[INTERATIVO] Universidade de Bologna

[center]UNIVERSIDADE DE BOLOGNA[/align]

[font=Times New Roman][size=150][i][tab=30]Fundada em 12 de Fevereiro de 1893, a Universidade de Bologna é a primeira grande instituição de ensino superior no interior do Piemonte e do Reino da Romania como um todo. Levando ensino de qualidade e excelência, a instituição, apesar de financiada por capitais próprios do Cônsul Hohenzollern, oferecerá cursos de formação superior e pós graduação gratuitos, colaborando com o crescimento e desenvolvimento científico do Reino.

[tab=30]Composta por 35 Edifícios, Museus, Campos para prática e esportiva e vários outras instalações administrativas, a Universidade de Bologna, terá, inicialmente, cursos de Direito, Medicina, Estudos Sociais, Arqueologia, História, Física, Química e Biologia. Responderá, diretamente, ao Ministério da Educação e todas as prerrogativas educacionais vigentes no Reino da Romania.[/i][/size][/font]


[tab=30]Milhares de jovens se inscrevem para os exames de admissão da instituição.

[font=Times New Roman][size=150][i]
[tab=30]Durante o intervalo de horas, uma mensagem chega à universidade “O CÔNSUL LICENCIA-SE DE SEU CARGO.” Estarrecidos com a notícia, os estudantes mobilizam-se, enquanto alguns entram em choque. Logo abaixo da matéria, o seguinte informe “Irá governar o Estado da Baixa Lombardia”, com isso, os ânimos são acalmados e os estudantes, continuam suas atividades pedagógicas normais na instituição. Um deles, diz ao seu colega:

[center]Finalmente a ordem chegará a este caótico lugar, meu caro…[/align][/i][/size][/font]


[tab=30]Aproveitando a fria manhã de sábado, Ivysson e sua Primeira Dama vão até a Universidade Bologna, para visitar as dependências da instituição, bem como conversar com alguns alunos e professores sobre seu programa de governo.


[tab=30]A primeira semana de avaliações em toda a unidade é finalmente terminada, e os alunos, exaustos da rotina puxada, decidem faltar no dia seguinte, para descansarem. Os poucos que comparecem,
realizam algumas atividades e pesquisas de extensão.


[tab=30]Em vista das recentes mudanças nos parâmetros econômicos da sociedade romaniana, alunos de doutorado começam a formular novas teses sobre a flutuação cambial e movimentação das moedas dentro de uma determinada localidade, mas sempre usando como base, a Romania.
[tab=30]Tais estudos, pegam carona com os crescentes debates dentro da Equipe Econômica acerca do Padrão-Ouro ou Padrão Bimetálico, seus prós e contras e o que cada um poderia acarretara para uma economia em grande expansão.


[tab=30]Um novo trabalho de doutorado em economia é concluído na universidade, com apresentação à banca avaliadora sobre a inflação real e crescimento econômico da Romania.


[tab=30]Buscando aperfeiçoar seus conhecimentos, alguns profissionais já com curso superior consultam a direção da Universidade para verificarem a possibilidade de cursarem uma segunda graduação, sem ter que passar pelo Processo Seletivo.


[tab=30]A expansão econômica do Estado é estuda arduamente no Departamento de Economia e Finanças, servindo como tema em diversas teses de doutoramento. Enquanto isso, a reitoria estuda a criação de um programa para angariar fundos e financiar a construção de um Hospital Universitário, que atenderá a população da cidade, bem como servirá de estágio para os estudantes de medicina, onde irão aplicar todos os conhecimentos obtidos em salas de aula.


[tab=30]Em vista das crescentes tensões entre o Reino da Romania e o Arquiducado de Dunnord e Gardenha, os estudantes da Universidade começam a organizar-se para um possível combate, treinando durante boa parte do dia, técnicas de combate e marcha, mesmo com os intensos protestos da reitoria da unidade, que é contra movimentações militares dentro da unidade educacional. Mesmo assim, os preparativos permanecem a todo o vapor e de modo independente.


[tab=30]Próximo ao término do período letivo, os alunos da unidade fazem uma série de avaliações e testes, para composição da nota final. Terminando as avaliações, a cada dias, reúnem-se nos arredores da Universidade para reafirmarem sua posição nacionalista e treinar táticas de combate.