[INTERATIVO] Vila de Nova Röstock

[justify][size=150][font=fantasy][tab=30]Nova Röstock era um entreposto comercial a meio caminho entre Cisalpe e Firgen. Mais tarde, com a divisão das províncias, como os governos da Dracônia e da Romania não chegavam a um consenso sobre a qual província a cidade faria aprte, a mesma foi dividida ao meio, sendo metade conhecida como Nova Röstock, draconiana, e a outra metade Tarviso, romaniana.

[tab=30]Apesar disso, não há qualquer clima de animosidade entre as cidades, divididas por apenas uma rua. Aliás, devido à distância entre Tarviso e Áquila, ambas as cidades são administradas, de facto, pela Dracônia.

[tab=30]Com a criação recente do Estado de Cisalpínia Azul, nomeado assim devido à proximidade das Montanhas Azuis, a vila tornou-se sede administrativa do mesmo. De acordo com o Censo 03/1891, a Vila conta com 22.813 habitantes.[/font][/size][/align]

Nova Röstock no mapa do Império
[spoil]

[/spoil]

Divilly termina a averiguação do Distrito de Ostphalen na Vila de Nova Röstock, e aproveita a direção em que está para ir até Firgen de onde irá para a capital.

[justify][tab=30]Sendo uma cidade que serve de entreposto comercial, há pouco tempo atrás Nova Rostock começou a sofrer com um aumento considerável de furtos/roubos e contrabandos/descaminhos. Contudo, com uma nova política de combate ao crime implementada pela Gendarmeria e com um aumento de repasse de verbas a ela pela Chancelaria e pelo Suprema Corte, conseguiu-se elidir tais crimes, reduzindo-os a taxas quase nulas. Por conseguinte o número de outros crimes também se reduziu.[/align]

[font=Palatino Linotype][size=150][justify]Após mais de uma semana de trabalhos intensos, as equipes da EGCT, da CEDR e voluntários começavam a realizar novo cabeamento dos setores danificados das linhas elétricas e telegráficas. Diferente do trabalho urbano, o trabalho nas rotas de acesso era imensamente facilitado pela contiguidade das fiações.

Acreditava-se que em seis dias, a comunicação entre Cisalpe e Firgen estaria totalmente restabelecida, quando as equipes ao norte e ao leste se encontrassem.[/align][/size][/font]

[justify][tab=30]Então, pela manhã tudo estava pronto. As várias malas-postais já haviam sido lacradas, contendo cartazes de propaganda, livros-registro e instruções para aqueles que ficariam responsáveis pelo processo de registro do alistados. Além das capitais regionais e da Capital Imperial, a maioria do material foi destinado ao interior para que assim fosse facilitado a realização da conscrição. Dentre as principais orientações a que mais chamava a atenção, sem dúvida era a de que seria permitido apenas o registro de homens brancos e com registro no cartório nacional. Um observação escrita dizia que era “terminantemente vedado o registro de negros e sunerianos”. A ordem procedia, obviamente, do Comando da Legião.[/align]

[offtopic]Elaboração do post de autoria do Lukas e alterado por mim.[/offtopic]

[justify][tab=30]Uma mensagem do Comandante Christopher chega ao acampamento das forças draconianas, trazida por um mensageiro.[/align]

[justify][tab=30]Com as novas ordens, os oficiais ordenam que tudo seja feito ao raiar do dia.[/align]

[justify][size=150][font=Garamond Bold][tab=30]Após intensos trabalhos, a construção da Base dos Rangers em Nova Röstock é concluída.

[tab=30]Logo, a população da cidade poderá contar com a segurança proporcionada pelos Rangers e Policiais, que também serão responsáveis pela segurança da fronteira com a Romania.[/font][/size][/align]


[tab=30]Após a II e III Legiões se encontrarem em Tarviso e se organizarem, a força de agora aproximadamente 8 mil soldados marcham em direção ao oeste e entram na Cidade de Nova Röstock ao som da Marcha Real e outras canções.


[tab=30]A vasta coluna de soldados é liderada pela II Legião, logo à frente da coluna marcham o aquilífero da II Legião e o seu porta bandeiras, a mesma configuração se repete logo à frente da III Legião. O Exército marcha pomposamente em direção ao oeste atraindo os olhares curiosos da população.
[BBvideo 640,400]http://www.youtube.com/watch?v=UsJ8Sd5St-U[/BBvideo]

[justify][tab=30]Em diversos pontos da cidade, equipes da Montanha de Ferro iniciam as obras de construção do Sistema de Saneamento.[/align]

Os 5 capangas se encontram com a primeira força policial próxima à fronteira com a Romania e solicitam uma reunião com o Intendente da cidade.

[justify][tab=30]Jason Copper, um proeminente empresário da cidade, e atual Intendente da mesma, aceita receber os forasteiros na pequena Intendência.[/align]

  • Boa noite, senhor! Gostaríamos de esclarecer que não desejamos atrapalhar os draconianos. Para tanto quando acabar a resistência na cidade nós desejamos entregá-la a Draconia, sob a contrapartida de que Tarviso vire uma cidade neutra, sem a presença de tropas dugardenhanas ou romanianas. Apenas tropas draconianas poderão ficar na cidade até o final da guerra.

[justify][tab=30]- Isso… é inesperado, devo dizer… Somos cidades-irmãs, por asism dizer, embora tenhamos acabado por ficar em reinos diferentes… Não podemos nos comprometer com nada, sem uma orientação do governo real, mas qualquer morador que queira abrigar-se em Nova Röstock será bem vindo, é o que posso adiantar.[/align]

  • Então passe este pedido ao Rei Di Draconia. Nós retornaremos agora. Passar bem.

[justify][tab=30]Junto com as notícias que chegam da Romania acerca da situação do governo chegam, a cada dia, mais e mais romanianos, buscando refúgio nas cidades draconianas. Com a política draconiana de sempre acolher refugiados, as tropas e policiais presentes na cidade asseguram aos mesmo que nenhum mal lhes ocorrerá, e lhes providenciam acomodações da melhor forma possível.[/align]