[NTW] Guias de países para batalhas

Este guia serve para avaliar as unidades de um país, os seus pontos fortes e fracos.

Antes de prosseguirem com a leitura, recomendo que primeiro leiam os guias presentes nestes tópicos:

Comparação unidades infantaria: viewtopic.php?f=34&t=10881
Comparação unidades cavalaria: viewtopic.php?f=34&t=10882
Comparação unidades artilharia: viewtopic.php?f=34&t=10883

Alguns jogadores poderão não encontrar algumas das unidades mencionadas se não tiverem adquirido as DLC correspondentes às mesmas.

De seguida vou avaliar as unidades de cada país individualmente, para que se tenha noção da real capacidade e forças que um país tem para oferecer:

França

A França é uma das grandes candidatas a ser reconhecida como a nação mais forte do jogo. Têm 36 unidades disponíveis. A sua grande vantagem reside na artilharia, claramente superior em relação às outras nações no que diz respeito à pontaria e capacidade de recarregar a arma. A cavalaria possui os melhores lanceiros, e a melhor cavalaria pesada, a par com o Reino Unido. A infantaria é, no geral, muito boa, de realçar a qualidade da infantaria de elite, um regimento especial de infantaria ligeira e alguns alguns regimentos especiais de infantaria de linha. As suas maiores lacunas são: o grande custo das unidades, o que significa que, para se poder ter “números”, tem que se optar pelas unidades mais baratas; os skirmishers franceses são inferiores em alcance quando comparados com todos os outros países e a cavalaria ligeira está limitada a uma unidade única, que só pode ser recrutada uma vez.

A melhor estratégia a optar passa por fazer uso de uma força completa, com infantaria de linha apoiada pela infantaria ligeira, com uma ou duas unidades de elite de reserva. Ser o mapa recomendar batalhas corpo-a-corpo, os granadeiros poderão ser úteis. Recomendam-se algumas unidades de cavalaria e de artilharia, mas não em demasia, pois pode-se cair no erro de ficar com um exército muito pequeno. O uso da artilharia deve ser um must jogando de França.

Áustria

A Áustria é um país com uma boa variedade de tropas. Tem 23 unidades disponíveis para recrutamento. A sua artilharia é, a par da russa, a 3ª melhor do jogo. A grande vantagem da Áustria é o custo menor das suas unidades. A sua cavalaria é, no geral, mediana, à excepção da cavalaria ligeira, a melhor do jogo. A infantaria também é mediana (forte em melee e charge bonus), mas pode-se realçar a variedade de skirmishers, sendo que uma destas unidades é única e muito forte. Também possuem algumas unidades únicas de infantaria de linha, com qualidade um pouco acima da média. Uma das grandes lacunas da Áustria é a falta de uma infantaria de elite. Também não possui artilharia a cavalo.

A constituição de um exército austríaco deve assentar na quantidade. Como não tem unidades de elite, e a sua cavalaria mais forte é a ligeira, é na infantaria que se deve apostar mais. Infantaria de linha apoiada por skirmishers, infantaria ligeira, e granadeiros. Algumas unidades de cavalaria, em especial os lanceiros, para anular a cavalaria inimiga. Como a sua artilharia tem qualidade, algum investimento neste sentido também deve ser feito.

Grã-Bretanha

Outra candidata a vencer o prémio de nação mais forte. Têm 27 unidades disponíveis. Depois da França, a artilharia britânica é a melhor. A sua cavalaria pesada é muito forte, assim como os Dragoons. A infantaria é excelente, pois têm os melhores skirmishers (rifles), a melhor infantaria de linha, a melhor milícia e a segunda melhor infantaria de elite. Contudo, o preço das suas unidades é alto. Não possui granadeiros, lanceiros e a cavalaria ligeira está limitada a uma unidade única, que só pode ser recrutada uma vez. A sua artilharia, embora tenha variedade quanto ao tipo, tem menor variedade de calibres.

Mais uma fação onde a variedade deve existir. A Grã-Bretanha pode constituir um exercito forte em infantaria, cavalaria e artilharia, mas os cavalos se ficarem em 2º plano não compromete. Como a sua infantaria de linha e skirmisher são superiores, estes devem ser os grandes constituintes do exército, para fazer fogo constante sobre o inimigo para o degastar, apoiados por algumas peças de artilharia. A falta de lanceiros recomenda o uso de cavalaria pesada, a ser gerida com cautela.

Rússia

As tropas russas têm todas algo em comum: um bom melee, charge bonus e moral. Têm 26 unidades disponíveis. Como referido anteriormente, a sua artilharia é a 3ª melhor do jogo, com vários tipos de artilharia e com vários tipos de calibre. Tem uma grande variedade de cavalaria, e a sua qualidade fica um pouco acima da média. A sua infantaria é, no geral, mediana, mas têm grande valor de combate corpo-a-corpo. Como principal desvantagem, aponto o facto da Rússia não ter skirmishers.

Escusado seria dizer que o jogador deve apostar sempre que possível em carregar no inimigo à baioneta. As tropas russas têm uma accuracy e reload skill maus, o que obriga a evitar confronto pelo fogo de armas, mesmo contando com a boa artilharia que possuem.

Prússia

A Prússia é um dos melhores países, se considerarmos a relação qualidade/preço . Têm 23 unidades disponíveis. A sua artilharia é variada, mas fraca. A cavalaria é igualmente variada, mas a qualidade não passa de mediana/boa. É na infantaria que a Prússia está mais bem fornecida. A sua infantaria ligeira só perde para a portuguesa. A infantaria de elite é a 3ª melhor do jogo e os skirmishers os 2ºs melhor. Os seus granadeiros também são tropas de qualidade. As desvantagens da Prússia são: a qualidade muito baixa da sua artilharia, a pouca variedade de dragoons e a qualidade baixa da sua infantaria de linha.

Não se confiar muito na artilharia prussiana. Logo, um grande exército de infantaria, com muitas unidades ligeiras a apoiar, e com elite de reserva. A apoiar, os lanceiros também poderão dar uma preciosa ajuda.

Império Otomano

O Império Otomano têm 20 unidades disponíveis. A sua artilharia é variada, contando com morteiros, mas a qualidade não é grande. A cavalaria não tem muitas opções, mas conta com duas unidades de cavalaria pesada com bons valores de Charge Bonus. A sua infantaria é razoável, e conta com unidades irregulares, de combate corpo-a-corpo e infantaria montada. Não possui infantaria de elite.

O número é algo a ter em conta. Muita tropa, apoiada por artilharia e cavalaria. Mas tal como os russos, sempre que possível apostar no combate a corpo, pode trazer mais benefícios, principalmente para a infantaria.

Portugal

Portugal conta apenas com 9 unidades. A sua artilharia consiste somente em canhões de 3 calibres, mas de qualidade fraca, igual à maioria dos outros países. A cavalaria portuguesa é quase inexistente, pois a única unidade de cavalaria que Portugal tem, é a mais fraca de todo o jogo. A infantaria por sua vez já tem outra qualidade. A infantaria ligeira é a melhor, os skirmishers são os 3ºs melhores e os granadeiros e a infantaria de linha estão acima da média, podem bem bater-se com os equivalentes de qualquer nação.

Jogar com Portugal acaba por ser fácil, não há muito por onde escolher. Ter artilharia não faz mal nenhum (é equivalente à da Prúsia). A cavalaria…fica ao critério de cada um, mas se há país em que se tem que gerir bem a cavalaria, é este. Devesse evitar que a cavalaria portuguesa combata alguma coisa que não sejam peças de artilharia abandonadas, ou unidades em routing. A infantaria de linha é forte, deve estar bem apoiada principalmente pela infantaria ligeira e também skirmishers.

Espanha

A Espanha por sua vez conta com 18 unidades disponíveis. Tem pouca variedade de artilharia e de fraca qualidade. A sua cavalaria é algo variada mas de fraca qualidade, faltando também lanceiros. A infantaria conta com alguma variedade mas peca pela falta de skirmishers, algo compensado pela infantaria de elite. Resumindo, as tropas espanholas são mais baratas, mas apresentam qualidade baixa.

A Espanha é outra nação onde a quantidade deve superar a qualidade. Um exército diversificado e equilibrado pode ser construído. As unidades de elite podem dar muito jeito a decidir batalhas.

Dinamarca

A Dinamarca conta com 14 unidades. Possui alguma variedade de artilharia, mas a sua qualidade é fraca. A cavalaria tem poucas opções, e a qualidade é mediana. A infantaria conta com variedade de skirmishers, infantaria de elite, mas tem infantaria ligeira em falta. No geral a qualidade das suas forças é mediana.

Outra nação sem opções variadas. Apostar em skirmishers pode ser uma opção, assim como alguma infantaria de elite. A cavalaria tem algumas escolhas, mas deve-se evitar combates com outras cavalarias.

Suécia

Conta com 12 unidades. Idêntica à Dinamarca quanto à artilharia e cavalaria, mas no que diz respeito a infantaria tem menos variedade. Não possui granadeiros nem infantaria ligeira. A única vantagem prende-se com a sua infantaria de elite.

Sem a tropa de elite, a Suécia bem poderia ser qualificada a pior nação do jogo. Um exército constituído por infantaria de linha, apoiados pelos skirmishers e elite. Alguma cavalaria e artilharia. E é isto.

Holanda

Com 13 unidades, a Holanda tem uma variedade idêntica à Suécia. Fraca artilharia, moderada cavalaria, mas conta na infantaria com infantaria ligeira e granadeiros. Contundo não possui infantaria de elite.

A Holanda também não surpreende. Sem elite, a força está mesmo na infantaria ligeira e granadeiros, que devem apoiar uma grande força de infantaria de linha. Coma alguma variedade de cavalaria, mas esta também deve ser usada com cautela.

(em actualização)

Olá. Parabéns pelo tópico e pelas infdormações fornecidas aqui e nos guias citados, muito bom mesmo.

Falto comparar as unidade Navais

Obrigado. Ainda vou dar uma melhorada aí, com mais imagens e tal.

Cada coisa a seu tempo :slight_smile:

Como maior parte das batalhas que o pessoal faz dao-se em terra, optei pelas unidades do exército primeiro.

Mas estes guias estão longe de concluídos.

Belos guias Luis! Parabéns!

Obrigado :slight_smile:

Actualizado.

Muito bom esse guia, comecei a jogar a pouco tempo o NTW e ainda não consegui grandes progressos, queria saber como faz para ter unidades melhores pois só posso construir dois edificios nas ciadades e não to sabendo como evolui-los.

Creio que um é o edificio principal então vc teria de construí-lo para liberar os novos edificios que permitem o treino de unidades melhores.

Muito bom Luis, quanto a vencer uma unidade de cavalaria eu utilizo o sistema de formação em quadrado com a infantaria, é muito difícil uma cavalaria transpor esta formação, o que já foi explicado por diversas vezes pelo fórum.

Alguns Uhlans russos podem destruir praticamente toda infantaria só no primeiro impacto, além de terem bônus de charge.