?

  • Sr. Otto, estamos avançando à passos largos, após apoio das cidades e encaminhamento de suprimentos para a ferrovia. Novas ferramentas e artigos para alimentação chegaram, auxiliando os operários, que por sua vez, trabalham em ritmo alucinante. Ontem senhor, mais quinhentos homens espanhóis, irlandeses e italianos juntaram-se a nós para compor o projeto. No Piemonte, prevalece muitos asiáticos, principalmente chineses, italianos e alemães.

  • Certo, muito bom, mas senhores, estamos esquecendo de um item… As estações. Precisamos contactar a Nova Roma para solicitar orçamento para construção delas. Joseph, pode fazer isso?

  • Claro senhor, entrarei em contato ainda hoje.

  • Podem atualizar-me acerca do progresso das obras?

  • Aqui está senhor. Em azul, trecho concluído, em azul tracejado, trecho pré concluído, faltando apenas alguns detalhes como pátio de manobras, duplicação de ferrovia em alguns trechos críticos e construção de Postos de Controle. Em vermelho tracejado, trecho ainda em construção, abertura das matas e de valas, bem como construção de pontes para passagens dos comboios ferroviários.

  • Ótimo, muito bom. Senhores, estão todos dispensados, podem ordenar os homens a pararem com os trabalhos por hoje, boa noite a todos.

  • Boa noite senhor, Avé Cesár, Avé Reino.

  • Avé Cesár.[/b][/i][/size][/font]

[font=Times New Roman][size=150][i]
[tab=30]Já observando o intenso atraso nas obras, Otto Hohenzollern teme que o empreendimento colossal torne-se um fracasso. Consumindo milhões de áureos, sem ao mínimo obter respostas de conclusão, começa a apelar para os pequenos banqueiros citadinos, que injetam créditos maiores na obra, confiantes do progresso da mesma. Além disto, inicia contatos com o Governo Real para que o acordo anteriormente formalizado entre as partes, de financiamento na ordem de dezoito milhões seja finalmente cumprido, o que aceleraria os trabalhos.

[tab=30]Em mais um dia de trabalho duro e inspeção dos trechos já concluídos, recebe uma mensagem de seu capataz.

[b]- Senhor, acaba de chegar do Piemonte, telegrafaram a poucos minutos.

  • Hmm, mas que maravilha. O trecho entre Napoli e Monte Bello fora finalmente concluído, bem como traçado de Andria até Udine! Entre em contato agora com a Nova Roma, para que a mesma inicie as obras dos terminais.

  • Mas senhor, teremos dinheiro?

  • Darei um jeito, agora vá!

  • Sim senhor.[/b] [/i][/size][/font]

[font=Times New Roman][size=150][i][tab=30]
[b]- Senhor Otto, novidades das superintendências municipais…

  • Hmmm, conte-me!

  • As ferrovia estão todas concluídas, faltando somente os terminais. Falta poucos quilômetros para a conclusão no Piemonte.

  • Ótimo. Entre em contato com a matriz e os informe do evento.
    [/b][/i][/size][/font]


[tab=30]Com a conclusão de todos os trabalhos de construção das linhas férreas, tem-se início testes com pequenas e médias locomotivas, para verificarem a qualidade dos trilhos construídos e encontrar possíveis erros ou danos.