[RTW2]Kann die Chancen Gestartet Werden

[center] Prologo e Introdução juntos [/align]

[size=150]Farei uma ARR sobre o Rome Total War 2.(Não magina) Rome Total War 2 foi criado pela Creative Assembly e Distribuído pela poderosa Sega amadas por muitos e odiadas por muito.( xD )O jogo se passa em pleno 270 A.C aonde você poderá jogar com varias fações fantástica da época, e uma delas são as tribos germanas ou os Suevos como diz o jogo. Eu escolhi essa fação a sorte estava em dúvida entre as tribos barbaras da Inglaterra ou as germânicas, mais acabei pegando os germânicos mesmos, agora deixarei umas coisas bem claras logo no começo o jogo se passaras em um ‘universo paralelo’ aonde por exemplo os romanos fossem apenas um reino qual quer ocupando espaço na Itália ou que os atenienses fossem guerreiros ferozes e mais forte dos que os espartanos, acho que já deu para entender mais o menos o que e universo paralelo, a diferença e que no universo dessa ARR não acontecera tanta bizarrice, a unica coisa que mudara e que tipo Os suevos derrotaram Roma, Egito, Esparta, Épiro, Cartago e Macedônia, aonde a grande potencia nessa época forem so eles, acho que já intenderam e so sera essa as alterações.Agora sobre as postagens creio que sera umas 2 ou 3 por dia, o meu objetivo serão 2:

1 Conseguir Desenvolver a historia do meu personagem na qual sera um romano amigo de Armínio e nada menos do que um simples soldado ajudando seu amigo nas batalhas.
2 Conquistar as outras tribos barbaras.

Pronto ai esta os objetivos, e claro que terá erros de português sim por que sou acostumado a pegar um pouco do que as pessoas falam aqui na minha cidade( Moro no nordeste especificando em pernambuco na pequena cidade de Abreu e lima, e não sou brasileiro sou equatoriano nascido la e criado aqui. :wink: )Então vocês verão um pouco das palavras daqui vou tentar evitar o máximo possível. :smiley: E isso por hoje, so não posto o primeiro capitulo logo agora por que estou muito cansado.[/size]

LIBERDADE AS TRIBOS GERMÂNICAS !!! :sparta

[font=Comic Sans MS] Introdução

Suevos

“Sangue, Nobreza, Coragem”.

‘Boa sorte, para quem estarão lendo essas escritas eu narrarei a minha história e sobre o
meu grande amigo Armínio. Não sou nada a não ser um simples guerreiro que lutou a o lado do meu amigo de infância, conhecido como o grande libertado das tribos germanas e também pelo seu ótimo comando militar.Me desculpe se não intender essas escritas, pois escrevo as mesma com mistura de latim e um pouco das linguás germânicas, esse sera somente o inicio de uma grande aventura germânica por terras desconhecidas e conquista gloriosas pela Europa.’[/font]

[size=100][center][font=Bradley Hand ITC]Prologo e Introdução juntos

Einführung Charakter
(Introdução do personagem)

Capitulo 1 Tod und Karl Runde Helium(A morte ronda Karl e Hélio)

Capitulo 2 Νικήστε τις boyos και αντίπαλος ikeit Helium und karl (Derrota dos boyos e a rivalidade entre Helium e Karl)

Endgültige Einigung των γερμανικών φυλών(Final a unificação das tribos germânicas)[/font][/align][/size]

[font=Comic Sans MS][center][size=150]Einführung Charakter
(Introdução do personagem)

Hélio um homem cuja miscigenação seria espartano-romana uma coisa muito difícil de acontecer pela parte espartana,
nasceu em um local afastado da cidade de Espartana e recebeu o seu treinamento militar graças a o seu pai e ate os seus 15 anos de idade aprendeu tudo que podia ate que seu pai morreu conseguindo a gloria espartana batalhando junto com seus amigos, a mãe uma romana filha de comerciante decidiu partiu para Roma aonde criou o seu filho com os costumes de la ate os seus 20 aonde se uniu a o exercito romano e conheceu os jovens:

Karl de origem germânica:

Marcus de origem romana:


Sinbad de origem Egípcia:

Durante anos e anos Hélio aprendeu a arte romana da estratégia e da disciplina militar, ele crio grande laços de amizades com esses jovens se transformando mais do que colegas mais sim irmãos. A os seus 25 anos Hélio já tinha combatido varias e varias vezes, mais ele não agüentava os insultos do seu general e uma noite ele reuniu-o o máximo que pode de homens e o contou o seu plano de matar o general e dizer que foi um ‘acidente’, eles iriam matar o general de noite enquanto ele estive se dormindo. O plano já estava pronto e no dia seguinte veio à surpresa um dos seus amigos o traio contando tudo para o general que de imediato mandou matar todos que participaram do complô, Hélio se deu de cara com Marcus o maldito romano que traio os seus amigos so por favores do general e com uma lagrima nos olhos Hélio falou no tom violento “O que você fez meu irmão?.Nos traio nos integrou para esse homem que não vale nem a bosta do seu cavalo!.’ Ele respondeu com um sorriso maligno enquanto colocava a sua espada sobre o pescoço de Sinbad ‘Sabe Hélio eu nasci para ser GRANDE e não para ser amigos de pessoas fedidas e sujas feito vocês,e por isso negócios são negócios.’ E então Marcus passa a espada sobre o pescoço do seu amigo egípcio o matando lentamente, o próximo seria ele os seus olhos ficavam embaçados pelas lagrimas que desciam dos seu olhos,O seu corpo já não tentaria lutar para tentar se solta das cordas eles simplesmente esperavam para que a lamina passa-se pelo seu pescoço e o mata-se lentamente,ate que ouvi-o um gritos de homens vindo da floresta e canções de batalha igual a o seu amigo Karl cantava na hora da luta o seu corpo ouvindo esses gritos ferozes e canções animadoras se levantou rapidamente,mais acabou levando um forte impacto contra a sua nuca fazendo eles desmaia e perde o que estava acontecendo.[/size][/align][/font]

Boa premissa, vou acompanhar com certeza

Também acompanharei de certeza! Armínio, sem querer ser chato mas você pode aumentar o tamanho da fonte? Essa fonte é um pouco complicada de se ler quando está em seu tamanho normal pois ela fica como se estivesse pequena.

Devido ao fato de meus óculos estarem vencidos e pah não consigo enxergar nada…e se puder mudar a fonte tb ajuda hahuae…mas gostei do titulo

[size=150][center][font=Comic Sans MS]Capitulo 1 Tod und Karl Runde Helium(A morte ronda Karl e Hélio)

Depois que eu desmaiei, acabei acordando uma casa com piso e tetos de madeiras e uma grande fogueira no centro dela, o frio cada vez mais tomava conta do meu corpo, com muito esforço me levanto e ainda cambaleante rumo em direção para fora da pequena casa aonde encontro Karl e seus compatriotas logo forçadamente falou que aconteceu Karl ?.Só me lembro do som dos gritos e cânticos e… da horrível cena do Sinbad morrendo lentamente sobre os meus pés…’ Karl olhou o seu amigo e gritou ”SEU MEDROSO!”.Continuou 'VOCÊ E UM FILHO DE ESPARTANO E DEIXO SE RENDER POR UM SIMPLÊS ROMANO FILHO DE MERETRIZ ?”.Hélio olha com fúria o seu amigo e logo e uma investida pesada o leva a o chão e coloco o seu ante-braço sobre o pescoço do amigo e fala ”Você acha que eu queria que ele morre-se …VOCÊ ACHA ?'Karl com esforço muito esforço retruca a o seu amigo”Claro que não mais me matando não vai resolver nada !.Você tem que concentrar a sua ira para Marcus esse maldito traidor!."Hélio deixa de agredir o seu amigo e o ajuda a levantar,enquanto isso o líder germânico não pararia de olhar para Hélio e um tempo depois fala '”Hélio,que bom que esteja acordado.Karl falou muito bem de você por isso ainda esta vivo, agora deixe Karl em paz e vá se preparar para parti daqui a um tempo você marchara para a cidade dos Boyos e a tomara com ajuda de Karl.” Hélio observaria o homem atentamente e depois de um tempo o obedeceria e se prepararia para a batalha.
[size=50] Lider dos suevos
Na mesma noite, Hélio se encontrou com Karl na grande casa de guerra aonde os generais e algumas pessoas tinham acesso para falar sobre os planos de guerra, um lindo local feito de madeira e pedra alem de lindo era quente coisa que agradava o jovem espartano.
Lá o líder suevo começou a mostrar o seu plano de guerra um pouco menos detalhado para tapear os restos das pessoas mais depois que a reunião acabou ele se encontrou com Hélio, Karl e Berahtahram um homem que parecia um espião pelo seu pequeno porte e físico mediano, ele era um grande tagarela e acabou conquistando a amizade de Hélio a os poucos. Quando o líder chega no local todos ficam calados e logo ele começar a dar as ordens para todos e falou alguns coisas a mais do que pretendia fazer:Ele disse que alguns anciões os deram a seguinte missão de conquistar 8 assentamentos para a gloria da Tribo suevo.
Ele mandou Berahtahram para a cidade Casurgis para que ele sabota-se o poço de água colocando veneno nele para facilitar o cerco.
Enquanto o Hélio e Karl ele deu duas opções ou eles parti sem já para Casurgis ou fica-se e recruta-se mais gente para o exercito Karl como era o general acabou escolhendo a segunda opção.
Ele também falou sobre a tecnologia.
E sobre o Imposto que seriam consideravelmente almentados
Sobre os comércios, produções e construções

Hélio e Karl então partiram em rumo de vila em vila em busca de novos guerreiros. No dia seguinte Hélio, Karl e o Líder suevo receberam a notícia que o plano teria dado certo e que Berahtahram tinha conseguido.
E então um ano se passou muito rápido os recrutamentos continuavam sem parar se quer um segundo. Es que então outra reunião e convocado com Hélio, Karl e o Líder suevo.
O líder suevo inicia a reunião e um tom calmo vai e fala ”Bom parece que vocês recrutaram bastante gente me de as informações exatas sobre o recrutamento.” Hélio logo se prepararia para falar mais acabou perdendo a chance para o seu amigo Karl que falou ” Recrutamos alguns jovens senhor mais ainda falta mais, eles acabaram virando ótimos lanceiros e recrutas excelentes."
'Ótimo trabalho Karl mais e melhor para de recrutar precisamos parti imediatamente.'Falou ele com uma expressão seria
'Certo senhor já que esse e sua vontade. 'Retrucou o jovem general"

“Nossa Tribo evoluiu consideravelmente na tecnologia da batalha.” Falou ele alegre.
As construções foram feitas com êxito e rapidamente isso e realmente ótimo, assim não faltara comida na cidade e nem na vila. No mesmo dia Karl e Hélio vestiram as suas veste e pegaram as suas lanças e escudo logo chegando em uma área afastada da cidade Karl falou para os soldados.'Homens hoje nos guerrearemos contra os malditos celtas eles se acham mais superiores do que nós, mais sabemos que eles são inferiores a merda dos nosso cachorros, por isso vamos le ensinar uma lição que nunca ESQUECERAM.'Falou Karl em um tom violento.Depois desse discurso improvisado o exercito andou para a cidade dos Boyos ou os celtas como alguns falam,atravessando as gélidas terras germânicas os povos cantavam canções de guerra e rezavam para os seus deuses.[/font][/align][/size]

Desculpa o Double post mais essa fonte do Primeiro capitulo esta boa?

Bom capítulo, eu ia te dizer de qualquer jeito mas com você perguntando fica ainda mas fácil.
Foi um bom capítulo mas essa fonte ainda é um tanto… embaraçosa. De fonte pra colocar na AAR te recomendo a Comic Sans Ms, a Courier New, a Century Gothic ou a Palatino Linotype.

Certo vou modificar agora mesmo. :wink:

Melhorou pacas, bom ep.

Belo cap, mas eu gostava mais da outra fonte :frowning:
Ou talvez pq eu use a Kristen pra td aqui xD

Obrigado,ainda to fazendo umas modificações por que o teste aqui fica bugando as vezes. :frowning:

EDIT:Como faz um índice sei que tem uma folhinha mais aonde fica ela ?

[center][size=150] [font=Comic Sans MS]Capitulo 2 Νικήστε τις boyos και αντίπαλος ikeit Helium und karl
(Derrota dos boyos e a rivalidade entre Helium e Karl)

No ano seguinte Hélio e Karl já estavam muito próximos da cidade de Casurgis e a briga interna no exercito só aumentava em um lado Hélio um grande lutador e mestre na espada do outro Karl um péssimo estrategista mais ótimo general, os homens se dividiam em grupo e quase todo dia esse grupo se confrontava intensamente, já na capital nada de informações muitos pensavam que teria sido conquistado pelos boyos ou outros inimigos, por isso a marcha para Casurgis continuava sem para.

Ate que no por do sol chegamos na cidade protegida de Casurgis as brigas internas teriam sessado pelo momento mais não duraria muito que outra briga aconteçese.
Então mais um ano se passou o medo de alguma coisa ter tido acontecido na capital era grande, vários e vários dias sem notícias da tribo eram muito comuns mais vários anos era doloroso para os homens de famílias, infelizmente o cerco causo um desgaste ainda mais e assim acabou que alguns valorosos guerreiros morressem
No mesmo dia já no fim da tarde Karl se reuniu com Hélio e alguns soldados mais confiáveis, Karl chega para Hélio e fala num tom firme e arrogante “Vamos falar sobre os conflitos internos,isso esta causando muitas brigas e descontentamento pela minha parte por isso eu mando0 vocês soldados comuns voltarem para o serviço…Isso e uma Ordem"Hélio ficou vermelho por tais palavras mais aceitou as ordem calados e fingiu que debandou o grupo mais ele sabia muito bem que na hora certa ia precisar do seus companheiros de armas.

A batalha começou algumas tropas de Karl foram encarregados de botar o equipamento de cerco na muralha enquanto o grupo de Hélio ficaria só vendo a batalha.
Os restos dos homens que ficariam vendo tudo cantavam e oravam para os deuses aumentando a confiança dos homens que estariam carregando o cerco, mais isso mudaria quando os malditos boyos joga sem varias lanças de pequeno porte contra o equipamento de cerco e os homems.
Mais eles continuariam sem para e lentamente colocariam o equipamento na muralha e começaria subir recebendo saraivadas de lanças

A segunda equipe do equipamento correria pelas suas vidas chorando e pedindo pela suas mães, o grupo de hélio começaria a rir abafadamente causando uma fúria em Karl, mais depois parariam de rir e vigorosamente iria contra as ordens de Karl assumindo o controle dos equipamentos.




Chegando nas muralhas a equipe de Hélio acabou dando um apoio para as restantes de Karl,e pouco a pouco foram derrotando os inimigos
A batalha se estenderia pela tarde toda mais uma coisa aconteceu Hélio acabou sendo derrubado em combate e assim o general inimigo falou uma coisa antes de dar a estocada final contra o coração de Hélio. “Morra maldito Espartano e gloria a o general Karl.”[/font]
[/size][/align]
Desculpe se teve imagens desnecessárias e por ontem não ter postado e que estou meio doente

No post, tem o teu nick. Do lado <= clica com o direito=>Copiar Link

Belo cap!

Ótimo capítulo! Vou te dar uma dica: Pra tirar melhores screenshots, aperta K pra a interface do jogo sumir e K novamente para voltar. Pra tirar uma screenshot melhor no modo cinematográfico, aperta K pra tirar a interface e depois insert, ai vai ficar sem aquelas opções da tela cinematográfica. Novamente, ótimo capítulo!

Obrigado, eu já sabia disso e que eu já fiz uploads de algumas imagens que eu tinha ai nesse tempo não sabia disso, Desculpem mais vou ter que da um final meio ruim para a AAR acabei perdendo o save do jogo depois que eu tive uns problemas com ele.

[center]Endgültige Einigung των γερμανικών
φυλών(Final a unificação das tribos germânicas)

Enquanto o inimigo falaria, um dos companheiros de armas de Hélio o ajuda e acaba matando o maldito bastardo e Hélio sem fala nada se levanta do solo e começa a batalhar novamente fazendo vários inimigos irem para o chão. A cidade acaba caindo e pacificamente o local e ocupado.
Depois dessa gloriosa conquista os vários guerreiros valentes conseguem entrar em contato com sua família e a alegria se estabelece no exercito que no ano seguinte marcha para outro conquista. A cabeça de Hélio não para de pensar no que o soldado boyo disse e lentamente começa a arma um plano para tentar destruir o seu amigo Karl. Vitoria por vitoria varias aldeias inimigas caem, sobre nos pés dos guerreiros e acabam ficando por anos fora do combate Hélio já estaria com os seus 30 anos de idades e uma grande barba se formaria.


Karl já partiria para a idade dos 50 anos de idade com varias cicatrizes pelo corpo e rosto o seu cabelo negro já ficaria branco e seus dentes ainda mais amarelados.
O líder da tribo já estava velho e sem nem um filho ou qual quer família e isso fez com que os seus generais conspirassem contra ele, menos Karl e Hélio que juntos comandavam o exercito mais grande que exista na tribo.
Em um dia negro o exercito de Karl e Hélio chegariam na ultima cidade inimiga e logo começaria a batalhar unidos contra os boyos, Hélio já via planejado tudo e dividiu as unidades em 3 grupos Karl ficaria com o mais grande, Hélio com o mais pequeno e Erick um jovem que acabou de entra no exercito ficou com o comando do não tão grande e não tão pequena, o plano era facil Erick atacaria pela esquerda,Karl pela frente e Hélio pela direita e assim começou o combate.

Erick atacou primeiro e acabou enfrentado a maioria das tropas que teria no local causando grandes baixas.

A coisa pioraria para Erick por mais e mais tropas atacariam o seu grupo vendo isso Karl e Hélio marcham para dentro da cidade o primeiro a chegar seria Karl fazendo com que a tropa que protegeria o lado direito concentra se sua força em Karl e isso causaria uma grande vantagem.
Hélio conseguirá adentrar o local sem problemas e começaria atacar por trás as tropas que estaria atacando Karl aniquilando grande parte das tropas

As tropas inimigas sofriam grandes baixas e Erick em momento nem um receberia ajuda mais graças a força dos seus homens de armas conseguiriam aniquilar o inimigo fazendo eles fugirem
Desesperados.
A vitoria estaria estabelecida e por 5 anos Hélio,Erick e Karl uniriam as tribos em uma só e quando o líder morreu ambos foram aclamados pelos lideras das outras tribos como os novos lideres do que agora seria a Germânia, ambos lutaram no campo de batalha E Hélio acabou ficando sem a sua perna e cego de um olho mais ainda sim conseguiu derrotar Karl e vira o rei da Germânia unificada e depois de alguns anos Hélio já velho apoiaria Arminos o meu tataravó o libertado das tribos
Germanas que já estariam divididas de novo pela ameaça romana e depois Arminios voltaria a fazer a proeza de pacificamente conseguir unir as tribos de novo. Já sobre Marcos ele viveu bem em Roma mesmo tendo sacrificado os seus amigos mais pagaria um preço muito caro quando recebeu a notícia que o seu filho mais velho e único morre servindo Roma e depois disso se exilou e par tio com os mercadores atravessando o mundo conhecido.

Fim.[/align]

Já acabou? :frowning:
Pelo menos foi um bom final… poderia continuar, eu ñ reclamaria :hihi

:smiley: se eu for continuar vai ser no ck2.

Eu também não :hihi
Bom final mesmo Hiryuu