Ministério da Educação e Cultura


[font=Garamond][size=150][center]O Ministério da Educação e Cultura foi criado pelo Decreto Consular nº 01/1893, com o intuito de gerir os mecanismos educacionais vigentes no reino.[/align]

[center]Ministro da Educação e Cultura, Ignazio del Popo.[/align][/size][/font]

[font=Times New Roman][size=150][i][b]

  • Senhor Ministro?

  • Cônsul, que prazer em tê-lo aqui em meu gabinete. A que devo ilustríssima visita?

  • O motivo de minha visita não é algo a se comemorar. Os recentes acontecimentos na nação vem preocupando-me e muito. Há a possibilidade de haver uma divisão entre favoráveis e desfavoráveis ao nosso regime. Portanto, quero que elabore uma política educacional que vise doutrinar nossas crianças e jovens, tornando-os homens críticos, fortes e dotados do raciocínio. Mas, que nunca julguem o reino, ou que levantem armas ao mesmo, compreende-me?

  • Perfeitamente…

  • Ótimo. Aguardo um relatório prévio do senhor em meu gabinete em no máximo, duas semanas. Até mais ministro.[/b][/i][/size][/font]


[tab=30]Enquanto novas diretrizes educacionais eram elaboradas pela equipe ministerial, esboços do Plano Nacional de Educação é assinado pelo ministro e encaminhando ao Gabinete do Cônsul.

[font=Times New Roman][size=150][i]
[tab=30]Durante a tarde, alguns diretores da Nova Roma Infraestrutura, comparecem ao Gabinete do Ministério. Ao serem recebidos por alguns funcionários administrativos, eles dizem:

[b]- Viemos até aqui em vista dos dispostos no parágrafo segundo, artigo décimo primeiro, do mais recente decreto de Sua Excelência.

  • Entendo… Iremos notificá-los da chegada dos senhores, um momento por gentileza.[/b][/i][/size][/font]