[RTW] Germania, o terror do Norte

Introdução.

[i] Está findando o meu tempo, as tardes encerram mais cedo, meu mundo está ficando pequeno e eu sou muito menor do que penso, há muito tempo que já venho sentindo isso, vivendo isso, sinto que esses serão meus últimos momentos nesta terra abençoada pelos deuses, mas espero que entre os meus últimos momentos, possa eu vestir minha roupa de guerra, e desfrutar do gosto de mais uma batalha, defendendo meu país, meu povo, minha liberdade. E que se assim os deuses permitirem, assim será feito.
Deixarei apenas um legado ao meus sucessores: que eles, impessam que nossos inimigos invadam nosso território, queimem nossas florestas, invadam nossas casas, destruam nossas famílias. E se caso esse dia sombriu chegar, que nosso povo, retribua o mesmo mal aos nossos agressores, e que não deixem, jamais a honra e a lealdade nossa para com os deuses e ao modo antigo, ser desvirtuado por uma cultura qualquer ou estrangeira como uma fogueira é apagada pela chuva e que no fim nada passe de cinzas.

Arminius, líder soberano das terras germanas.
[/i]

Notas do jogo:

Jogo: Rome Total War, Patchs 1.3 e 1.5

Nação: Germania

Dificuldade: H/VH/VH

Informações: Não haverá tempo limite para as batalhas, Todas as cidades serão manejáveis.

Data de ínicio do jogo: 270 Antes de Cristo(em inglês BC)

Objetivos: Manter a independência Germana, conquistar a Gália, Britania e principalmente, conter ou talvez vencer o avanço romano.

OBS: Nenhum dos objetivos citados se terá certeza que será alcançado.

Motivo da escolha do jogo e da nação:

Escolhi o jogo Rome Total War, pois é um jogo que já jogo à muito tempo, e estou bastante familiarizado, não haverá possíveis dificuldades na reeinstalação do jogo e seus patchs se caso algum imprevisto ocorrer, o que eu espero que não aconteça. Também foi por causa da influência da outra AAR do Rome Total War: “Vitória escreve-se em Vermelho”.

Escolhi a nação Germana, pois é uma nação que eu considero que tem um nível considerável de dificuldade, pois é cercada de inimigos, principalmente os Bretões.
Também escolhi ela, pois tem ótimas unidades de ataque, é uma boa cavalaria. E também por causa da simpatia que sinto pela nação.

Notas do autor:

Espero que gostem, e que acompanhem.
Os UP’s da AAR, não terão um data certa ou sequência, serão feitos e postados de acordo com o tempo e a disposição do autor.
E mais uma vez, espero que gostem.

desistiu do EB?

entçao…
esperando o primeiro capitulo

Conhecendo a Germania
Atualmente, a Germania está passando por um tempo de paz e prosperidade, com a economia crescente, tudo aparentemente está estável.

A Germania conta com cinco regiões, cinco cidades.
Elas são:

[size=100][b]Damme(capital)[/b][/size]

Damme, em si não possui uma região muito rica, porém é o centro da nação germana.
Possui o maior número de habitantes.
Sua economia atualmente se encontra nagativa.
A economia de Damme se sustenta nas taxas cobradas, no comércio interno e externo, na administração e nas pequenas propriedades agriculas.
Em suas contruções está o Salão dos Líderes de Guerra, muito útil em tempos de paz e de guerra, é onde os líderes motivam seus soldados a lutar em tempo de guerra, e seu povo a trabalhar em tempos de paz.
Outra construção que se tem em Damme, é um muro de madeira, muito util para defesa em qualquer invasão inimiga.
Damme possui duas contruções militares, uma é um campo de tiro, possibilitando o recrutamento de Escaramuçadores, e um campo de treinamento, possibilitando o recrutamento de guerreiros.
Damme está sob o controle de Arminius.

Mongotiacum

Mongotiacum, é uma região produtora de couro, mas isso não garante que sua economia fique positiva.
Possui o segundo maior número de habitantes.
Atualmente é governada por um conselho que está concentrado no desenvolvimento economico da cidade, ou seja, retira grande parte de sua economia através do comércio interno e externo, através das taixas e das pequenas propriedades agriculas.
Não possui muitas contruções, apenas o Salão dos Líderes de Guerra, e um campo de treinamento.

Trier

Trier não possui uma região muito rica.
Possui o terceiro maior número de habitantes.
É uma cidade fronteiriça, que faz fronteira com os gauleses à oeste e com os Bretões ao norte. É uma cidade vigilante.
Está sob a administração de Ariogaisus sucessor no trono
Sua economia tem como base o comércio, a boa administração, as taxas cobradas e as pequenas propriedades rurais.
Dentre suas contruções está o Salão dos Guerreiros, tem praticamente a mesma função do Salão dos Líderes de Guerra.
Trier também possui uma muralha de madeira e um campo de treinamento.
É previsto que em primeiro plano, Trier se concentre em aumentar o comércio e a cultura, construindo pequenos mercados e santuários para os antigos deuses.


Batavodorum

Batavodorum possui uma região grande parte produtora de ferro e de couro.
O comércio é presente em Batavodorum.
Batavodorum é uma cidade fronteiriça, como Trier. Faz fronteira apenas com os Bretões à oeste.
Está sob a administração de Ricburgis.
Sua economia tem base no comércio, na boa administração, nas taxas e nas pequenas propriedades rurais
Não possui muitas contruções, apenas o Salão dos Guerreiros.

Vicus Marcomannii

Vicus Marcomannii possui uma região com diversas variedades de animais selvagens e uma boa produção de ferro.
O comércio de Vicus Marcomannii é forte.
Está sob a administração de Hariulfus.
Sua economia tem como base, a boa administração, o comércio, as taxas cobradas, e as propriedades agrículas.
Também não possui muitas contruções, possui apenas o Salão dos Guerreiros, e o campo de treinamento.

[size=100][b]A Família Real:[/b][/size]

A Germania atualmente tem dois agentes, um diplomata que se chama Ricgard e um espião que se chama Ariovistus. No futuro desta nação, os dois serão de grande utilidade.

Acompanhado.Torça para os Gauleses entrarem em guerra rápido com Roma para voce ter sua guerra particular com a Bretanha

Boa Sorte, Acompanhando. bomtrabalho*

acompanhando.

Próximo Up, sai hoje pela noite, acabei de escrever, já formatei as fotos mas ainda falta revisa o texto, não to com saco de revisa agora, então vo revisar amanhã de noite.
Obrigado aos que estão acompanhando. Boa noite. boanoite*

Bacana a introdução, vou acompanhar. bompost*

[size=150]
Capítulo I – Alcançando a ponte do Arco-Íris
[/size]

Verão de 270 AC:

Um conselho é convocado no grande Salão dos Líderes de Guerra, em Damme, capital da Nação Germana.
São convidados membros da família real entre outros nobres da nação.
No fim de intenso debate e troca de ideias e opiniões, fica decidido que a prioridade do império será a contrução de estradas em todas as regiões, facilitando o comércio e aumentando a rapidez das tropas e exércitos da nação que percorrem o território.
Por segundo plano ficou a contrução de torres de vigia na fronteira de Trier e na fronteira de Batavodorum, essa missão ficou encarregada por Ricburgis e Ariogaisus.
Que após o cumprimento da missão, retornassem cada um a sua cidade, Ricburgis à Batavodorum e Ariogaisus à Trier e aguardassem novas ordens.
E por terceiro plano, ficou a ordem do recrumento de mais dois batalhão de guerreiros, cada um composto por 241 homens, nas cidades de Damme e Mongotiacum.
As tropas de Damme, possivelmente servirão para conquista de cidades menores nos arredores da nação, possivelmente no Norte.
As tropas de Mongotiacum, serão enviadas para Trier, para aumentar a defesa na fronteira Bretã-Gaulesa.

[size=67]Salão dos Líderes de Guerra[/size]

Estradas

Guerreiros

Em relação a diplomacia, o diplomata Ricgard será enviando para o sul, em busca de tratados comerciais e mapas com o Império Romano, e de lá, partirá para o Leste, em busca dos Gregos e dos Dacios, Germania deposita grandes esperanças em realizar uma aliança com os Dacios.
Em relação a Inteligência, o espião Ariovistus, será enviado para o Norte, em busca de cidades menores, que possam ser conquistadas pelas forças germanas, e assim aumentar a população e a ganha com impostos.

Inverno de 270 AC:

Após o término do verão, as estradas já haviam sido construidas e os batalhões recrutados, porém grupos rebeldes apareceram nas regiões de Batavodorum e de Mongotiacum.
As forças rebeldes de Mongotiacum são facilmente erradicadas, porém custaram a morte do capitão Eutlinde, mas também a morte do capitão rebelde.
Porém, os rebeldes de Batavodorum, contavam com um número bem maior de tropas.
Ricburgis ficou encarregado de erradicar os rebeldes, mas a força militar na região não seria o bastante para acabar com o inimigo, por isso, ele contratou o serviço de dois batalhões de guerreiros mercenários.
Ricburgis chamou apoio de Batavodorum, mas as tropas só chegariam na próxima estação.

X marca o lugar das forças rebeldes em Mongotiacum

Com Ricburgis sem poder fazer nada no momento, outros acontecimentos ocorriam na Germania.
As tropas recrutadas em Mongotiacum, já partiam em direção a Trier.
No norte, mesmo sem a chegada do espião, Arminius parte para o norte, para a conquista da pequena cidade de Bordesholm, acompanhado de dois batalhões de guerreiros, junto com sua cavalaria guarda-costas.

No fim do inverno, um diplomata bate na porta de Trier, pedindo uma audiência com Ariogaisus.
O diplomata bretão chamado Lannildut, um homem muito educado por sinal, oferece uma tratado de comércio, e mapas, mostrando o território bretão. Sem demora Ariogaisus aceita a proposta.

[size=100][b]Verão de 269 AC:[/b][/size]

Na entrada do verão, tanto Arminius como a nobreza, tomam um susto em ver os cofres da Germania negativos, medidas extremas precisavam ser tomadas.

Para acabar logo com os gastos de tropas excessivas – mercenários – Ricburgis, já com o apoio de Batavodorum, ataca as tropas rebeldes. Com as tropas alinhadas, e o inimigo a poucos metros de distância, Ricburgis, ordena que os Escaramuçadores avancem e atirem tudo o que tiverem no inimigo, infligindo o máximo de baixas possíveis.

Assim que acabou a munição dos Escaramuçadores, eles rertornaram para a linha.
Porém o general inimigo atacou, apoiado por suas unidades mais leves.
Para não pegar o choque da cavalaria do general inimigo, Ricburgis ordena que seus dois batalhões mercenários ataquem o general, enquanto ele liquida com a infantaria leve.

Vendo que seu plano não havia funcionado, o general inimigo recua para sua linha antiga, vendo um batalhão inteiro recuar da batalha, causado pelo ataque de Ricburgis.
Ricburgis ordena que os mercnários retornem a posição.
Não aguentando mais a chuva e a tenção da batalha, Riburgis ordena um ataque no flanco do inimigo. Dando apoio com sua cavalaria.

Cercados e apavorados, vendo seu líder pouco a pouco ser derrotado, as tropas rebeldes debandam do campo de batalha e entram em desespero.

Em meio a confusão e o pânico da retirada, o general inimigo é derrubado de seu cavalo e tem uma lança cravada em seu peito, seu cavalo banhado de sangue parte em disparada.

Depois disso, só foi caçar os restantes e com ajuda dos deuses a vitória foi concedida.

Ricburgis é recebido em Batavodorum como grande herói, recebendo traços de comando e a fama de escudeiro aumentando sua comitiva de guarda costas, por dar grande valor à seus cavaleiros.

Enquanto isso, mais ao sul, as tropas eram recebidas com grande alegria em Trier.
No norte, Arminius alcança a cidade, e já a invade, pois a pequena cidade não possuia muros.
A batalha é rápida e certa, vitória.

Território da Germania:

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

Espero que tenham gostado deste primeiro capítulo.
Comentem, insentivem, critiquem!
Ter gente comentando minha AAR, é o meu combustível para eu continuar.

Ps: Eu sei que falei que sairia a noite, mas já como consegui um tempinho na manhã, já postei agora.
Até o próximo up.

primeira AAR de RTW que irei acompanhar. Até então ta legal, sem muita enrolação mas explicando supimpamente. Espero q roma te ataque junto com grecia e galia. Só pra dar mais emoção saka =).

maneiro, acompanhando.

jogar com a germania é bem legal mas dificil

Nossa Couto, essa sua AAR esta com uma qualidade muito boa.

A narrativa, combinando a trama com as explicações do gameplay e das batalhas estão perfeitas! A quantidade de texto esta na medida.
A quantidade de imagens, sua edição e a seleção do que mostrar tb ficou excelente.

O texto esta bem revisado, apesar de pequenos erros na introdução. 4 errinhos somente pela minha contagem.

Olha, vc esta fazendo uma AAR totalmente do meu gosto, além de muito qualificada.
RTW é tudo de bom e a Germânia é um desafio fantástico no VH-VH. Vou ser leitor assíduo.

Mas veja bem Couto, esta é sua 7 AAR, você possui 6 anteriores das quais terminou somente 1.

Acompanhando.

Tá bacana! O texto, curto, resumido mas simboliza tudo.
Se inspirou naquela do “Vitória escreve-se em Vermelho”, né? Tá um pouco parecido.

Enfim, tá muito show e vou acompanhar! Porrada nos Julii!