O Império Otomano

Império Otomano, Tradicionalista, Islamita, e Expansionista
O Império Otomano, governado pelo Sultão Mehmed V, e posto sob liderança do Grão-Vizir Mehmed Talat, ambiciona dar um fim ao apelido de “Velho Doente da Europa”. Gregos, Búlgaros, e Sérvios, fronteiriços e inimigos de longa data aos Otomanos, são os primeiros passos. O Sultão, ostenta também o título de Califa, desde 1517, quando Selim I tomou o título e os emblemas de Califa do Sultão Mameluco Al-Mutawakkil III. Entretanto, na Era Contemporanea, esse título vem perdendo respeito, e mesmo os outros muçulmanos, vem deixando de ver o Califa como representante de Alá, então, restaurar essa velha glória é vital aos olhos do Sultão.

[font=Times New Roman][b]Capital: Istanbul
Governante: Sua Altíssima e Sacra Majestade, o Sultão dos Otomanos e Califa dos Muçulmanos, Mehmet V, da Dinastia Osmanlı
Grão-Vizir: Ali Malik Pasha
Forma de Governo: Monarquia Parlamentar
Aliados:
Inimigos:

Vizires:

  • Malyet Hajrudin, Chanceler
  • Mehmet Talat, Vizir da Defesa;

Produtos para Comércio: Minério de Ferro e Madeira Serrada.

[spoil]Brasão:

Bandeira de Guerra:[/spoil][/b][/font]

[spoil][center]Laureados da Medalha Osmanli[/align]

[justify]1914: Re Humberto II e Papa Bento XV[/align][/spoil]

Um mensageiro chega em Istambul e entrega uma carta e fala que esta serviço do sultão Eyrrikhhm.