O que é o GSB.Store?

GSB-Store

 GSB.Store é um projeto que venho amadurecendo já há algum tempo e, com a migração, creio que seja a hora de implementar.

 A base por trás do GSB.Store se apóia em três pontos:
  1. A manutenção do fórum (servidores, domínio, e afins) sempre foi mantida de forma particular, primariamente pelo Stephano e depois por mim, com o auxílio da comunidade através de doações.
  2. As doações, embora não exatamente numerosas, sempre auxiliaram com os custos, mas, afora alguns privilégios dentro do IG (e, claro, a manutenção do próprio GSB online), não havia um claro “valor agregado” com as mesmas.
  3. Jogos são caros no Brasil. Mesmo com a vinda oficial da Steam, a abertura de lojas nacionais como a Nuuvem e mais lojas oficiais (como a recente chegada da Paradox Store), sempre com preços diferenciados, ainda é caro dispor de R$73 para pegar um Stellaris ou R$150 para um Total War Three Kingdoms.
 Esses três pontos somados me deram o “insight” necessário para começar a pensar em uma forma de que a comunidade pudesse voltar a ajudar o GSB, mas recebendo algo mais “concreto” em retorno.

 Assim, levando em conta que muitos sites no exterior fazem promoções de jogos independente do Steam/Nuuvem/etc., mas que boa parte dos jogadores que querem comprar um jogo ou não possuem cartão de crédito internacional ou não têm o tempo para ficar pesquisando em busca destas promoções, é possível para o GSB se tornar essa “ponte” para jogos mais baratos.
 E o que o GSB ganha com isso? Além de mais usuários, afinal uma comunidade não se faz sem usuários interagindo, uma pequena taxa de intermediação, que ajudará no pagamento da manutenção do fórum e na compra de jogos para serem distribuídos em nossos concursos. Desta forma, todos saem ganhando, mas principalmente a comunidade.
 “Ah, mas com o dólar nesse patamar nem vale a pena.” Não nego isso, sem falar em outras taxas como IOF, taxas de Cartão de Crédito, etc, mas, excetuando-se obviamente as promoções da Steam, Nuuvem e etc, ainda é possível conseguir jogos bem mais em conta. Exemplos? Logo após o lançamento do Three Kingdoms, era possível comprá-lo por R$90, frente aos R$150 normais. Hoje, Total War Rome 2 Caesar Edition, que é o Emperor (R$100) + a expansão Caesar in Gaul (R$28) sai por R$70, Stellaris por R$49, por exemplo.
 Então, embora ainda possamos chamar de um “GSB.Store beta”, acho pertinente apresentar o projeto e ver como será a aceitação pela comunidade.
3 Curtidas

Achei interessante, ótima ideia, Corsário.

2 Curtidas

Eu estou no grupo que só entro na Steam vejo se tem alguma promoção e pronto. Não pesquiso nem nada do tipo. E os jogos TW são bem caros para meu bolso e gosto.

1 Curtida

Parabéns Richard, é uma ótima ideia, muito legal mesmo.

1 Curtida

É uma grande iniciativa. Eu fico sabendo das promoções por meio de amigos que ficam ligados nessas coisas, mas realmente não é fácil pegar os melhores preços.

Acho que todo mundo ganha com a iniciativa

1 Curtida

Obrigado pessoal, o retorno tem sido bem positivo. Apenas queria destacar que só não consigo fazer preços melhores ainda por conta das taxas cobradas, principalmente nos pagamentos via CC (e isso q o Wirecard tem uma das melhores que já vi). Por isso deixei em aberto a opção de desconto em transferência e PicPay. E, claro, competir com Steam não tem como.

3 Curtidas

Obrigado Well, mas méritos para o Hiryuu pois a ideia e trabalho foi tudo dele.

Hiryuu sempre inovando kkkk

Uma dúvida, vocês pretendem colocar artigos do GSB para vender no futuro? como camisas, canecas e outros itens.

Vi que isso está se tornando bem comum nos fóruns, blogs e sites brasileiros, até canais do Youtube fazem isso para ajudar na arrecadação.

4 Curtidas

Quem sabe? Rsrs
Aliás, tem o canal pra tentar reviver… Mas, e tempo?

3 Curtidas

Acho que a ideia é boa, mas falta muito pra chegar lá. Ainda nem estamos no estágio de fórum em que você vê o pessoal postando e fica se perguntando quem é o tal postador, imagine no estágio de poder vender itens hehe

3 Curtidas

Já que estamos na vibe de ideias, ontem tive uma. Agora terei que estudar a viabilidade, como executar o projeto e conversar com dois possíveis parceiros. Mas a aplicação disso é só para ano que vem.

2 Curtidas