[MTW2-DLV] Normandos uma saga de glória

Normandos uma saga de glória
Uma história a muito conhecida sobre uma lenda a muito contada.
Uma saga que passou por gerações.

A partir de hoje esta lançada às bases de uma nova AAR neste espaço TW.

Acompanhemos todos a gloriosa saga do povo normando. Da conquista da Inglaterra a um futuro ainda inserto por escrever…

Será que iremos conseguir? Teremos motivação e auxílio nas horas difíceis? Teremos aliados ao nosso lado, comentando, criticando construtivamente e incentivando? Não sabemos o que o futuro nos guarda! Veremos o que nos trazem as próximas linhas desta história!!!

Long life to the Normand Royaume de Angleterre

Índice

Informações técnicas
Prólogo
O mundo
1° Capítulo - As bases de um antigo projeto
2° Capítulo - A batalha por Southampton
3° Capítulo - O caminho para Yorq
4° Capítulo - Tempos difíceis
5° Capítulo - Esperança
6° Capítulo - A conquista de York
7° Capítulo - Dinastia
8° Capítulo - A conquista de Dumfries
9° Capítulo - Fronteiras
10° Capítulo - A Guerra Britânica
11° Capítulo - O Fim da Escócia
12° Capítulo - Uma nova guerra para vencer!
13° Capítulo - Em busca da coroa irlandesa
14° Capítulo - Irlanda uma terra cobiçada
15° Capítulo - Malditos Irlandeses!
Final

Cara legal, boa sorte aí… =)

Boa sorte, no aguardo das atualizações.

Opa. Vou ler. :smiley:

Normandos uma saga de glória
Informações técnicas

Sobre o jogo e o mod escolhido:

Estarei utilizando o M2TW + kingdons e patchs 1.2 + 1.3 e 1.5 respectivamente. Esta configuração é necessária para jogar o mod Deus lo Vult em sua versão 6.2. Também estarei utilizando o sub mod “COMPLETE SYMBOL SET by Shadrach & Tokus”. Este sub mod consiste em uma surpreendente arquitetura de arquivos e trabalho gráfico que arrumou o bug do DLV que não aparecia corretamente vários símbolos e outras coisinhas no game.

twcenter.net/forums/showthread.php?t=225040

A escolha da facção foi quase aleatória. Escolhi por conta do vídeo de entrada do prólogo que pude fazer devido existir um vídeo no game sobre a batalha de hasting e invasão normanda na Inglaterra. Logo, escolhi a facção Normand Royaume de Angleterre, assim chamada no mod, ou mais comumente conhecida como Ingleses ou Inglaterra.

Resumindo:

M2TW + DLV 6.2
Scripts full
Ingleses
VH-VH

O mod DLV esta para o M2TW como o Europa Barbarorun esta para o RTW. É o melhor mod para este game, com ultra fidelidade histórica e imersão estratégica o mod conta com uma série de sistemas que torna impraticável uma melhor explicação aqui. São vários scripts na construção de sistemas que aumentam exponencialmente a dificuldade, realismo, imersão histórica, tática e estratégia.

Quem tiver interesse em conhecer o mod e entender de uma melhor forma o sistema de jogo que é 50% diferente do M2TW, favor ler alguma coisa do Manual DLV6.2, link logo abaixo.

Portal central do DLV na comunidade TWC:

twcenter.net/forums/forumdisplay.php?f=309

English manual for DLV 6.2

filefront.com/14601185/Deus- … nglish.pdf

O DLV é um mod calcado no realismo histórico. Isso vai dês do armamento, textos, nomes, eventos, características das unidades e facções e também na forma de combate delas.

Sobre a Campanha e AAR:

Esta campanha estará sendo jogada e narrada por mim, Philippus. As atualizações não terão data marcada ou prazo para postagem, ocorrerão de acordo com a disponibilidade deste membro.

Toda ajuda e dica, observação e comentário, entre outras coisas, serão bem vindos. A participação da comunidade é o combustível para um postador de AAR, boas e constantes atualizações dependem da interação que a comunidade vai ter com a AAR. Uma AAR que não recebe atenção da comunidade logo é abandonada pelo postador e concluída de forma precária devido à desmotivação. Parece novela da GLOBO e funciona conforme o ibope!

Claro que ninguém é obrigado a acompanhar algo que não esta gostando. Se não esta de agrado a AAR, poste suas dicas, seus comentários para a melhoria da mesma. Procuro sempre escrever uma história que seja boa e interessante de acompanhar. Algo para ler e se entreter.

A AAR pode evoluir e tomar caminhos diversos conforme a participação dos seus “espectadores”.

Quero esclarecer que o mod DLV aumenta muito a dificuldade do game, muito mesmo, absurdamente, assim, não garanto sucesso de minha facção ou de minhas pretensões no game. A AAR vai evoluir normalmente e vou escrever sobre a realidade dos ocorridos no game. Jogo somente em Very Hard AI de campanha e Very Hard AI de batalha. Além disso, habilito os scrips do
DLV através dos eventos no início do jogo, permitindo que o sistema do DLV seja executado a pleno vapor, o que torna a dificuldade, realismo e imersão, ainda maiores.

Mais um aviso, esta AAR mistura ficção e história, por isso nada de me cobrar historicidade. Ou usar isso aqui como fonte. Entenda a AAR como um livro de romance histórico.

Espero que todos aproveitem muito esta AAR!

Habilitando os sistemas do DLV que são por escolha do jogador. Existem muitos mais implementos no mod, mas são fixos.

Foreign Garrison ?

Se uma cidade ou castelo for submetida a um cerco, tropas extras irão surgir dentro da cidade, ou castelo, para reforçar as defesas. Realisticamente e historicamente isso é uma coisa óbvia, principalmente na idade média, pois quando cercos ocorriam a população local se juntava a guarnição para a defesa dos seus lares, suas mulheres, seus pertences e sua vida em muitos casos!

Claro que não vão surgir tropas de cavaleiros templários. Serão unidades fracas e vão depender de uma série de parâmetros do mod, como melhorias que existem dentro da cidade e número de habitantes. Vocês não vão ver surgindo, do nada, dentro de uma cidade sob cerco, tropas de cavaleiros feudais, se nem estábulos reais
a cidade possui. Em uma cidade mais fraca de “quartéis” vão surgir muitos peasants mesmo, misturados com algumas tropas melhores, mas citadinas…

[center]YES ATIVAMOS ESTE SISTEMA[/align]

Foreigner Money support activated ?

O inimigo é sempre mais fraco que nós mesmos. Ou seja, a AI sempre tem dificuldade em enfrentar o jogador humano. Por isso no DLV, para aqueles que gostam de enfrentar um desafio equilibrado existe este script. A cada 20 anos as pequenas nações inimigas, que
conseqüentemente possuem uma economia ruim, irão receber um aporte de 20 mil em seu tesouro, para que assim possam dispor de dinheiro para recrutar tropas e enfrentar as adversidades das nações maiores.

[center]YES ATIVAMOS ESTE SISTEMA[/align]

Settlement and Region Costs ?

Toda cidade, castelo e região de maneira geral, têm um custo na realidade não é mesmo? Manutenção e outras coisas. Por que não ter isso no jogo, calculado conforme o tamanho e tipo de cidade ou castelo?

[center]YES ATIVAMOS ESTE SISTEMA[/align]

Point System activated ?

Funciona assim: Você possui no jogo nobres que fazem ou não parta da linhagem real. Estes podem seguir carreiras de governo ou militar (outro sistema, porém fixo), depende se você mandou eles para um castelo ou cidade quando chegaram na idade de jovens para educação. Lá no local também você vai ter de construir as melhorias necessárias para treinar estas carreiras.

Bom, os generais vão ter seu histórico de ações e o conjunto dos históricos de ações dos seus generais fazem a “cara” da sua nação no quesito militar. O jogo então te atribui pontos por ações militares.

Já os governadores têm seus históricos de ações de governo e o conjunto disso vai contar para o histórico geral da sua nação na questão governo. O jogo vai te atribuir pontos de governo.

Algumas construções só podem ser construídas se você possui determinados pontos. Notem que estes pontos, você tanto ganha, como perde, tudo conforme suas ações.

Exemplo: Se você é uma nação pacífica e voltada para o governo não vai conseguir construir as melhores e mais bem treinadas tropas, por que você não vai conseguir construir os edifícios necessários para isso. Realisticamente é fácil entender. Sua nação não terá tradição bélica para atuar na área e logo não terá conhecimento para desenvolver novos implementos militares, vai definhar nesta área em relação as outras nações e terá que se concentrar na diplomacia até buscar o terreno perdido.

O inverso é verdadeiro e, principalmente, afeta sua capacidade financeira. Ou seja, uma estratégia cuidadosa deve ser montada conforme teus objetivos e conforme as situações que se apresentam.

[center]YES ATIVAMOS ESTE SISTEMA[/align]

Field Costs ?

Este é outro sistema que dispensa maiores informações. No jogo cada general e governador geram um custo de manutenção. Você tem que manter a corte deles, seus servos, dinheiro para armadura e tudo mais. Isso não ocorria com os teus agentes, logo, este sistema veio para isso. Assassinos, clérigos, diplomatas, espiões, princesas… quando não estão inativos dentro do teu território geram um custo de manutenção, pois estão em missão no estrangeiro.

A manutenção da unidade sempre existiu para todos estes citados acima. O que não tinha era este custo extra de manutenção para simular quando eles estão em missão no estrangeiro.

Além disso, você logicamente quando recruta uma unidade, paga pela manutenção dela não é? Mas se ela esta em batalha o custo é o mesmo? Em um cerco? Em uma marcha forçada por um país inimigo? Claro que não, os custos serão outros, além do simples custo de manutenção de uma tropa aquartelada. Este sistema serve para simular isso.

[center]YES ATIVAMOS ESTE SISTEMA[/align]

Recruitement Limitation System ?

Este é um sistema que restringe ainda mais o recrutamento de tropas para o player humano, sim humano, pois a AI não é afetada por este sistema. Com este script ativo o mod usara uma tabela interna de limite de recrutamento que é calculada em relação ao numero populacional do seu reino,
nível de cidades, quantidade de regiões e etc. Serve para simular o máximo que o reino
econômica e populacionalmente pode suportar de tropas no total. Esse limite não é o limite de recrutamento da cidade que
já existe no jogo em relação a população da mesma, mas sim um limite geral do reino. Ou seja, para ter grandes tropas, você terá que ter uma boa economia, população equivalente, nível urbano decente e regiões vastas. Não dá para ter um exército
napoleônico sendo o governante de uma cidade fedorenta e um castelo de madeira! Dá?

A tentativa dos desenvolvedores do mod com este e outros sistemas do DLV é obrigar o player a encarar o mod como um chamado a Grad Strategy e abandonar a batalha
atrás de batalha. Você terá batalhas, sim, mas não poderá esquecer de administrar teu reino.

[center]YES ATIVAMOS ESTE SISTEMA[/align]

Character based Recruitement ?

Este é um sistema que restringe ainda mais um pouco o recrutamento de tropas para o player humano. Certas tropas você somente poderá recrutar com um general equivalente na carreira militar dentro do castelo. Funciona assim, Barons Stables
construído no castelo permite um certo tipo de tropa cavalariça, para recrutá-la você devera ter dentro do castelo um general de nível militar Banneret.

Mais uma vez observamos como é importante a administração do reino e a Grand Strategy. Você precisa treinar teus generais, precisa preservar os importantes e etc. Um grande general pode assumir uma função de comando superior ficando estacionado no comando de uma fortaleza militar cuidando, assim, do recrutamento e treinamento das tropas mais sensíveis para o esforço de guerra do reino.

[center]YES ATIVAMOS ESTE SISTEMA[/align]

Faction Standings ?

Ao ativarmos este sistema as relações entre as nações medievais no mod estarão nos níveis históricos para a época. Ou seja, Franceses odeiam de morte os Ingleses e estes por sua vez não nutrem nada melhor pelos Franceses. Sem ativar este script as relações iniciam neutras nos níveis do vanilla.

[center]YES ATIVAMOS ESTE SISTEMA[/align]

Foreign Behavior ?

Único sistema em que na real, qualquer escolha ativará algo.

YES = Você ativa um sistema “irrealistico” que faz com que a AI do jogo de todas as facções se concentrem em uma guerra total contra a sua facção. A AI não vai fazer tratados, não vai atacar o mais fraco primeiro, seu vizinho ou vai seguir um plano de expansão. Ela vai vir feito bicho para cima de você. Esta opção foi colocada para aqueles que querem somente focar nas batalhas

NO = Ativa o modo DLV style. Onde uma infinidades de sistemas irão estar ativos para transformar o M2TW em um game de
Grand Strategy mesmo! Sistemas de coroação, retiro de velhos generais, envio de
nobres para punição, educação para os membros da linhagem real…

[center] NO, ATIVAMOS ESTE SISTEMA EM MODO DLV STYLE[/align]

[size=150]IMPORTANTE

Lembrem-se de acompanhar a AAR pelo Índice!
Clique AQUI![/size]

Legal, no aguardo do 1º captulo.

Bora Philippus!

Confiamos na sua capacidade de chutar a bunda da AI. :smiley:

Normandos uma saga de glória
Prólogo

[center][table=width:50%;border:1px solid #cccccc;][tr=text-align:center;][td=border:1px solid #cccccc;][/td][td=border:1px solid #cccccc;][/td][/tr]
[tr=text-align:center;][td=border:1px solid #cccccc;] Bandeira do Reino da Inglaterra [/td][td=border:1px solid #cccccc;]Brasão de Armas do Reino da Inglaterra [/td][/tr][/table][/align]

Uma lenda normanda…
Há muito tempo, os ancestrais de nosso povo, o povo normando, vindos do norte, adentraram o continente europeu e colonizaram as terras hoje conhecidas como Normandia!

Os normandos foram sempre um povo forte e guerreiro, cuja aristocracia descendia em grande parte de vikings da Escandinávia, os Northmen ou Norsemen, que significa “homens do norte”. Sua rica história originou várias lendas a seu respeito.

Em 911 foi estabelecido o ducado da Normandia, possessão feudal, ao norte do território francês, concedida a Rollo, um líder viking que havia invadido aquele território.

O ducado foi cedido pelo rei da França, na esperança de que esses vikings defendessem o país de novos ataques estrangeiros, fossem vikings também ou não. Rollo aceitou o tratado e se instalou no território que em alguns anos de conquistas e anexações seria transformado na Normandia. Era usual que os vikings se casassem com mulheres francesas e dessem uma educação católica a seus filhos. Desse modo, já no ano 1000, os vikings normandos já deixavam de serem pagãos para se tornarem normandos cristãos e falantes do francês.

O ducado prosperou e nosso povo com esforço e dedicação se tornou uma grande nação em poder e honra. Ao longo das gerações a casa dos normandos construiu muitas relações com as demais casas nobres da Europa, em especial, com as casas francesas e com a casa dos anglos e saxões da Inglaterra.

Em 1066, o rei Eduardo, “o Confessor”, da Inglaterra, morreu sem deixar descendentes, gerando uma crise sucessória. O principal pretendente inglês era o seu cunhado, Haroldo Godwinson; outro poderoso candidato era o seu primo, nosso querido duque Guilherme/William da Normandia. Eduardo havia prometido o trono ao nosso duque normando em 1051 e Guilherme/William fortaleceu a sua posição quando Haroldo jurou-lhe fidelidade.

Depois da morte de Eduardo, o Conselho inglês, numa clara ofensa ao prometido por Eduardo, elegeu Haroldo para rei, e este, durante alguns meses, manteve o exército de prevenção contra uma eventual invasão normanda.

No entanto, as mazelas são grandes para traidores e covardes! De imediato Haroldo teve de se dirigir para norte e combater um ataque efetuado pelo seu irmão Tostig e pelo rei Haroldo Hardråde da Noruega, a quem derrotou em Stamford Bridge.

Após algum tempo as notícias da Inglaterra foram passadas ao duque normando que então tomou a decisão que mudaria os rumos do ocidente para sempre. Os normandos preparariam as armas, invadiriam e conquistariam a antiga ilha dos anglos!

Haroldo, juntamente com os seus guardas pessoais, mobilizaram novas e inexperientes tropas para dar combate os normandos em Senlac, perto de Hastings. Guilherme/William, duque da Normandia, cobrando o que lhe era de direito pela promessa de Eduardo, fez com que os tambores da guerra fossem ouvidos nos quatro cantos daquelas terras…

Prólogo…
Aumente o som!

[BBvideo 560,350]http://www.youtube.com/watch?v=UFIu_UuPbLI[/BBvideo]

A conquista da Inglaterra pelos normandos
A batalha de Hastings

A Batalha de Hastings ocorreu no dia 14 de Outubro de 1066, perto de Hastings, na Inglaterra, entre as tropas inglesas do rei Haroldo II Godwinson e o exército invasor de Guilherme/William II, Duque da Normandia. O resultado foi uma vitória decisiva de Guilherme/William o Conquistador e a morte de Haroldo II durante a batalha. Este sucesso concretizou a conquista normanda e o fim da dinastia de reis anglo-saxões na Inglaterra. O regime adotado após a conquista de Guilherme/William caracterizou-se pela centralização, força e, naturalmente, pela língua dos conquistadores: o dialeto francês chamado Norman. Nos 300 anos que se seguiram, a língua utilizada pela aristocracia na Inglaterra era o francês. Falar francês era condição fundamental para os anglo-saxões que buscavam ascensão social através da simpatia e favores da classe dominante.

Com Haroldo morto e seu exército derrotado, no dia de Natal de 1066, Guilherme/William, “o Conquistador”, era coroado na Abadia de Westminster. Nosso duque Guilherme/William II torna-se rei de Inglaterra como Guilherme/William I, após o sucesso da batalha de Hastings e da conquista normanda. A partir de então, o ducado passou a fazer parte da coroa inglesa, sendo o duque o herdeiro de Inglaterra, ou um parente próximo.

[center]Abadia de Westminster[/align]

A França não aceitou a perda de um ducado para uma coroa estrangeira e reclama a posse das terras normandas no continente. A guerra entre estes reinos é inevitável!

Em 19 de dezembro de 1154, pela graça de Deus, sobe ao trono Henrique II nosso atual suserano.

[center]Pela graça de Deus, Henrique II, Rei da Inglaterra![/align]

A conquista do Reino de Inglaterra esta consolidada por nosso povo, mas a situação do reino é precária. A partir de Henrique II, primeiro monarca da dinastia angevina, conhecidos como os Plantagenetas, é que se inicia nosso conto…

[size=150]IMPORTANTE

Lembrem-se de acompanhar a AAR pelo Índice!
Clique AQUI![/size]

Muito bom. Vai ser uma AAR digna de votos!

Philippus,

muito bom!!

Acho que você já deve conhecer, mas segue o site oficial da família real britânica: http://www.royal.gov.uk/output/Page1.html

Se for de seu interesse, há um historiador francês, o qual possui alguns de seus livros traduzidos para o português, o Jacques Le Goff, que trata sobre a baixa Idade Média - apesar de hoje em dia se achar tudo na net.

Abração,

GGA.

Vlw GGA… adorei ver aqui um membro citando fontes e tal. Muito bom, parabéns.

Quem conhece a história sabe que, no meu texto, fiz simplificações, alterações e segui por uma “linha histórica das massas”.
Além de ter catado os textos de sites, wikpedia e por ai a fora… so para criar o pano de fundo para o ponto inicial do jogo.

Como disse la nas infos, esta AAR é como um romance histórico. A história serve somente de pano de fundo para a trama que eu vou desenvolver. As pequenas questões históricas que eu trouxe acabam no prólogo, já no 1° cap. a história será totalmente fictícia e desenvolvida durante o jogo. Poucos elementos históricos vão entrar na AAR deste ponto em diante.

Eu conheço as obras do Le Goff, ja li algumas… não é meu medievalista predileto. Ele ta muito na moda e eu gosto de ser do contra. Esse negócio da longa idade média do Le Goff nunca me desceu pela garganta! Na real eu não sou ninguém para contradizer “O” cara, sua proposição ja foi muito debatida, mas esta nova história, história do tempo presente, história das idéias ja não de agrada, não que ele se enquadre nestas escolas.

Sou mais das antigas e nada tão bom quanto continuar bebendo da fonte do velho e bom materialismo histórico. Por isso sou mais de Perry Anderson, Ferdinand Lot, W. Carroll Bark, Steven Runciman e outros, quando vou ler sobre medieval.

Por fim, esqueci de mencionar que sou graduado em história e já fui professor de história por dois anos. hehe

Leiam a AAR como se fosse um romance histórico. A história é oque está ali escrito. Entendam como ficção…

Gostaram do prólogo?
Do vídeo?

Eu gostei do video :smiley:

Gostei do video!

Obs.: A galera de história é sempre do contra!! hehehe

Abração,

GGA.

Normandos uma saga de glória
Legenda

[center]0 Rebeldes (Rebels)
1 Aztecas (Native American)
2 Noruegueses (Ríki Norvegh)
3 Portugueses (El Reino de Gallaecia y Portucal)
4 Mouros (al-Muwahhidun)
5 Irlandeses (Tuaithe of Éire)
6 Espanhóis (El Reino de Castilla y Leon)
7 Escoceses (Rìoghachd na h-Alba)
8 Ingleses (Normand Royaume de Angleterre)
9 Franceses (Royaume de France)
10 Tribos do Deserto (Desert Tribes)
11 Reino de Flanders (Graafschap Vlaanderen)
12 Dinamarqueses (Ríki Danmark)
13 Germânicos (Heiliges Römisches Reich)
14 Milaneses (Lega Lombarda)
15 Venezianos (Serenìsima Repùblica Vèneta)
16 Papado (Patrimonium Sancti Petri)
17 Sicilianos (Royaume de Sicile)
18 Poloneses (Królestwo Polskie)
19 Húngaros (Magyar Királyság)
20 Bizantinos (Basileia Rhomaion)
21 Lituanos (Lietuvos Didžioji Kunigaikštystė)
22 Reino de Novgorod (Novgorodskos Knyazhestvo)
23 Reino de Kiev (Kievskoe Knyazhestvo)
24 Turcos (Türkiye Selçuklulan)
25 Califado do Egito (al-Ayyubiyyun)
26 Armenos (Kilikioh Haikakan Takavorootiunuh)
27 Mongóis (Mongol Uls)
28 Georgianos (Sakartvelos Samepho)
29 Reino de Jerusalém (Regnum Hierosolinicanum)
30 Teutônicos (Deutscher Ritterorden)[/align]

O Mundo

Neste espaço irão ser postados os mapas mundi conforme for avançando a campanha, para que desta forma, se tenha um panorama geral e de fácil acesso as mudanças ocorridas nas fronteiras políticas.

[table=width:50%;border:1px solid #cccccc;][tr=text-align:center;][td=border:1px solid #cccccc;][/td][td=border:1px solid #cccccc;][/td][/tr]
[tr=text-align:center;][td=border:1px solid #cccccc;]O mundo em 1180[/td][td=border:1px solid #cccccc;]O mundo em 1190[/td][/tr][/table]

[size=150]IMPORTANTE

Lembrem-se de acompanhar a AAR pelo Índice!
Clique AQUI![/size]

Que raio de mapa é esse?

Ah sim, ok :slight_smile:

não sabia que o dlv era um mapa diferente… creio que o mod seja melhor doq os horrires que me falaram… :confused:

uahahuauuaua, tu fizeste milagre com aquele MINI-mini-mapa!
huhuhuh continua q tá bacana o/

Caraí velho… muito show… o video ficou muito doido…

O que seriam esses rebeldes, seria um taba buraco de clans /estados e tal ?

P.S.: pra mim a imagem do “em breve” lá no mapa nao ta aparecendo Oo…

Eu nao sei se é mania do EU, mas eu acho chato quando tem menos de 40 civilizações jogaveis xD