Mansão de Julio Cesar Prudente de Morais

A última edição dA Folha Imperial é entregue como de costume:
[spoil]







[/spoil]

Edição simplificada:
[spoil][center]Edição Especial
Entrevistas com os
Candidatos ao Senado!
[/align]

[justify][tab=30]Nesta edição A Folha Imperial tem o prazer de trazer as entrevistas concedidas pelos candidatos ao atual pleito por uma vaga no Senado Imperial. Desta forma, você, leitor, pode analisar a proposta e visão dos mesmos e decidir qual merece seu voto de confiança.[/align]
[hr]

[justify][tab=30]Hoje à noite, grande reinauguração da Confeitaria Les Amis de Sange. Venha e prestigie a reabertura de um símbolo de Gardenne e do Império, agora sob a direção do Marquês Alexander Di Draconi.[/align]
[hr]

[center]Petróleo![/align]
[justify][tab=30]Descoberto petróleo em Dunord! Sir Antoine Dubrey, Cavaleiro de Sua Majestade, supostamente desaparecido durante a Intentona Odinista, clama haver descoberto petróleo em terras gesebianas. Ele procura investidores que desejem participar deste grande empreendimento que promete revolucionar o Império. Tratar diretamente com o mesmo, em sua residência nos Campos Nordeste, ou através de carta, caso não seja possível a viagem.[/align]
[hr]

[justify][size=150][font=fantasy][tab=30]Tiberius A. von Braun
[tab=30]1 - Sua opinião sobre a antecipação das eleições?
[tab=30]Não sei ao certo o porquê da antecipação, mas se nosso juiz acha que é necessário (e como venho ouvindo) foi por um motivo essencial, logo apoio-o na decisão.

[tab=30]2 - Achas que o Senado realmente deveria ser mais ativo?
[tab=30]Sim, pois é o principal órgão em que as ideias para melhorar a nação são feitas e debatidas. Um órgão como o Senado deve sempre existir e ser ativo, senão não estaríamos numa monarquia parlamentarista constitucional, e sim numa monarquia absolutista.

[tab=30]3 - Deixe seu recado para os leitores da Folha.
[tab=30]Espero ver gente nova e com ideias novas no Senado. Mesmo que eu não seja eleito (e torço para que eu seja, é claro) gostaria que todos com ideias que visam o bem da nação deem as caras por lá. E, votem em quem vocês confiam para exercer o cargo de senador, confio que todos os candidatos darão o melhor de si.[/font][/size][/align]
[hr]

[justify][tab=30]Já abriu sua Conta-Corrente no Banco de Dracônia? Mantenha o controle de seus gastos, procure hoje mesmo uma Agência na sua cidade.[/align]
[hr]

[justify][size=150][font=fantasy][tab=30]Bernhard Θugly
[tab=30]1 - Sua opinião sobre a antecipação das eleições?
[tab=30]Primeiramente Vossa Excelentíssima Graça, gostaria de expressar a minha gratidão a vossa pessoa por me ter permitido estar aqui hoje e a Sua Majestade Stéffan I por ter permitido as eleições antecipadas que esperemos providenciarão a nossa nação um rumo mais acertado, relativamente as eleições em si a meu parecer irão ser como sempre uma disputa desigual em que nós os conservadores iremos estar em menor número contudo com maior militantismo e dotados da típica lealdade saquarema e os liberais se tentaram fazer vitoriosos com recurso apenas a sua elevada mão-de-obra iludida vítima de um sistema que não lhes permite ser nada mais.

[tab=30]2 - Achas que o Senado realmente deveria ser mais ativo?
[tab=30]Ora essa mais pois claro que acho, não foi a meu ver para se justificarem as palavras de Sua Majestade Imperador Stéffan I “casa-da-mãe-joana” utilizadas para descrever o senado que andarão os nossos antepassados manchando as águas de Dunord de vermelho. Prometo o meu ativismo no senado e acho que é de esperar o mesmo do meu camarada conservador o senhor Nero de Bragança quanto aos senadores do partido liberal isso já não me diz respeito.

[tab=30]3 - Deixe seu recado para os leitores da Folha.
[tab=30]De resto só me resta desejar a todos os presentes uma excelente noite, acrescentando apenas: Por uma Gesébia menos classista e por uma maior representação do povo, vote conservador, vote Bernhard Θugly.[/font][/size][/align]
[hr]

[justify][tab=30]Visite a Casa de Artes di Bello Colle, em Piemonte. Especializados em pinturas, manuscritos, pequenas esculturas. Se você for um artista, intermediamos a venda de sua criação. Visite-nos![/align]
[hr]

[justify][size=150][font=fantasy][tab=30]Supah D’Mil-Margaridas
[tab=30]1 - Sua opinião sobre a antecipação das eleições?
[tab=30]Realmente a má decisão de sua majestade na minha opinião vai estragar e interromper a bom fluxo de opiniões e ideias que ocorrem no senado atualmente na atual legislatura, sua majestade nem sequer deu um “aviso prévio” para nos senadores, sim realmente foi uma má decisão os senadores entrarem em combate contra os ciganos e deixar o senado as moscas, mas pense em algo se os senadores não fossem, quem iria? Então a minha opinião sobre a antecipação das eleições e claro que eu não apoio, pois se não me engano agora teremos um possível senador comunista! E olhe bem ele e membro do tão “majestoso” e “conservador das boas tradições culturais e políticas nacionais” o partido conservador. Então obviamente sou contra as novas eleições.

[tab=30]2 - Achas que o Senado realmente deveria ser mais ativo?
[tab=30]Na minha opinião o senado já era ativo, somente ficou um curto espaço de tempo jogado as moscas pelo motivo que já expliquei.

[tab=30]3 - Deixe seu recado para os leitores da Folha.
[tab=30]Caríssimos leitores e assinantes assíduos da folha, cujo acho que obviamente são luzias fieis, nesta nova eleição eu irei obviamente me reeleger a esta celebre posição espero receber de vos os mesmos votos confiáveis e fieis que recebi a alguns meses atrás, tenho as mesmas ideias e ideais que vos disse outrora na última eleição e algumas novas, espero que juntos mudemos a situação industrial e econômica do império.[/font][/size][/align]
[hr]

[justify][size=150][font=fantasy][tab=30]Sir Antoine Aubrey
[tab=30]1 - Sua opinião sobre a antecipação das eleições?
[tab=30]Corretíssima, não podemos deixar a casa que decide o que é certo e errado aos ratos.

[tab=30]2 - Achas que o Senado realmente deveria ser mais ativo?
[tab=30]Sim, e se não que tenha hierarquias de substituições.

[tab=30]3 - Deixe seu recado para os leitores da Folha
[tab=30]Que nessa eleição saibamos escolher nossos candidatos de forma correta.[/font][/size][/align]
[hr]

[justify][size=150][font=fantasy][tab=30]Nero de Bragança
[tab=30]1 - Sua opinião sobre a antecipação das eleições?
[tab=30]Clara e sensata por parte do Imperador, visto que a maioria do senado encontrava-se parado e inactivo.

[tab=30]2 - Achas que o Senado realmente deveria ser mais ativo?
[tab=30]Com Certeza, pois o senado é a voz do Povo Gesebiano em uma Monarquia Constitucional, se ele não trabalha o povo não tem voz.

[tab=30]3 - Deixe seu recado para os leitores da Folha.
[tab=30]Gostaria de pedir vosso voto nas próximas eleições, para que possamos juntos tornar Gesébia um lugar melhor e justo para todos, quando fui magistrado tentei ao máximo tornar tal realidade, como Senador farei mais do que o possível.[/font][/size][/align]
[hr]

[justify][size=150][font=fantasy][tab=30]Sir Victtorio S. H. S. Medeiros
[tab=30]1 - Como foi o enfrentamento com os ciganos?
[tab=30]O enfrentamento com os ciganos foi uma batalha um tanto difícil na minha frente de batalha, éramos 30 fuzileiros contra 53 ciganos, foi uma total carnificina. Tivemos a maior parte de nossas tropas mortas ou feridas, num total de 27 baixas. Os ciganos tiveram um número bem menor, 13 ciganos foram as baixas inimigas, contadas após a vitória do Grande Almirante Crusader. A batalha fora muito dura em minha frente, principalmente pelo fato de dois de nossos comandantes não terem iniciado o ataque em suas respectivas frentes. Ao final da batalha na frente que eu comandava, fomos dizimados e eu tomei um tiro no ombro e cheguei por pouco ao acampamento do comando. Minha sorte fora que os ciganos não voltaram para ver se eu estava morto e me finalizar, do contrário eu não estaria aqui concedendo a vós esta entrevista. Após voltar ao acampamento, avisei ao Grande Almirante o grande número que os inimigos estavam e este partiu com a cavalaria e nos trouxe à vitória.

[tab=30]2 - Tens algo a dizer sobre a antecipação das eleições?
[tab=30]Acho em parte realmente necessária pois haviam senadores que estavam lá como “funcionários fantasmas”, ganhavam o salário pago com o dinheiro público e nem sequer compareciam as sessões e votações do Senado. Em outra parte acho desnecessária pelo fato de que haviam também senadores realmente comprometidos com seu trabalho e com o bem do povo e do Império.

[tab=30]3 - Pretendes concorrer novamente? Deixe seu recado para os leitores da Folha.
[tab=30]Nada na vida é certo, assim como uma possível candidatura minha ao Senado. Se for de vontade do povo de ter a mim, Victtorio Scaletta Himura Stewart Medeiros, mais conhecido pelo povo como Victor Medeiros, no Senado legislando em sua causa novamente que assim seja, me candidatarei de boa vontade e bom grado. Se não for do desejo público, que assim seja também.[/font][/size][/align]
[hr]

[justify][tab=30]Aníbal Romanov
[tab=30]Infelizmente o Sr. Aníbal não foi encontrado para conceder esta entrevista.
[/align]
[hr]

[center]Lembre-se, caro eleitor, o futuro
de Gesébia está no seu voto!
[/align]
[hr]

[justify][tab=30][tab=30]Ferraria e Consertos do Smith, em Gardenne. Fabricamos carroças, charretes e carruagens de diversos tamanhos e modelos, da mais simples à mais luxuosa possível. Também fabricamos cofres, ferramentas em geral e fazemos pequenos serviços de marcenaria.[/align]
[hr]

[justify][size=150][font=fantasy][tab=30][tab=30]Aproveite e faça sua assinatura d’A Folha Imperial, por apenas G$500.00 anuais você assegura o recebimento de todas as edições normais e extras d’A Folha em sua residência.

[tab=30]A Folha tem vagas abertas para repórteres e editores, envie seu curriculum para a sede da empresa.

[tab=30]Anuncie nA Folha Imperial, a melhor forma de divulgar seu negócio por toda Gesébia.[/font][/size][/align][/spoil]

Após uma noitada regada com muito Whisky com os amigos Victtorio, Alexander e Frederik na reabertura da Confeitaria Les Amis de Sange, me levanto e sou informado que sua senhoria Victtorio se hospedou na Mansão Prudente de Morais. Chamo Clotilde e peço que ela vá a Confeitaria Les Amis e compre um belo desejum para Victtorio, a mesma me entrega a correspondência e um exemplar da Folha Imperial, apos uma boa leitura regada de algumas risadas sozinho… “Grandes candidatos essas eleições vão ser duras”… então abro a correspondência… “Que estranho não consta nem dia nem hora essa reunião. Bom depois de eu realizar minhas tarefas apareço no palácio.”

Começo a escrever minhas mensagens.

A última edição dA Folha Imperial é entregue:
[spoil]

[/spoil]

Edição simplificada:
[spoil][center]Banco de Dracônia
agora chama-se
Gardenne & Draconi!
[/align]

[justify][size=150][font=fantasy][tab=30]Há muito se especulava o destino do Banco de Dracônia, haja visto que é de conhecimento que, desde a última grande crise, o mesmo operava sem capital suficiente para manter-se. Porém, hoje descobriu-se que, para salvar o mesmo da falência, dois ilustres nomes do Império uniram-se.

[tab=30]Sim, caros leitores, Sua Alteza Imperial Dom Stéffan I D’Gardenne e Sua Graça Alexander Di Draconi uniram esforços, e capital, para salvar o Banco e, com ele, as economias de milhões de gesebianos. Com a sociedade, o Banco de Dracônia passa a chamar-se Grupo Financeiro Gardenne & Draconi Safes Co., mas acredita-se que popularmente deverá ser conhecido somente por Banco G&D.

[tab=30]A Agência Financeira Dives Tigres, conhecida em Gardenne por intermediar serviços financeiros e de contabilidade, fora adquirida pelo novo Banco, e seu proprietário, o jovem Flávius D’Oliveira, assume como Presidente do Banco. Apesar de jovem, muito se comenta sobre a competência do mesmo.

[tab=30]Comenta-se, também, que parte do capital do novo Grupo Financeiro será aberto ao público, mais informações na Bolsa de Valores.[/font][/size][/align]

[center]Qual Será o Projeto Secreto do Marquês?[/align]

[justify][tab=30]Há dias um terreno baldio próximo ao Almirantado e à foz do rio Gardenay fora comprado, secretamente, pelo Marquês Dracônia. Recentemente, operários iniciaram a limpeza do mesmo, e agora realizam escavações no local. Qual será o novo empreendimento do atual Chanceler?[/align][/spoil]

Novo telegrama enviado à Mansão do Sr. Julio Cesar Prudente de Morais.

[offtopic]Editei o post agora, as 12:25[/offtopic]

Um entregador entrega a última edição dA Folha Imperial:

[spoil]


[/spoil]

Edição simplificada:
[spoil][center]Habemus Lux![/align]

[justify][size=150][font=fantasy][tab=30]Após meses de expectativas acerca do novo projeto do marquês Alexander Di Draconi, finalmente foi revelado o mistério. A inauguração da CEDR – Companhia Elétrica Denki-Ryu – promete trazer uma nova era para Gardenne e o restante do Império.

[tab=30]Operando com o mais moderno sistema termoelétrico, importado diretamente dos Estados Unidos, inicialmente a CEDR irá prover eletricidade para a iluminação das ruas e dos prédios públicos, mas o Marquês diz que a mesma está preparada para atendar a esperada demanda residencial e comercio-industrial sem problemas.[/font][/size][/align]
[hr]

[center]Fraude nas Eleições?[/align]

[justify][size=150][font=fantasy][tab=30]Muito tem se falado das possíveis causas do cancelamento das eleições para o senado Imperial e do chamamento para um novo pleito. Aparentemente foi descoberta uma fraude onde mais de um voto estava sendo lançado por algumas pessoas. Suspeitos foram detidos pela Gendarmeria e sua conduta está sendo investigada.

[tab=30]Espera-se que o novo pleito ocorra sem maiores contratempos. Vote! O Império depende do seu voto![/font][/size][/align]
[hr]

[center]Coluna de Economia[/align]

[justify][size=150][font=fantasy][tab=30]O mercado de ações está agitado na B.V.G em seu segundo pregão, novas empresas aderiram a onda e começaram a abrir seus capitais, aumentando assim o fluxo de negociações.

[tab=30]A grande novidade fica por conta da notícia da privatização do Banco de Dracônia, comprado pelo Grupo Financeiro Gardenne & Draconi Safes Co. O agora denominado Banco G&D Safes Co. também decidiu por abrir parte de seu capital.

[tab=30]Especialistas em economia mencionam uma grande alta nas ações da Kaiser Ferroviária e Logística S/A diante do investimento de G$s9.000.000 e do início das obras em Draco, acreditam em algo em torno de 6 a 7%, há quem mencione uma alta de 8%.

[tab=30]A notícia ruim fica pela provável queda de aproximadamente 1% das ações da Loja de perfumes, investidores já começam a se perguntar se teriam feito uma mau negócio.

[tab=30]As demais ações não devem variar mais do que 0 a 1%.[/font][/size][/align]

[right][tab=30]Julio Cesar Prudente de Morais
Colunista de Economia
[/align][/spoil]

Um homem vestindo um sobretudo preto desse de sua carruagem e escoltado por dois Soldados com uniformes azuis se aproxima da Residência de Sua Excelência, toca a campainha mas ninguém o recebe então coloca uma carta embaixo da porta.

Logo começo a escrever:

Envio a carta para Londres.

Uma carruagem para em frente a Mansão dos Prudentes, dela sai Sir Wellington, Sr. Graystone e o Sr. Archer, então ambos se dirigem a mansão, Sir Wellington toca a campainha e é atendido por um mordomo que o leva até a sala de estar.
Senhor por favor chame Sua Excelência, gostaria de vê lo.
Diga que é um velho amigo.

Ao chegar a sala de estar, não acredito no que meus olhos veem.

  • Barão Wellington de Medeiros, o que trazes de volta a nossa nação. - Digo enquanto dou um forte abraço em meu velho amigo. - É muito bom revelo, amigo. Margarida sirva-nos com whisky por favor. Sente-se velho amigo, me diga veio a passeio?

Meu caro muito obrigado pela recepção, como sabes eu estava resolvendo alguns assuntos no velho continente, você não imagina nas coisas que eu vi, creio que a minha mudara drasticamente mas depois da carta que eu recebi de alguns amigos me vi forçado a voltar, agora planejo retomar as coisas, vejo que a Kaiser voltou a ativa, meus parabéns meu amigo.

Sim caro amigo. - Digo estendendo um copo a Wellington - A menina dos olhos de Julio Cesar voltou e com força total, creio que em breve teremos uns transporte mais rápido dentro do império, vossa graça vai perceber, muitas coisas mudaram desde a sua saida, até energia eletrica termos agora. Mas você foi evasivo em minha pergunta, veio a passeio?

A edição extra dA Folha Imperial é entregue:
[spoil]

[/spoil]

Edição simplificada:
[spoil][center]Et De Prodigo Filio Domum Regreditur![/align]

[justify][tab=30]A chegada de um navio na última madrugada tem causado rebuliço entre o povo de Gardenne, pois, dentre os imigrantes que sempre têm chegado a Gesébia nestes navios do exterior, um dos passageiros era um velho conhecido do povo gesebianos: ninguém menos que Wellington Antonius Medeiros, o primeiro Barão, e atual Visconde de Medeiros.
[tab=30]Após sua súbita partida há alguns meses, muito se questionou acerca do mistério que cercava a mesma. Sabe-se somente que o Visconde teria ido à Europa, em visita para tomar conhecimento dos últimos avanços tecnológicos no Novo Mundo.
[tab=30]A Folha, e o povo do Império, saúdam o retorno de Sua Graça, e que o conhecimento obtido nesta viagem ajude o Império a avançar ainda mais.
[/align]
[hr]

[center]Decretos Imperiais[/align]

[justify][size=150][font=fantasy][tab=30]Os últimos decretos imperiais têm causado comoção entre o povo. Para alguns, a renomeação das cidades de Roma e Draco para Áquila e Firgen, respectivamente, apenas causará confusão entre as massas, enquanto outros aprovam a ampliação da Marca de Dracônia, de forma que a fronteira oeste agora está sob júdice do Chanceler do Império, Marquês Dracônia, Alexander Di Draconi. Espera-se que, com um governo central, as “Terras Altas” conheçam um avanço tecnológico e governamental como ocorrido em Gardenia e Romania.
[tab=30]Por sua vez, a Cidade de Firgen passa a ter um novo Líder do Conselho da Cidade, o Barão de Firgen, apontado pelo Marquês Dracônia. Apesar de responder diretamente ao Marquês, espera-se que o Barão contribua para o contínuo crescimento da cidade mineradora.
[hr]

[tab=30]Hoje encerram-se as eleições para o Senado Imperial, se você ainda não votou, vote! Exerça seu direito e escolha seu candidato![/font][/size][/align][/spoil]

O Visconde pega o copo e tomando um gole diz, meu amigo eu voltei para ficar, creio que não terei que deixar essa terra tão cedo, saiba que tenho planos para Gesébia, muitas coisas mudaram em nosso país e em mim mas me diga como vão as coisas na Suprema Corte?

Com essa industrialização aqueles que agiam fora da lei deram uma parada, as ultimas atividades foram algumas petições de cessão de direitos de empresa. Ma que boa noticia que veio pra ficar, uma pena ter perdido a candidatura das eleições, soube da fraude no pleito anterior?

Fraude? jamais imaginei que nosso povo fosse capaz disto mas me diga conseguiram pegar os culpados?

Neste momento o secretário do Visconde se aproxima do mesmo e lhe diz algo.
Ah sim, fiquei sabendo de sua magnânima iniciativa de criar a Bolsa de Valores, uma ideia maravilhosa e de grande importância para a florescente economia.

Pegamos alguns culpados, mas o peixes grandes os mandantes esses nao aparecerão, sim a ideia da bolsa surgiu pela necessidade de mais investimento na Kaiser, a onda pegou e novas empresas aderiram.

Ainda hospedado na casa de seu amigo Julio, Victor, que estava a anotar coisas é informado por um dos empregados da Mansão que uma ilustre pessoa estava a sua espera junto de Julio. Ao descer a escada, ele pensará em quem seria que queria falar com ele, ao se deparar com a figura que vira ao lado de Julio.
Ele ficou indubitavelmente atônito.

  • É uma miragem ou vós sois mesmo meu primo Wellington?

Após o balançar da cabeça de Julio sinalizando que era verdade, Victor o cumprimentou com grande alegria e os três começaram a indagar sobre as novidades de Gesébia e do exterior

Sir Wellington toma um gole do whisky e verifica a hora em seu relógio de bolso, então o seu secretário se aproxima de novo e lhe entrega um bilhete, Wellington pega o bilhete e após ler o entrega ao seu secretário.

Meus amigos foi ótimo reencontrá-los mas temo que já está na hora de eu me retirar, ainda á muito a ser feito, por favor me visitem em Áquila quando quiserem.

Após se despedir o Visconde pega o seu sabre e junto de seus acompanhantes se dirige a carruagem, chegando lá ele ordena ao seu mordomo que leve as suas coisas para a Pousada, ele e o Sr. Archer iriam para o Theatro Imperial.