[NTW] Comparação de unidades de infantaria

[center][/align]

A infantaria é a mais antiga arma do exército. A sua grande vantagem é a versatilidade e adaptação, o que faz com que consiga combater em qualquer tipo de terreno e sob qualquer tipo de condições atmosféricas. Normalmente a infantaria alberga a maioria dos efectivos de um dispositivo militar. Em Napoleon Total War não é diferente. Tanto no modo singleplayer como multiplayer, o jogador aposta sempre mais na infantaria como maior constituinte das suas formações, pelos motivos apresentados anteriormente, mas também devido ao facto do seu poder de fogo. Embora o periodo das Guerras Napoleónicas seja predominado pelo poder dos movimentos no campo de batalha, o fogo acaba por ser o elemento mais eficaz na resolução das contendas, pelo desgaste que causa no inimigo. O movimento assume a sua importância como deslocação das plataformas de fogo pelo campo de batalha. Assim sendo, este guia pretende comparar todos os tipos de infantaria presentes no jogo, para que o jogador tenha uma ideia mais clara e abrangente das unidades e das suas capacidades, para ajudar a constituição dos seus exércitos antes das batalhas.

As milícias são as unidades mais fracas do jogo e, por consequência, as mais baratas. Mal equipadas e treinadas, quando comparadas com a restante infantaria, estas unidades são mais direccionadas missões de guarnição (em jogos de campanha) do que propriamente para combate. Todas as nações disponíveis para as batalhas terrestres possuem no mínimo uma unidade deste tipo. De destacar a National Guard francesa, por ser uma unidade versátil. As milícias da Grã-Bretanha e Portugal são fortes na Accuracy e Reloading Skills enquanto que a milícia russa é mais forte nos valores de Melee Attack e Charge Bonus.

As unidades irregulares e de combate próximo estão pouco presentes no jogo, estando disponíveis somente para a Espanha e Império Otomano. De realçar o alcance das unidades que possuem poder de fogo.

A infantaria montada, tal com as unidades anteriormente apresentadas, estão representadas somente na Espanha e Império Otomano. A sua vantagem é a facilidade de velocidade de deslocação no campo de batalha, pois no que ao combate diz respeito, não apresentam valores fora do vulgar.

A infantaria de linha será porventura a unidade mais usada pelos jogadores. Pelo seu custo/rendimento, podemos classifica-la com uma das melhores unidades, mas o seu valor varia de país para país. Alguns países possuem unidades específicas, representando formações histórias, que no jogo só podem ser recrutadas uma vez. Outras unidades têm um limite. A França, Reino Unido e Áustria são os países com maior variedade de infantaria de linha. No geral pode-se considerar o Reino Unido como o país com as melhores unidades, embora somente os Foot não estejam condicionados quanto ao numero de unidades a usar. As unidades francesas são de boa qualidade também, as austríacas e russas mais fortes no combate de corpo, defesa e moral do que na pontaria e capacidade de recarregar. Uma boa surpresa é a infantaria de linha de Portugal, que consegue ser superior à infantaria de linha da Prússia e dos outros “Minors”, e rivalizam bem com os espanhóis e franceses.

A infantaria ligeira, quando comparada com a infantaria de linha, possui menos valor de Moral e Defence, assim como Melee Attack e Charge Bonus, mas tem um alcance maior. Quando bem empregue, estas unidades podem fazer moça nas formações inimigas. Sendo o alcance a grande vantagem destas unidades, a infantaria ligeira mais forte do jogo são os Caçadores portugueses, que perdem somente em Melee Attack e Charge Bonus com as unidades russas. A unidade prussiana também oferece grande qualidade.

Os granadeiros são uma unidade especial, muito a semelhança da infantaria de linha, mas com mais possibilidades, como por exemplo, ataques com granadas, especialmente uteis para expulsar inimigos de edifícios. De realçar o seu Charge Bonus, que é grande quando comparado com a maioria das unidades de infantaria. Mais uma vez as forças russas apresentam altos valores de Melee e Charge Bonus, mas baixos valores de Accuracy e Reloading Skill.
A 1st East Prussian Battalion será a melhor unidade, contudo está limitada a um recrutamento.

Os Skirmishers são unidades especiais concebidas para combate às distância. Representam muito pouca qualidade no combate corpo a corpo. Os Rifles britânicos são a unidade mais forte, seguidos pelos Silesian Schuetzen da Prússia e pelos Atiradores portugueses, que pecam pela fraca defesa.

A infantaria de elite representam as mais experientes, armadas e bem treinadas unidades de cada país. São caracterizadas pelo alto valor de Moral, Defence e Charge Bonus. A unidade mais forte são os Old Guard franceses, seguidos pelos Foot Guards britânicos e prussianos. Estas unidades têm a capacidade de elevar o moral das tropas que os rodeiam.

Belo post!