Roberto Gómez Bolaños, criador do Chaves, morre aos 85 anos

O ator Roberto Bolaños, criador de personagens como Chaves e Chapolin, morreu aos 85 anos nesta sexta-feira (28), em sua casa em Cancún, no México, segundo informações da rede de televisão mexicana Televisa. A causa da morte não foi divulgada.

Com problemas respiratórios, dificuldades para se locomover e se mexer, o ator e comediante havia se isolado com a família em Cancún segundo informações divulgadas em abril deste ano.

Bolaños era casado com Florinda Meza, a atriz que interpretava a maioria dos personagens femininos inclusive a Dona Florinda, desde 2004. Ele era pai de Roberto, Paulina, Graciela, Marcela, Teresa e Cecília, frutos do primeiro casamento, com Graciela Fernández Pierre.

“El Chavo del Ocho”, nome original da série “Chaves”, foi exibida pela primeira vez em 20 de junho de 1971 no México. A série que relata a vida de um grupo de pessoas em uma vila. No Brasil, é exibida pelo SBT desde 1984.

Biografia

Roberto Gómez Bolaños nasceu na Cidade do México em 21 de fevereiro de 1929. Filho da secretária bilíngue Elsa Bolaños Cacho e do pintor, cartunista e ilustrador Francisco Gómez Linares, Bolaños começou a carreira como escritor criativo para rádio e televisão durante a década de 1950. Começou a representar como ator em 1960, no filme “Dois Criados Malcriados”.

Bolaños começou sua carreira como roteirista de programas de comédia e de obras do seu xará de codinome, o britânico William Shakespeare, cujo apelido no diminutivo, pronunciado à espanhola, se leria “Chespirito”.

Em 1968, começaram as transmissões Independentes de Televisão no México e Chespirito foi chamado como escritor para a realização de um programa com duração de meia hora. E assim, nasceu “Los Supergenios de la Mesa Cuadrada”. Ao lado de Chespirito, contracenavam Ramón Valdés, Rubén Aguirre e María Antonieta de las Nieves.

Em 1970, o programa teve sua duração aumentada. Nessa época, surge o Chapolin Colorado, um herói atrapalhado. Um ano depois, foi criado o personagem que se tornaria o maior sucesso de Bolaños, Chaves. Ambos os personagens funcionaram tão bem que as sketches se tornaram séries independentes de 30 minutos de duração em 1973, após o fim do Programa Chespirito.

fonte: televisao.uol.com.br/noticias/re … iz-cnn.htm

:choro :choro

Uma grande pena… O mundo perde um gênio!
“Prefiro morrer do que perder a vida.” - Chaves

Eu ia postar cerca de uma hora atrás, daí vi outros sites dizendo q era hoax…

Sempre adorei o trabalho dele, me diverti muito assistindo Chaves e o hilário Chapolin :choro :choro

Sem duvida uma perda gigantesca, o mundo fica sem um dos grandes nomes do humor contemporâneo…

RIP :choro

Vi essa imagem do face, compartilhei…

Edit. Essa imagem é a do Funeral do Superman

Yup

Fiquei triste ao ver essa notícia. Vai deixar saudades.

Ontem foi duro assistir ao especial que a SBT fez sobre ele, sei lá senti a mesma coisa de qndo a gnt perde um parente próximo… tive de segurar as lágrimas algumas vezes hehehe.