[Perfil de Aeronave] Pe-2-359


[center]Pe-2-359 Peshka com camuflagem bicolor com insígnia da Força Aérea da Polónia em 1945[/align]

Pe-2-359 no War Thunder

No War Thunder, o Pe-2-359 é um bombardeiro soviético de nível IV com BR de 4.7, sendo o pináculo da linha de bombardeiros Petlyakov Pe-2. O seu armamento consiste em duas metralhadoras montadas no nariz - uma UB de 12.7 mm (0.5’’) com 150 munições e uma de 7.62 mm (0.3’’) ShKAS com 450 munições. Outras quatro metralhadoras estão montadas como armamento defensivo. Duas metralhadoras UBT de 12.7 mm montadas na parte dorsal e duas metralhadoras ShKAS montadas em posições laterais. Os conjuntos de bombas consistem em um seis bombas de 100 kg (220 lb) carregadas num compartimento interno central e dois pontos na traseira das nacelles dos motores. Poderá também desbloquear as gôndolas DZ-40, permitindo carregar três diferentes tipos de configuração de bombas - quatro de 100 kg no compartimento interno e duas de 250 kg nas gôndolas, ou duas bombas de 500 kg (1102 libra massa) nas mesmas. Alternativamente, poderá também desbloquear suporte para rockets RO-132 no qual permite carregar dez rockets de 132 mm (5.2’’) RS-132.

Em relação ao comportamento, a velocidade máxima do Pe-2-359 é de 552 km/h (343 mph) à altitude de 3700 metros (12139 pés) e 470 km/h (292 mph) à altitude média do mar. Alcançando uma altitude de 3700 metros em 4 minutos e 37 segundos, perfaz uma volta horizontal em 20 segundos. Os danos estruturais ocorrem a cerca dos 790 km/h (540.6 mph) (IAS - velocidade indicada do ar).

A maior vantagem do Pe-2-359 está na sua mobilidade e velocidade. O Pe-2-359 é impressionante em ambos os aspectos. Tanto a elevada altitude como à altitude média do mar, a sua velocidade é boa para um bombardeiro bimotor, permitindo fazer ataques a baixa altitude e elevada velocidade. Também é surpreendentemente ágil para um bombardeiro, pois pode virar mais que muitos caças pesados e mesmo alguns caças monomotores menos ágeis. Quanto às capacidades ofensivas, o avião está equipado com mira de bombardeamento horizontal e freios aéreos, pelo que pode desempenhar o papel de bombardeiro horizontal e de mergulho. Alternativamente, dez rockets RS-132 podem tornar o Pe-2-359 num formidável caçador de tanques.

o entanto também há desvantagens. O armamento fixo é inadequado na melhor das hipóteses. Duas metralhadoras montadas no nariz carecem do coice dos canhões e a sua baixa quantidade de munição previne o seu uso prolongado. O armamento defensivo não é melhor - o hemisfério superior e inferior estão defendidos, cada um, por uma única metralhadora de 12.7 mm, com a torre ventral possuindo um campo de visão muito limitado, e com as laterais muito constrangidas. A melhor defesa do Pe-2-359 é a sua agilidade e velocidade. Quando atacado por caças inimigos, use a sua velocidade e agilidade para escapar às passagens dos inimigos.

Rápido, ágil e muito versátil, o Pe-2-359 pode ser um grande bombardeiro se usado corretamente, com seu nicho nas batalhas de tanques onde pode usar o seu armamento de rockets e capacidades de mergulho. A pesquisa desta linha leva ao maior e mais bem armado bombardeiro Tupolev Tu-2.

[center]Numa das atualizações futuras iremos adicionar o seguinte decalque ao War Thunder:[/align]


[center]Urso Segurando uma Bomba’’ do of the 140th SBAP[/align]