Os Anti-vaccers

Como entusiasta do mundo científico e admirador da espécie humana, me corta o coração saber que ainda há pessoas que se recusam a se vacinar e a vacinar sua família por crenças fundamentadas em nada mais do que religião, misticismo, e um artigo pseudo-científico, o qual já foi desmentido e rechaçado pela comunidade científica. Essas pessoas criaram um movimento organizado, que conta com palestras e sites de divulgação, atingindo diversas famílias, principalmente nos Estados Unidos.Embora seus argumentos sejam fortes, e, para aqueles pouco sabem sobre as ciências da vida, bem convincentes, para aqueles que tem o mínimo conhecimento sobre o corpo humano, não passam da mais pura ignorância. Coisas como " vacinas causam imunidade artificial e autismo" fazem parte de seu repertório.
Para aqueles que pensam que a seleção natura vai tomar conta desses ‘Idiotas’, lembrem-se que o problema vai mais além. Existem pessoas que não podem ser vacinadas e que precisam da imunização dos outros para sobreviver. Além disso, vacinas não são 100% eficientes, e há o risco da pessoas contrair uma doença mesmo vacinada contra ela. Nesses grupos há muitas pessoas que apenas desejam levar um estilo de vida mais saudável e mais natural e acabam senda arrastadas para essa ideologia "intelectofóbica’ que assola nosso mundo nos dias atuais, criando diversas epidemias que doenças facilmente evitadas por uma simples vacina. É nosso dever e nossa salvação ajudar essas pobres criaturas, mas como? Essa é a pergunta que lhes faço, caros senhores e senhoras, como?

Se fosse só vacinação, por ruim que seja, mas cirurgias ou mesmo consultas :confused:

A parte do autismo já foi falado que não há como ligar ambos os fatos, não há como ligá-los mas dizem que como a época da vacinação é onde pode-se descobrir o autismo as pessoas mais simplórias podem achar que há correlação nisso.

E outra coisa: se a vacinação previne doenças sociais, ou seja, que passam facilmente de uma pessoa para outra é obrigação das pessoas se vacinarem e devem ser punidas se não fizerem isso e colocarem a sociedde em pergio. Num comparativo é como se eu não quissesse dar a devida manutenção nos freios do meu carro e por isso causasse um acidente.

São pessoas ignorantes sem total conhecimento da vida, prefere morrer a descumprir sua crença idiota

Não descumprir uma crença é uma qualidade não um defeito mas não colocar sua crença “em cheque”, buscando meios para verificar se ela é válida, isso é preocupante pois faz com que a crença seja exercida na ignorância e não pelo conhecimento.

Acredito que o estado deveria intervir em um caso em que alguma vida estivesse em perigo. Pois, pelo que sei, nenhuma religião atual, apoia a morte de pessoas. E, as que dizem que é palavra do “Senhor”, deviam ter esse direito de escolha privado nessa hora. à menos, que seja a vida dessa mesma pessoa em discussão, pois aí, ela deve ter o direito de escolha.