[RTW] Para à Glória - Uma AAR do Império Selêucida

[font=Times New Roman][b]Carta aos Leitores.

Por muito me restringi apenas a fazer replys e breves comments dos relatos de meus estimados irmãos TW do GSB, contudo isso apenas não me satifazia, apesar do extraordinário nível das AAR’s, isso não condizia com meu status de usuario ativo e participativo da comunidade Total War. foi então que me deparei com alguns relatos de dois usuários os quais eu tenho como exemplo nesse forum, Philippus e Couto ambos com suas envolventes Estorias me conquistaram e fascinaram ao ponto de que eu me sentia no dever de retribuí-los com uma AAR feita por este que vos escreve; esse conto talvez não venha a se equiparar com a História dos Normandos relato do nobre e augusto Philippus nem as histórias vindas das terras bárbaras e dos contos Helênicos do Nórdico Couto o maior player de batalhas MP do GSB. Por fim espero que aceitem e disfrutem ao máximo das linhas que venham a se desenvolver no período que durar esse relato, pois será feito não só apenas de pixels e scripts mais com sentimento admiração que levo por ambos. Sem mais para o momento espero que todos que venham a parar em frente ao computador gostem e disfrutem ao máximo.

Att.

Crusader_Knight
Moderador Seção Total - GSB

[right]Aos Mestres com Carinho…[/align]
[/b][/font]

[center]Informações do Jogo[/align]

JOGO: RTW
VERSÃO: 1.5
FACÇÃO: Império Selêucida
DIFICULDADE: VH/VH

[center]- ÍNDICE -[/align]

[center]PRÓLOGO
CAPITULO I - Sonho
CAPITULO II - Tempos Difíceis
CAPITULO III - A Primeira Grande Marcha[/align]

Ah, essa eu quero ver.
Bora lá Crusader, esperando!

AeEeEe! Meu amigo crusader, uma aar e Europa Barbarorum… muitos diriam que é fácil começar com uma nação grande - porém os selêucidas são grandes contudo desestabilizados. Quebra geral aê!

Vou acompanhar. com certeza! Ainda mais que é um sujeito bom nos TW.

EDIT: AARs de um mod tão supremo como o EB é raro… a maioria usa o vanilla, que é para os fracos e oprimidos.

Vou acompanhar, é certinho!!

Vllw Tommy bom saber que vai estar acompanhando, espero que goste…

Adam do EB so tem essa imagem ai mesmo aeuhaueahuaeuhaeuh… eu ate queria usar um mod pra minha primeira AAR só que por problemas nao deu pra mim fazer por agora…

Bora lá então, logo mais saiu o Primeiro up… bom ver que a galera ta chegando junto, e muito importante pra mim espero que o relato esteja do agrado de vc’s

Fico muito feliz pela dedicativa Crusader, com certeza acompanharei esta AAR com prazer. Lembre-se, qualquer coisa é só falar cara. Obrigado.

Halelujah!!!
Vou acompanhar com certeza.

vou acompanhar sua derrota :smiley:

Brinks ;D

boa sorte aí

Esse novo fórum está acabando comigo D:

Enfim, estoy aqui, leitor cativo da sua AAR =)

É isso ai, o moderador dando o exemplo hehehe.
Acompanhando e no aguardo do primeiro capítulo.

Ótima imagem… adoraria brincar com editores de imagem assim xD rsrs… mas a falta de tempo isso é uma das coisas que não me permite fazer.
Estarei esperando e acompanhando.

[center]- PRÓLOGO -[/align]

[center][/align]

[center]Alexandre III havia conquistado o Império Persa em pouco tempo e morrera jovem, deixando sem herdeiro um extenso império de cultura parcialmente helênica. Em visão disso, seus generais (os diádocos) terminaram por se acotovelar na tentativa de obter supremacia sobre o império deixado.
Seleuco, um de seus generais, estabeleceu-se na Babilônia em 312 a.C. - ano geralmente usado para definir a data da fundação do Império Selêucida. Ele governou não somente a Babilônia, mas a gigantesca parte oriental do Império de Alexandre. Após vencer Antígono Monoftalmo na Batalha de Issus em 301 a.C., ao lado de Lisímaco, Seleuco obteve controle sobre a Anatólia oriental e sobre a parte norte da Síria. Nessa última área, fundou uma nova capital em Antióquia, cidade a qual deu o nome do pai. Uma outra capital alternativa foi estabelecida em Selêucida do Tigre, ao norte da Babilônia. O império de Seleuco alcançou sua extensão máxima após a morte de seu aliado de longa data, Lisímaco, na Batalha de Corupédio em 281. Seleuco ampliou seu controle, abarcando a Anatólia ocidental. Ainda tinha esperanças de controlar as terras de Lisímaco na Europa - Trácia, e mesmo a própria Macedônia -, mas terminou por ser assassinado por Ptolomeu Cerauno logo ao chegar ao continente Europeu. Seu filho e sucessor, Antíoco I Sóter, mostrou-se incapaz de recomeçar de onde seu pai havia parado, nunca conquistando as partes européias do império de Alexandre. Ainda assim, possuía um reino incrivelmente vasto - consistia de basicamente todas as porções asiáticas do Império. Seus inimigos eram Antígono II Gonatas na Macedônia e Ptolomeu II Filadelfo no Egito.
A extensão do Império Selêucida, que cobria desde o Mar Egeu até o Afeganistão, trouxe uma multidão de raças: gregos, persas, medos, judeus, indianos, entre outros. Sua população total foi estimada em 35 milhões de habitantes, ou 15% da população mundial na época em que era o maior e mais poderoso império do mundo. Seus governantes mantinham uma posição política cujo interesse era salvaguardar a idéia de unidade racial introduzida por Alexandre. Em 313 a.C. os ideais helênicos (disseminados por filósofos, historiadores, oficiais em reserva e casais de casamento interracial provindos do vitorioso exército macedônio) haviam começado sua expansão de quase 250 anos nas culturas do Oriente Próximo, do Oriente Médio e da Ásia central. O esqueleto estrutural da forma de governo do império consistia em estabelecer centenas de cidades para troca e ocupação. Muitas cidades começaram - ou foram induzidas - a adotar não só pensamentos filosóficos, como também sentimentos religiosos e políticas de natureza helênica. A tentativa de sintetizar o helenismo com culturas nativas e diferentes correntes intelectuais resultou em sucessos de tamanho ou naturezas diferentes - tendo como conseqüência paz e rebelião simultâneas em diferentes partes do império.
[/align]

Bem galera a AAR ja começou e desde já agradeço a todos que estao a acompanhar, até mais tarde se der eu posto o primeiro cap.

Opa!
De qualquer maneira só vou ler amanhã a tarde mesmo x)

[b][font=Palatino Linotype][center]- CAPITULO I -

Sonho[/align][/font][/b]

[font=Palatino Linotype][center]- Já fomos o mais forte e vasto Império, hoje estamos esquecidos por muitos devido à ganância e a arrogância de uma corja putrefe que contaminou tudo em que pois as mãos… Malditos Diádocos!
Antióquio se deita e aos poucos ao cair no sono tem um Sonho o qual vislumbra o Estandarte Selêucida tremulando em Palácios Dourados muito distantes ao Leste, ao Oeste, vê também seu Império se estender por sobre as terras Européias da Macedônia e Trácia, Envolto por uma nevoa caminha por Ruas e Becos de uma cidade Grandiosa e suntuosa qual vê a bandeira e o Brasão no Ponto mais alto da cidade, um Edifício de dimensões Magnânimas e Imponentes o qual o mesmo se questiona se poderia aquilo ter sido feito por Homens ou se por ventura teria sido erguido pelos próprios deuses? Contudo ele também vê muitas Batalhas e muito sangue de Generais, Soldados, Civis; pessoas essas que tinham que dar suas vidas para que fosse restaurada a antiga Glória do mais forte e imponente Império que o Mundo Já viu.
Para a Glória!
Ao Amanhecer com os primeiros raios de sol que transpassavam as cortinas da janela do palácio Antióquio acorda ainda atordoado com o sonho da noite passada, sem perder tempo conta tudo o que viu a sua esposa Alkmena que também fica extremamente inquieta ao ouvir o Relato do Rei, considerando aquilo um presságio. Sem perda de Tempo Antióquio ordena que Emissários se dirijam as demais localidades do Reino com a incumbência de avisar aos Generais e membros da família real de um conselho o qual seria ministrado pelo patriarca o próprio Antióquio.

[left](Na Escadaria do Palácio em Antioquia)[/align]

  • Mensageiros selem seus cavalos e rumem levando minhas palavras as demais localidades do Império avisem a meus generais que preciso deliberar assuntos de urgência com eles! Vão Cavalguem como o vento preciso tê-los aqui o quanto antes!

[left](Os Mensageiros partem através dos Portões da Capital Selêucida)[/align][/font][/align]

Muito legal, a narração foi bem bacana principalmente a parte do sangue dos soldados, generais e civis :smiley:

binks

Muito show Crusader, a introduçlão e o primeiro up, muito bom mesmo, a narração impecável, tanto pelo vocabulário quanto pela parte escrita. Porém há algumas falta de vírgulas, entretanto são poucas. No mais, muito show mesmo, estou gostando bastante até o momento. Acompanhando.

Cadê os combates heim…