[Série] A Promessa (The Promise)

[center]A Promessa[/align]

O FATAH ESCREVEU ‘THE PROMISE’ (dito por judeus ortodoxos do Lehava)

TEXTO DA TRADUTORA do Legendas.tv:

DOIS BRITÂNICOS NA MESMA TERRA DIVIDIDA, SEPARADOS POR 60 ANOS: OLHO POR OLHO, DENTE POR DENTE.

Muito difícil encontrar um meio termo para Israel / Palestina sem demonizar ninguém, esta minissérie procurou fazer isso, mas desde a sua estreia vem sendo bombardeada por judeus de todo o mundo, que a boicotaram. Os palestinos dizem que é fiel.

Mini eletrizante em 4 partes, traça um paralelo entre a Israel de 1945 e a de hoje, vivenciado por avô e neta ingleses, respectivamente. Como a história do país é sangrenta, tem ação (explosões, crimes, espionagem, vingança, paixões, terroristas judeus e árabes com o mesmo intuito: conquistar a Terra Santa) no passado e no presente. Aliás, não para, é lá e cá, e quando estamos lá queremos ver o que está acontecendo cá. Edição perfeita e mescla de ritmo ação/drama, palmas para o diretor Peter Kosminsky (especialista em dramas) que mandou muito bem. Há tempos não via uma mini histórica tão boa, faz lembrar EXODUS do Leon Uris, pelo clima e não a parte política da história, porque é ficção, romance que contém fatos históricos e atualidades, se o prisma beneficia os palestinos, paciência, o que interessa mesmo é a diversão.

Cenas marcantes de Bergen-Belsen no início e um giro completo pelo equívoco cometido pelos colonizadores ingleses na época da criação do Estado de Israel. As ações do Irgun (terroristas judeus) e os Mártires de Al- Aksa (terroristas árabes) cada um a seu tempo, mas mesmo objetivo: aniquilar o inimigo. História envolvente que fará todos grudarem na telinha durante as próximas semanas.

Tipo de público: Para quem gosta de dramas históricos com ação.

Comentários Net:

O canal inglês Channel 4 estreou no dia 6 de fevereiro a minissérie “The Promise”, produção em quatro episódios que apresenta a história de duas pessoas de uma mesma família vivendo em épocas diferentes as consequências do conflito entre árabes e judeus.

Erin Matthews (Claire Foy, de “Upstairs, Downstairs”, uma jovem inglesa de 18 anos, decide passar o verão em Israel na companhia de sua melhor amiga, Eliza Meyer (Perdita Weeks, de “The Tudors”. Erin leva consigo o recém descoberto diário de seu avô, Len Matthews (Christian Cooke, de “Demons”, através do qual ela toma conhecimento de que ele foi um militar que serviu na Palestina na década de 1940. Lendo sobre as questões políticas relatadas no diário, Erin cria uma relação afetiva com um homem que, para ela, era apenas um velho sem importância.

Impressionada com seus relatos, Erin decide refazer seus passos, descobrindo os lugares por onde ele passou, os dramas pessoais que viveu, a verdade sobre os conflitos da época entre árabes e judeus e a promessa que ele fez há 60 anos, a qual ela decide honrar. Enquanto Erin entra em contato com o passado, sua amiga Eliza passa a fazer parte significativa do presente ao iniciar o serviço militar nas Forças Armadas Israelenses.

A ideia de escrever a minissérie surgiu quando o roteirista e diretor Peter Kosminsky, especializado em dramas históricos, recebeu uma carta de um ex-soldado que serviu na Palestina. Na carta, foi sugerido a ele que desse atenção ao período conhecido como Mandato Britânico da Palestina, o qual consistia na administração do território por parte do Reino Unido, entre 1923 e 1948.

Ao longo de sua extensa pesquisa, Kosminsky entrevistou cerca de 80 veteranos que atuaram na região na década de 1940. Em seus relatos, eles revelaram os conflitos que surgiram com o crescimento da imigração de judeus para a região e com as atividades terroristas do Irgun. Cercados por árabes e judeus, os soldados britânicos se tornaram testemunhas de uma transformação político-histórica que resultaria na formação do estado de Israel.

A história de “The Promise” é narrada em dois tempos: o período entre o passado (1945 a 1948 e o presente.

Sua estreia na TV britânica registrou cerca de 1.74 milhões de telespectadores.